A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
Física da Ressonância Magnética

Pré-visualização | Página 1 de 1

RESSONÂNCIA
MAGNÉTICA
RESSONÂNCIA
MAGNÉTICA
Definição
Vantagens x Radiografia
Vantagens x T.C.
Física da RM
Definição
Método de obtenção de imagem através
de um campo magnético e ondas de rádio.
A imagem representa as diferenças nos
diversos tecidos moles do paciente no 
número de núcleos e na frequência com a 
qual se recuperam da estimulação RF.
Vantagens
RX – imagem obtida através da ionização
de átomos (paciente) por fótons de raio X.
1019Freqüência de hertz .
RM – imagem gerada sem ionização, com
freqüência de 105 hertz.
Vantagens
TC – imagem em cortes seccionais,como 
na RM. Uso de radiação ionizante. 
Excelente para anatomia óssea.
RM – imagem gerada sem radiação
ionizante, demonstra melhor os tecidos
moles. Ex.: fossa posterior e medula.
Ambos complementam o diagnóstico.
Vantagens
 permite gerar imagens das estruturas internas dos corpos sem 
utilizar radiações ionizantes, evitando assim riscos decorrentes 
da exposição; é por este motivo que esta técnica é chamada 
de não-invasiva;
 permite diferenciar, de modo mais preciso, tecidos sadios, 
enfermos ou necrosados, mesmo daqueles tecidos 
profundamente imersos em estruturas ósseas;
 o contraste obtido entre os tecidos moles do corpo é muito 
superior ao conseguido pelos métodos mais tradicionais, como 
a radiografia por raios-X e o ultrassom;
 permite obter imagens de diferentes planos - longitudinal, 
transversal e oblíquo, assim como também imagens 
volumétricas sem ter que mudar a posição do paciente.
Princípios físicos
Princípios físicos
Imagem é formada através da interação
de ondas de rádio (campos magnéticos
estáticos) com os núcleos magnetizados.
Núcleo usado RM: Próton de hidrogênio.
85% corpo é formado por água.
Cada molécula apresenta 2 átomos H, 
assim sendo, temos 1022 átomos de 
hidrogênio por cm3 do corpo.
Princípios físicos
Precessão: ocorre quando um objeto em
rotação sofre
externa.
a influência de uma força
RM: o próton em rotação (núcleo H) sofre
precessão de um forte campo magnético
externo.
Equação de Larmor
A intensidade ou módulo da frequência
de precessão é descrita por Larmor:
Equação de Larmor: W= y x B
W
y
B
=
=
=
frequência de precessão
razão giromagnética de Larmor
intensidade do campo magnético
principal
Excitação por RF
Os pulsos de RF provocam o alinhamento
dos núcleos de H (spin).
Uma vez excitados o vetor de 
magnetização dos núcleos H passará do 
plano longitudinal para o plano transverso.
A energia de excitação será aplicada na
frequência de Larmor dos núcleos H que
estejam na mesma fase (W).
Relaxação
Quando os pulsos de RF são desligados,
os núcleos de H começam a perder a
excitação, e tendem a se realinhar com
campo magnético principal (B). Este 
fenômeno é conhecido como tempo de 
relaxação.
o
Relaxação
Recuperação T1: tempo necessário para 
recuperação de 63% da magnetização 
longitudinal que ocorre no tecido biológico.
Declínio T2: decaimento da magnetização
no plano transverso em até 37% do seu
valor total.
,-\.._
I
'
l