A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
HISTÓRIA DO DIREITO BRASILEIRO CASO CONCRETO 13

Pré-visualização | Página 1 de 1

HISTÓRIA DO DIREITO BRASILEIRO - CCJ0256 
Título 
Caso Concreto 13 
Descrição 
 
Os direitos humanos têm uma posição bidimensional, pois por um lado tem um 
ideal a atingir, que é a conciliação entre os direitos do indivíduo e os da 
sociedade; e por outro lado, assegurar um campo legítimo para a democracia. 
Já os Direitos Fundamentais , que são uma projeção destes, são definidos como 
conjunto de direitos e garantias que estão localizados dentro da Constituição e 
cuja finalidade principal é o respeito a sua dignidade, com proteção ao poder 
estatal e a garantia das condições mínimas de vida e desenvolvimento do ser 
humano. Assim ele visa a garantir ao ser humano, o respeito à vida, à liberdade, 
à igualdade e a dignidade, para o pleno desenvolvimento de sua personalidade. 
A partir desta visão, pergunta-se: 
a) A Constituição de 1988 retrocedeu, permaneceu estagnada ou avançou no 
que se refere aos direitos fundamentais em relação à Constituição de 1967? 
Resposta: Sobre as ações constitucionais de proteção dos direitos 
fundamentais, a Constituição de 1988 consagrou a progressão que ocorreu ao 
longo da história constitucional brasileira, foi sem precedentes os progressos 
alcançados no que se refere ao reconhecimento dos Direitos Fundamentais, e 
trouxe avanços consideráveis que nos leva a visualizar que a preocupação 
maior é dar efetividade a esses direitos. A dignidade da pessoa humana foi 
erigida a fundamento do Estado Democrático de Direi to (A rt.1º, in c. III) , 
consistindo que a ordem jurídica deve primar pela observância de extenuar 
práticas e leis que possam suprimir ou restringir a dignidade humana. 
 
b) Cite direitos estabelecidos pela Constituição de 1988 que pela primeira vez 
tiveram reconhecimento jurídico pela via constitucional. 
Resposta: A Constituição de 1988 reserva cinco capítulos aos direitos 
fundamentais do cidadão, com várias categorias sobre os direitos individuais e 
coletivos.