A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
Av Parcial Pedagogia nas Instituições não escolares

Pré-visualização | Página 1 de 9

AVALIAÇÃO PARCIAL 1
A pedagogia é um processo sustentado em que uma ou mais pessoas adquirem novas formas ou desenvolvem formas existentes de conduta, conhecimento, prática e critérios, destinadas a ser um provedor e avaliador apropriados, do ponto de vista ou do adquirente ou de alguma (s) outra (s) pessoa (s), ou de ambos. (BERNSTEIN, 1999a apud DANIELS, 2003, p.15). Esta concepção de Pedagogia: (Concurso para Pedagogo ¿ Universidade do Piauí-2011).
Resposta: (B) afirma que os processos de desenvolvimento e aprendizagem devem levar em consideração questões cognitivas, afetivas e de criação de possibilidades.
Com relação às modalidades de educação informal, não-formal e formal, é correto afirmar que:
Resposta: a educação não-intencional é chamada também de educação informal, ou ainda, educação paralela.
O regime fordista de acumulação e seu modo de regulação: o Estado de Bem-Estar Social entram em crise nos anos 70 e ocorre uma transição no regime de acumulação e no modo de regulamentação social e política a ele associado. A década de 1970 representou um momento histórico central, quando consideramos as mudanças ocorridas no âmbito do sistema capitalista. A partir desta década, podemos afirmar EXCETO QUE:
Resposta: A partir da década de 70 surge um novo regime de acumulação: o paradigma tecnológico taylorista. (O paradigma taylorista não é um regime de acumulação).
O Taylorismo propõe a separação entre projeto e execução, entre trabalho manual e trabalho intelectual, entre teoria e prática. Permanece até os dias de hoje, enquanto organização científica do trabalho. (CATTANI, 1997) São princípios do Taylorismo: I - Separação entre concepção e execução do processo de trabalho. II - Intensificação do trabalho pela determinação das formas "adequadas" para sua realização; III - Cada tarefa era realizada em um posto de trabalho, para o qual era recrutado "o melhor homem para o lugar".  IV - Havia o predomínio de uma estrutura democrática e coletiva. (Resposta incorreta). Estão corretas as afirmativas:
Resposta: Apenas as afirmativas I, II e III.
A partir da década de 70 assiste-se a uma maior aceleração do capital provocando uma nova ordem nas relações econômicas. Esse novo cenário pode ser caracterizado por:
Resposta: uma revolução tecnológica e uma mudança nos padrões de demanda.
A produção flexível leva a um paradigma industrial que convive com o questionamento dos princípios fordistas de produção, com o abandono de equipamentos rígidos, voltados para a produção de produtos padronizados, e vê crescer a adoção de sistemas integrados de automação flexível. Surge então um novo modelo que operou uma revolução técnica mais radical e que causou mais impacto, uma vez que alguns de seus pontos básicos têm penetrado em escala mundial, mesclando-se ou mesmo substituindo o padrão fordista dominante.
Esse novo paradigma industrial convive com o questionamento dos princípios fordistas de produção, o abandono de equipamentos rígidos, voltados para a produção de produtos padronizados, e vê crescer a adoção de sistemas integrados de automação flexível que apresentam as seguintes características.
I A descentralização no nível interno e na subdivisão da indústria.
II A inovação com adoção de novos processos.
III A integração entre etapas do processo produtivo.
IV A Linha de montagem para reduzir os custos da produção.
V A flexibilidade nos equipamentos que garantem a variação do processo.
Após análise do texto e dos itens anteriores marque, abaixo, o único item incorreto, ou seja, aquele que não é uma característica do novo paradigma industrial.
Resposta: IV.
Segundo Chiavenato (1992), os resultados de pesquisas realizadas, classificou as empresas em dois tipos. O primeiro tipo, as organizações mecanísticas, possuíam as seguintes características:
Resposta: Hierarquia de autoridade rígida, com pouca permeabilidade entre os diferentes níveis de hierarquia.
