Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
selva e mar ad1 ATE A 3 PRONT

Pré-visualização | Página 1 de 2

Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul
Campus Virtual
	
	Atividade de Avaliação a Distância
Disciplina/Unidade de Aprendizagem: Emergência e Sobrevivência (Selva e Mar) 2018.
Curso: FISIOTERAPIA
Professor: Orlando Flávio Silva
Nome do aluno: FRANCIELE BORGES DE FREITAS
Data: 03/11/2018
Orientações:
Procure o professor sempre que tiver dúvidas.
Entregue a atividade no prazo estipulado.
Esta atividade é obrigatória e fará parte da sua média final.
Encaminhe a atividade via Espaço UnisulVirtual de Aprendizagem (EVA).
Questão 1: Analise o texto abaixo:
“… no calor da selva, sentia meus músculos se contraírem e se soltarem sozinhos, meu rosto tremia as vezes, assim como minhas pálpebras também tremiam. As contrações involuntárias eram desagradáveis, mas não doloridas. Nenhum de nós sabia por que isso acontecia; nós tínhamos água em abundância, tínhamos frutas e raízes para comer, também um pouco de carne de caça; esta última consumíamos sem nenhum tempero. No final da sobrevivência o instrutor nos explicou a origem dos espasmos e contrações musculares”.
A situação acima é o excerto de relato de um aluno depois do curso de sobrevivência na selva. Envolve um aspecto somático importante da sobrevivência, a saber, uma reação anormal do corpo humano na forma de contrações involuntárias dos músculos e espasmos. Qual a explicação mais provável para ocorrência deste problema em ambiente de selva, e que pode ter sido apontada pelo instrutor? As pistas para pesquisa são:
“…calor da selva…”;
“… água em abundância…”;
“… sem nenhum tempero…”
Aproveite para indicar como se pode encontrar água em ambiente de selva, bem como purificá-la. 
Os critérios para pontuação da questão são:
Explicação dos motivos das contrações e espasmos: 1,5 ponto;
R: Os espasmos e contrações podem ocorrer por exposição ao calor do ambiente da selva, porque por meio da transpiração e urina o nosso corpo perde bastante líquido, e nesse líquido temos eletrólitos, que auxiliam na regulação dos nossos batimentos cardíacos e na contração muscular.
Como sanar este problema: 0,25 ponto;
R: Eles precisam além de consumir água, para evitar a desidratação, buscar alimentos que contenham magnésio, potássio, sódio e etc. E por último, porém não menos importante, eles necessitam descansar para que o corpo possa regular o metabolismo e compensar as faltas.
Como conseguir água em ambiente de selva: 0,5 ponto;
R: Devem procurar rios, cachoeiras, lagos, algumas plantas que armazenam água, em alguns frutos, captação da água da chuva.
Como purificar a água em ambiente de selva: 0,25 ponto
R: Podemos fazê-lo com um filtro de areia e carvão, uma meia ou até um pedaço de pano onde ali fiquem grãos de areia e pedras ou folhas e galhos e logo ferver para eliminar qualquer tipo de bactérias.
A linguagem utilizada deverá estar ortográfica e gramaticalmente correta. (total: 2,5 pontos).
Questão 2: Para responder esta questão, a linguagem utilizada deverá estar ortográfica e gramaticalmente correta. Cite as fontes da pesquisa. Para isso, acesse o PDF do livro didático: Trabalhos acadêmicos na Unisul. (disponível em: <http://www.unisul.br/wps/wcm/connect/daac2693-5844-4aa1-84da-a992a3846b25/livro_trabalhos-academicos-unisul_biblioteca_2013.pdf?MOD=AJPERES>) e veja como realizar citações e referências. (2,5 pontos).
Comente sobre os tipos mais comuns de doenças tropicais transmitidas por insetos e parasitos e cite três maneiras de evitá-las. (1,0 ponto)
R: Podemos citar as mais comuns por meio Programa Especial para Pesquisa e Treinamento em Doenças Tropicais (TDR), que foi criado em 1975, pelas Nações Unidas, o Banco Mundial e a Organização Mundial da Saúde. Temos:
-A doença de Chagas (também chamada tripanossomíase americana) é uma doença parasitária que ocorre nas Américas, especialmente na América do Sul. O agente patogênico é um protozoário flagelado chamado Trypanosoma cruzi.
