Buscar

MEDICINA NUCLEAR (materiais e exercícios)


Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 9 páginas

Continue navegando


Prévia do material em texto

MEDICIN 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A N 
2017 
UCLEAR 
1 
 
MEDICINA NUCLEAR. 
 INSTRUMENTAÇÃO NUCLE AR. 
Alguns são Há algumas categorias de equipamentos utilizados em MN, que são importantes para 
a imagem com radioisótopos específicos para MN e outros são utilizados em Radiologia em 
geral. 
DOSÍMETROS PESSOAIS: são instrumentos utilizados para a monitoração pessoal do trabalhador 
com radiação. Eles são capazes de registrar a radiação que o indivíduo foi exposto em 
determinado período. Há vários tipos de densímetros, os mais usados são os filmes dosimétricos. 
CALIBRADORES DE DOSE: é um instrumento usado para medir amostras radioativas e dizer 
qual a sua atividade. Todas as doses radioativas que serão administradas aos pacientes devem ser 
OBRIGATORIAMENTE medidas antes de sua injeção. 
Também são usados para medir atividade de eluição do Gerador de Tecnécio e dos outros 
frascos marcados. 
Os calibradores de dose são constituídos de Câmaras de Ionização, onde são colocadas as 
amostras radioativas. 
Para que esses instrumentos funcionem perfeitamente é necessário que sejam 
devidamente calibrados e realizados todos os testes de Controle de Qualidade (que serão 
posteriormente citados). São também chamados de CURIÔMETRO. 
 
MONITORES DE RADIAÇÃO: São instrumentos usados para checar a presença de 
radioatividade e com isso a taxa de exposição, assim como também para procurar locais de 
contaminação com radioatividade e verificar a eficiência de uma blindagem. Não são feitos com 
a finalidade de detectar radiação no paciente nem para dosimetria. 
 
Assim como o curiômetro, este aparelho também necessita de calibração e Controle de 
Qualidade. 
 
Os monitores mais usados são do tipo Contador GEIGER (este utiliza um tubo preenchido com 
gás como detector), mas também existem os detectores de cintilação (utilizam cristais de 
cintilação para detecção). 
Com eles são realizadas: 
a) Monitoração da Taxa de exposição (Geiger): mSv/h 
b) Monitoração de Contaminação de Superfície (Pancake + Geiger): cpm 
 
CASTELOS DE CHUMBO E PROTETORES DE SERINGA: São acessórios utilizados com 
objetivo de transportar os Radiofármacos e os Radioisótopos marcados e assim assegurar uma 
maior proteção aos profissionais envolvidos na sua manipulação e no seu transporte até o local 
onde será realizada a injeção no paciente. 
2 
3 
 
CAPELAS PLUMBIFERA E GLOVE BOX: Esses acessórios são produzidos com o objetivo de 
proteger o técnico em medicina nuclear durante a manipulação dos Radioisótopos marcados, 
preparação de Radiofármacos e retirada de doses. Todos os matérias radioativos que serão 
manipulados no laboratório deverão ser manipulados e mantidos atrás da capela plumbífera e 
após sua manipulação acondicionados em uma blindagem adequada (castelo de chumbo). 
 
 
GAMA CÂMARA: São equipamentos que registram e reproduzem a distribuição da radiação 
no corpo do paciente. Eles utilizam cristais de cintilação para detectar os raios gama 
provenientes do paciente. 
 
 
 
Os primeiros equipamentos eram chamados MAPEADORES RETILÍNEOS, e os atuais 
chamam-se GAMA CÂMARA (o equipamento que é utilizado hoje em dia) ou Câmaras de 
Cintilação. 
4 
 
 
A Gama 
câmara pode ter uma (1), duas (2), três (3) ou múltiplas cabeças, que estão montadas no gantry. 
Cada cabeça é constituída dos seguintes elementos: Colimador, Cristal, Fotomultiplicadoras, 
Conversor Analógico-Digital, Circuitos de posicionamento e correção, Analizador de altura de 
Pulso, e um Display que interliga ao Computador. 
 