Para que um tipo de trabalhador mais qualificado possa manter sua adesão ao projeto capitalista e se comprometer com as finalidades da organização, certamente passa a ser necessário que as empresas desenvolvam novas estratégias e mediações, pois agora é mais difícil controlar os trabalhadores. Nessa perspectiva, as organizações hipermodernas sofisticam e complexificam as mediações exercidas, de modo a manter os trabalhadores sob sua orientação. Podemos afirmar que estão corretas as mediações das organizações hipermodernas explicitadas na seguinte resposta:
Resposta: As organizações hipermodernas desenvolvem mediações econômicas mais amplas, oferecendo salários mais elevados, possibilidades de ascensão na carreira e educação permanente.
No paradigma tradicional de gestão, administrar consistia em controlar o processo de produção em si, acreditando-se que o controle e o monitoramento de todos os eventos desse processo iriam garantir a eficiência do resultado. Compreendia-se que a eficácia desse monitoramento do processo produtivo seria assegurada por três elementos. Assinale a alternativa que apresenta os três elementos referidos.
Resposta: Conhecimento científico, instrumento de controle, autoridade gerencial.
No paradigma flexível, exige-se que o operário antecipe os resultados, conceba o processo de trabalho e crie soluções para os imprevistos. Nesse paradigma é necessária uma preparação mais ampla dos trabalhadores. Eles agora passam a ser incentivados a desenvolver competências que os tornem capazes de construir novos significados e referenciais para sua atuação.
Nas organizações hipermodernas, cabe à gestão preparar o trabalhador para:
Resposta: saber o porquê de suas ações, dominando o know why.
AVALIAÇÃO PARCIAL 2
Não há uma forma única, nem um único modelo de educação; a escola não é o único lugar onde ela acontece e talvez nem seja o melhor. O ensino escolar não é sua única prática e o professor profissional não é seu único praticante. (BRANDÃO, C. R. O que é educação. 33. ed. São Paulo: Brasiliense, 1995, p. 9.) A afirmativa de Brandão reproduzida acima propõe uma nova dimensão educativa, pois:
Resposta: propõe uma educação aberta, diversificada, participativa e que acontece em múltiplos espaços, entre os quais se inclui a escola.
Ideologia é uma visão de mundo que atende aos interesses de dominação capitalista, que "naturaliza" as desigualdades e os modos de ser e atuar na sociedade capitalista, garantindo a adesão de todos ao projeto do capital, à ordem instituída. De que forma poderemos retirar o véu com o qual a ideologia encobre o real.
Resposta: Desenvolvendo o espírito crítico, levando à reflexão e ao questionamento.
O fordismo, enquanto paradigma tecnológico é um método de organização da produção do trabalho complementar ao taylorista. Assinale a alternativa que completa o pensamento acima.
Resposta: O fordismo caracteriza-se pelo gerenciamento tecnológico burocrático de uma mão de obra especializada.
A realidade do desenvolvimento das economias capitalistas dos anos dourados foi radicalmente alterada pela crise que se iniciou nos anos 70. Com relação a esta crise, não é correto afirmar que:
Resposta: A elevação dos preços do petróleo em 2003 contribuiu para a ampliação da crise.
O regime de acumulação flexível que emerge no cenário mundial após a crise do fordismo, em meados dos anos 70, traz mudanças nos planos político e econômico.
No plano econômico, essa nova etapa do processo de acumulação capitalista foi marcada:
I. Pela introdução de novas tecnologias,
II Pela flexibilização produção
III. Pela exigência de uma maior escolarização dos trabalhadores
IV. Por mudanças no mercado de trabalho, onde se constata a contração do emprego, a expansão do mercado informal, a precarização das condições de trabalho, etc.
Assinale a opção correta:
Resposta: Todas as afirmativas são verdadeiras.
O livro "Pedagogo: a profissão do momento", de Andrea Cecília Ramal, aborda a seguinte questão:
"Nas empresas, a necessidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.