-Africano tripanossomíase ou doença do sono, é uma doença parasitária, causada pelo protozoário chamado trypansomes. Os dois responsáveis pela tripanossomíase Africano são Trypanosoma brucei gambiense e Trypanosoma brucei rhodesiense.These parasitas são transmitidos pela mosca tsé-tsé
-Leishmaniose causada por protozoários parasitas do gênero Leishmania e transmitida pela picada de certas espécies de flebotomíneos.
-Lepra (ou da doença de Hansen) é uma doença infecciosa crônica causada pelo Mycobacterium leprae. A hanseníase é uma doença granulomatosa principalmente dos nervos periféricos e na mucosa do trato respiratório superior, lesões de pele são o principal sintoma externo. Não tratada, a lepra pode ser progressiva, causando danos permanentes à pele, nervos, membros e olhos. Contrariamente ao conceito popular, a hanseníase não causa as partes do corpo para simplesmente cair, e difere da tzaraath, a doença descrita nas escrituras hebraicas e sido traduzido para o Inglês como a lepra.
-A filariose linfática é uma doença parasitária causada por parasitas como fio, sem-fins filarial chamados vermes nematóides, todos transmitidos por mosquitos. Loa loa é outro parasita filarial transmitida pela mosca veado. 120 milhões de pessoas estão infectadas no mundo. É realizado por mais de metade da população nas áreas endêmicas mais grave. O sintoma mais visível é a elefantíase: um espessamento da pele e dos tecidos subjacentes.
-A malária causada por protozoários parasitas transmitidos por mosquitos Anopheles fêmea, pois eles são os alimentadores de sangue. A doença é causada por espécies do gênero Plasmodium. A malária infecta 3-500 pessoas a cada ano, matando mais de 1 milhão.
-A oncocercose ou cegueira dos rios é a segunda principal causa infecciosa mundo da cegueira. É causada por Onchocerca volvulus, um verme parasita. É transmitida através da picada de uma mosca preta. Os worms se espalham pelo organismo, e quando eles morrem, eles causam coceira intensa e uma resposta do sistema imunológico forte que pode destruir os tecidos próximos, como o olho. Cerca de 18 milhões de pessoas estão atualmente infectadas com este parasita. Cerca de 300.000 foram irreversivelmente cego por ela.
-A esquistossomose também conhecido como da bilhar ou febre do caracol, é uma doença parasitária causada por várias espécies de planária em áreas com caramujos de água doce, que podem transportar o parasita. A forma mais comum de transmissão é por água ou nadar em lagos, lagoas e outros corpos de água contendo os caracóis e do parasita. Mais de 200 milhões de pessoas no mundo estão infectadas pela esquistossomose.
-Tuberculose (abreviado como TB), é uma infecção bacteriana dos pulmões ou outros tecidos, que é altamente prevalente no mundo, com mortalidade superior a 50% se não tratada. É uma doença contagiosa, transmitida por aerossóis expectorante de tosse, espirro, fala, beijo, ou cuspir. Mais de um terço da população mundial tenha sido infectada pela bactéria da tuberculose.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: https://www.portalsaofrancisco.com.br/saude/doencas-tropicais
-Febre Amarela é uma doença infecciosa e não contagiosa que se mantém endêmica ou enzoótica nas florestas tropicais dos continentes americano e africano, sendo transmitida ao homem mediante a picada de insetos hematófagos da família Culicidae, em especial dos gêneros Aedes e Haemagogus. As manifestações iniciais da doença são: febre alta de início súbito, sensação de mal estar, dor de cabeça, dor muscular, cansaço, calafrios, náuseas e vômitos. Quando a doença evolui para a forma grave, há um aumento da febre, diarreia, reaparecimento dos vômitos, dor abdominal, icterícia (olhos amarelados, semelhante à hepatite), manifestações hemorrágicas (equimoses, sangramentos no nariz e gengivas) e ocorre funcionamento inadequado de órgãos vitais como fígado e rins. A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação contra a doença.
REFERÊNCIA: http://www.dive.sc.gov.br/index.php/d-a/item/febre-amarela
Página12