A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
244 pág.
kumon

Pré-visualização | Página 1 de 43

MARISA MARTIN CRIVELARO ROMÃO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O método Kumon para remediação cognitiva de 
portadores de esquizofrenia: um ensaio clínico 
randomizado, controlado com placebo 
 
 
 
 Dissertação apresentada à Faculdade de 
 Medicina da Universidade de São Paulo para 
 obtenção do título de Mestre em Ciências 
 
 Programa de: Psiquiatria 
 Orientador: Prof. Dr. Mario Rodrigues Louzã Neto 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo 
2013
 
 
 
 
 
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) 
Preparada pela Biblioteca da 
Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo 
 
reprodução autorizada pelo autor 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Romão, Marisa Martin Crivelaro 
O método Kumon para remediação cognitiva de portadores de esquizofrenia: um 
ensaio clínico randomizado, controlado com placebo / Marisa Martin Crivelaro Romão. 
-- São Paulo, 2013. 
 
 Dissertação (mestrado)--Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 
Programa de Psiquiatria. 
 
 Orientador: Mario Rodrigues Louzã Neto. 
 
 
 Descritores: 1. Cognição 2.Reabilitação 3.Neuropsicologia 4.Esquizofrenia 
5. Ensaio clínico controlado aleatório 
 
 
 
USP/FM/DBD-129/13 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aos meus queridos pais, pelo carinho e exemplo de vida marcante que me 
ensinaram a enfrentar as dificuldades e acreditar no potencial humano de 
superação e transformação dos sonhos em realidade. 
 
Aos meus amados marido e filho, pelo incansável apoio, companheirismo, 
paciência e compreensão dos momentos de ausência ao longo do período 
de elaboração deste trabalho.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AGRADECIMENTOS 
 
 
 
 
Ao Prof. Dr. Mario Rodrigues Louzã Neto pela confiança, incentivo e 
oportunidade de aprender com sua experiência. 
 
À psicóloga Luciana de Carvalho Monteiro pela indicação e auxílio na 
escolha das baterias neuropsicológicas da pesquisa. 
 
A toda equipe de profissionais – Paula Andréia Martins, Monia Michele 
Musskopf, Rosa Bertinho, Suely Pacheco de Araujo, Silvia Arcuri, Zilda 
Celidonio - pela dedicada colaboração, sem o qual não seria possível 
concretizar o estudo. 
 
Às secretarias do Projesq – Josefina Nacarato e Débora Zambroni – pelo 
apoio e auxílio constante mesmo em meio a tantos compromissos. 
 
Às equipes do Projesq e LIM-27, por colocar à disposição o ambulatório e 
encaminhamento de pacientes. 
 
Aos pacientes do Projesq e do LIM-27, pela disponibilidade e atenção. 
 
Ao Projesq pelo apoio financeiro, possibilitando a realização desta pesquisa. 
 
À Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES 
– pela concessão da bolsa de mestrado.
 
 
 
 
 
NORMALIZAÇÃO ADOTADA 
 
Esta dissertação ou tese está de acordo com as seguintes normas, 
em vigor no momento desta publicação: 
 
Referências: adaptado de International Committee of Medical Journals 
Editors (Vancouver). 
 
Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Serviço de 
Biblioteca e Documentação. Guia de apresentação de dissertações, teses e 
monografias. Elaborado por Anneliese Carneiro da Cunha, Maria Julia de A. 
L. Freddi, Maria F. Crestana, Marinalva de Souza Aragão, Suely Campos 
Cardoso, Valéria Vilhena. 2a ed. São Paulo: Serviço de Biblioteca e 
Documentação; 2005. 
 
Abreviaturas dos títulos dos periódicos de acordo com List of Journals 
Indexed in Index Medicus. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SUMÁRIO 
 
 
 
 
Lista de Siglas 
Lista de Tabelas 
Lista de gráficos 
Resumo 
1. INTRODUÇÃO 
1.1. A terapia de remediação cognitiva (CRT) na esquizofrenia..................1 
1.2. O método Kumon como remediação cognitiva errorless learning......13 
1.3. Dificuldade em aprendizagem matemática.........................................16 
1.4. Alterações cognitivas e dificuldade em aprendizagem matemática....23 
1.4.1. Memória de trabalho..................................................................30 
1.4.2. Função executiva ....................................................................... 46 
1.4.3. Atenção ..................................................................................... 65 
2. JUSTIFICATIVAS PARA O ESTUDO...................................................100 
3. OBJETIVOS 
3.1. Objetivo geral....................................................................................102 
3.2. Objetivos específicos........................................................................102 
4. HIPÓTESES 
4.1. Hipótese principal..............................................................................103 
4.2. Hipóteses secundárias......................................................................103 
5. MATERIAIS E MÉTODOS 
5.1. Participantes.....................................................................................104 
5.2. Desenho do estudo...........................................................................106 
5.2.1. Instrumentos de avaliação.................................................................108 
 5.2.1A. Avaliação neuropsicológica...............................................................113 
 5.2.1B Avaliação dos sintomas......................................................................124 
 5.2.1C Avaliação do desempenho social e pessoal......................................127 
 5.3. Intervenções.......................................................................................128 
 5.4. Cálculo do número de sujeitos...........................................................129 
5.5. Randomização....................................................................................131 
5.6. Análise estatística...............................................................................131 
 
 
 
 
 
 
6. RESULTADOS 
6.1. Participantes................................................................................................134 
6.2. Análise demográfica....................................................................................136 
6.3. Comparações intra e entre os grupos no início da intervenção..................143 
6.4. Comparações intra e entre grupos ao final da intervenção e após 12 meses 
6.4.1. Resultados das medidas neuropsicológicas......................................149 
6.4.2. Resultados quanto à sintomatologia..................................................177 
6.4.3. Resultados de desempenho social e pessoal...................................183 
7. DISCUSSÃO 
7.1. Perfil demográfico.....................................................................................184 
7.2. Considerações sobre o treinamento matemático Kumon.........................186 
 7.3. Cognição e fatores motivacionais.............................................................192 
 7.4. Psicopatologia e funcionamento social.....................................................196 
8. LIMITAÇÕES DO ESTUDO....................................................................199