A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
QUESTÕES  DISCURSIVAS - UNIP

Pré-visualização | Página 2 de 2

compreender o que foi comunicado.
13) Os colaboradores quando iniciam suas atividades profissionais trazem consigo toda uma cultura formada ao longo dos anos, desde seu nascimento até este momento de ingressar na empresa. Não conseguimos dissociar indivíduo na sociedade e indivíduo na empresa. Chanlat (2006) por sua vez explica que o meio externo influencia as relações por concentrar toda a bagagem pessoal dos indivíduos que constituem um grupo. Quais outros fatores externos que podem ter atuação direta nas relações interpessoais? R: outras variáveis, como fatores econômicos, tecnológicos, políticos, culturais, aspectos demográficos etc., também fazem parte desse ambiente externo e têm atuação direta nas relações interpessoais (CHANLAT, 2001).
14) Pessoas diferentes atuando num mesmo ambiente. Histórias de vidas diferentes. Estes dois ingredientes são suficientes para causar conflito no ambiente de trabalho. O conflito pode ter diversas maneiras de se manifestar, e é muito comum nas empresas. O conflito pode ser visto de forma positiva? R: Sim. O conflito pode melhorar a qualidade do processo decisório, por permitir que todos os pontos sejam avaliados nas decisões importantes, especialmente as ideias pouco usuais ou defendidas por uma minoria. O conflito é um antídoto para o pensamento do grupo. Por exercer a função de evitar que este aja passivamente, ou seja, “assine embaixo” de decisões que podem estar baseadas em premissas fracas, em avaliações inadequadas, o conflito pode ter uma função benéfica para o grupo.
15) Quais são as subdivisões dos conflitos externos? R: Conflito de interesses, Conflito de valores e Conflito de direitos.
16) Qual a diferença entre as abordagens da teoria dos traços e a teoria comportamental? Explique. R: A diferença entre as abordagens da Teoria dos Traços e da Teoria Comportamental é que a primeira acreditava que os líderes nascessem com suas características de liderança, e não que eles se tornassem líderes. Em contrapartida, conforme a Teoria Comportamental, se existem comportamentos específicos que identificam os líderes, a liderança pode ser ensinada. Segundo essa teoria, poderíamos elaborar programas para implantar esses padrões comportamentais nos indivíduos que desejassem desenvolver a liderança e assim se tornarem líderes eficazes
17) Qual teoria é regida pela concepção de que nós não reagimos às ações das pessoas com quem nos relacionamos, mas aos papéis que elas desempenham? R: A Teoria dos Sistemas
18) Trabalhar em grupo é um desafio constante, unir pessoas diferentes frente a uma meta e resultado a ser atingido. Ter equipes de alta performance é o sonho de todo líder. Contudo, estamos tratando de pessoas, a subjetividade neste contexto é predominante, a comunicação depende do “estado de espírito” de quem recebe. De que forma podemos obter o famoso “espírito de equipe” tão ressaltado nas empresas? R: Podemos definir grupo de trabalho como o agrupamento de pessoas na busca de objetivos organizacionais comuns, cujo alcance deve ser interessante para a empresa e para os colaboradores, isto é, todos devem ganhar. A empresa ganha em produtividade, e o colaborador ganha ao sentir-se parte importante no processo de produção da empresa. As atividades realizadas pelo grupo devem ser marcadas por um clima de constante colaboração, em que todos devem contribuir conforme sua capacidade
19) Um dos grandes desafios corporativos é a administração de conflitos interpessoais. A mediação de conflitos independente do ambiente em que se desenvolve, é pautada por atitudes de respeito mútuo. Apesar de o conflito ser algo que representa divergência, pode ser algo muito, mas salutar para as relações interpessoais. Um bom começo para tratar o conflito é tratar cada caso de forma única. Cite e explique três estilos de administração de conflitos. R: Estilo evitar: tenta fazer que o conflito não se instale; Estilo calmo: admite a existência do conflito, porém ele está tão controlado que não necessita de interferência; Estilo ditador: a tentativa de solução dá-se mediante a imposição de um comportamento, sem abrir espaço para negociação;
20) Visão estratégica é algo privilegiado nas organizações, nem todas as pessoas possuem e desenvolvê-la leva tempo e investimento. Embora este seja um diferencial no capital intelectual das pessoas nas organizações, no que consiste a base para se desenvolver uma boa visão estratégica? R: A base da visão estratégica nos relacionamentos consiste numa projeção dos resultados que pretendemos obter. O alcance desses resultados dependerá diretamente das ações que desenvolvermosno presente. É necessário, portanto, que cada um de nós tenha a consciência de que o que realizamos hoje, sem dúvida, vai refletir-se na nossa vida amanhã.