COLIMADOR: É como se fosse um direcionador para os feixes de fótons que saem do paciente. 
Ele reduz o espalhamento dos fótons e melhora a resolução. Existem vários tipos de colimadores, 
que são classificados de acordo com ENERGIA, DESIGN e RESOLUÇÃO. 
a-1) Quanto a Energia: eles podem ser de BAIXA ENERGIA (99mTc, 20,T1,153 Sm,123I) 
 
 
MÉDIA ENERGIA (67Ga) 
 
 
ALTA ENERGIA (131 I) 
 
Quanto ao Design: podem ser FUROS PARALELOS ( = tamanho de imagem) 
 
 
FUROS CONVERGENTES (aumentam imagem) 
 
FUROS DIVERGENTES (diminuem imagem) 
5 
 
 
PINHOLE (aumentam e invertem imagem) 
 
Quanto a Resolução: podem ser: 
ALTA RESOLUÇÃO (melhora definição da imagem) 
ALL PURPOSE (para todas as finalidades) 
 
A Resolução (qualidade) da imagem é inversamente proporcional à distância do colimador do 
paciente, ou seja, quanto mais distante o colimador do paciente mais diminui a qualidade da 
imagem, e vice-versa. 
 
CRISTAL: É de Iodeto de sódio e serve para que os fótons provenientes do paciente interajam 
nele e ocorra a cintilação. 
FOTOMULTIPLICADORAS: São tubos que estão intimamente ligados ao Cristal, e são 
responsáveis por transformar a cintilação em um pulso elétrico. 
 
CONVERSOR ANALÓGICO-DIGITAL: ele tranforma o pulso elétrico analógico em digital. 
6 
 
 
CIRCUITOS DE POSICIONAMENTO E CORREÇÃO: Determinam a posição de cada 
cintilação e os corrigem para que não se localizem em lugares errados na imagem. 
ANALIZADOR DE ALTURA DE PULSO: analisa os pulsos elétricos para que só sejam 
aceitos aqueles correspondentes a energia do isótopo que foi determinado. Isso evita também que 
os fótons provenientes de espalhamento, que são indesejados, sejam aceitos e borrem a imagem. 
 
b) - DYSPLAY 
que interliga a imagem adquirida ao computador para que ela possa ser vista, armazenada e 
fotografada. 
7 
 
 
TIPOS DE EXAMES REALIZADOS NA GAMA CÂMARA: 
A Gama câmara pode realizar exames: Planares e Tomográfícos. 
Planares: São exames realizados em duas dimensões. 
 
Eles podem ser: Estáticos, Dinâmicos (várias imagens são adquiridas durante um intervalo de 
tempo), Varredura (imagem de corpo inteiro) e Gated. 
 
 
 
Tomográfícos: São exames feitos em terceira dimensão, que possibilitam a realização de cortes 
tomográfícos em vários planos (Transversal, Coronal, Sagital). São também chamados de 
SPECT (Tomografia por emissão de foton único). Também pode ser realizado o Gated Spect. 
O SPECT 
proporciona uma visão da distribuição da radiação por diferentes ângulos, pois a cabeça da Gama 
roda em torno do paciente e registra dados de múltiplas projeções. Os dados são armazenados no 
computador e depois são reconstruídos. 
As imagens 
de SPECT são usualmente registradas a cada 3 a 6 graus, numa rotação de 180 a 360 graus em 
torno do paciente. 
As limitações 
do SPECT são o movimento do paciente ou o mau funcionamento da câmara durante a aquisição, 
pois esses problemas levariam a formação de artefactos na imagem. 
8 
 
Por isso o paciente tem que ficar imóvel durante o exame. 
OBS: A diferença da tomografia por Rx é que ela é uma tomografia por transmissão, ou seja, 
os feixes de Rx são transmitidos pela ampola, passam pelo paciente e registram no computador. 
Enquanto que o SPECT é uma tomografia por emissão, ou seja, os fotons são emitidos do corpo 
do paciente e captados pela gama, que irá transformá-los em imagem.