Administração de Sistemas de Informação   Cópia
154 pág.

Administração de Sistemas de Informação Cópia


DisciplinaAdminstracao de Sistema de Informaca16 materiais28 seguidores
Pré-visualização43 páginas
Administração 
de Sistemas de 
Informação
1ª edição
2017
Administração 
de Sistemas de 
Informação
3
Palavras do professor
Olá pessoal! 
Bem vindo ao interessante mundo da tecnologia de informações e comu-
nicações (TIC). Iniciaremos nossa viagem estudando os sistemas. Afinal, 
todos nós fazemos parte de um ou mais sistemas, inclusive de informa-
ções, no trabalho, na escola, ou até mesmo em casa. 
Ao longo das unidades vamos conhecer os diversos tipos de sistemas de 
informações e a relação destes com os níveis decisórios da empresa e 
os processos de negócios da organização. Mas para que estes sistemas 
sejam efetivos, é necessário que a implantação do processo de informati-
zação obedeça um planejamento bem elaborado. Abordaremos também 
alguns aspectos jurídicos sobre o uso da informação.
Na Unidade 4serão mostradas as diferenças entre o e-business e e-com-
merce, o comportamento do consumidor online e os diversos modelos de 
negócios pela Internet, bem como as principais considerações a serem 
feitas para a criação de um negócio pela web. Em seguida, na Unidade 
5, abordaremos os principais tipos de sistemas em uso: Enterprise Resour-
ces Planning (ERP), Customer Relationship Management (CRM), Supply Chain 
Management (SCM) e Supplier Relationship Management (SRM) e a importân-
cia do Business Intelligence (BI) nas organizações, assunto que continuare-
mos na unidade seguinte, quando falaremos de Datawarehouse.
Finalmente, faremos uma viagem pelo mundo do conhecimento e ao 
futuro, conceituando a Inteligência Artificial (IA) e mostrando a impor-
tância desta tecnologia para as organizações. Bons estudos!
1
4
Unidade 1
Conceitos Gerais
Para iniciar seus estudos
Nesta unidade você aprenderá os principais conceitos da tecnologia de 
informações e comunicações, e as novas tecnologias, como as redes neu-
rais, que, embora pareçam futuristas demais, logo estarão invadindo nos-
sas casas e escritórios.
Objetivos de Aprendizagem
\u2022 Convidar o aluno a refletir sobre as mudanças organizacionais e os 
novos paradigmas.
\u2022 Transmitir ao aluno conceitos gerais de sistemas e subsistemas, 
com enfoque especial no Sistema Empresa.
\u2022 Conhecer os componentes que fazem parte de um sistema de 
informação. 
\u2022 Apresentar ao aluno a relação através dos tempos entre o homem 
e o conhecimento.
5
Administração de Sistemas de Informação | Unidade 1 -Conceitos Gerais 
1.1 Novos Tempos da Administração
Em menos de 50 anos, no transcorrer do século XX, a grande maioria dos países, incluindo o Brasil, saltou de 
uma economia baseada no setor primário (agricultura) para a economia de serviços. Tomando por exemplo os 
Estados Unidos, cujo setor de serviços no início do século passado participava com menos de 20% na formação 
da riqueza nacional, dominada principalmente pelo setor industrial (40%) e pela agricultura (35%), encerrou o 
século com a predominância dos serviços, com participação de 60% na formação do produto contra menos de 
25% do setor industrial e com um setor agrícola inexpressivo.
Este fenômeno foi acompanhado por profundas alterações no âmbito da empresa e de seus colaboradores. Estas 
modificações foram provocadas em sua grande maioria por profundas mudanças nos paradigmas, aqui enten-
dido como um conjunto de crenças e valores que sustentam uma sociedade, seja ela um país, uma região ou 
uma unidade federativa de uma nação ou uma organização, que tende a possuir uma base própria de verdades 
e valores, embora ligeiramente distinta das demais, o que lhes conferem uma espécie de personalidade própria. 
No campo da administração, estes paradigmas são encontrados principalmente em: 
Paradigma: Modelo, padrão.
Glossário
\u2022 Premissas ou hipóteses, que são explicações que nos possibilitam a entender as organizações e direcio-
nam a maneira de administrá-las;
\u2022 Modelos de administração e organização, que compreendem todas os tipos de ferramentas, neste caso 
entendidos como técnicas e soluções, para a administração das organizações;
\u2022 Contexto (também conhecido como Ambiente) em que a empresa está inserida, formada pela conjuntura 
\u2013 social, econômica, tecnológica, competitiva etc. \u2013 dentro da qual as organizações são administradas.
A mudança de paradigmas em uma sociedade capitalista deve ser constantemente monitorada principalmente 
pelas empresas, já que estas podem representar mudanças profundas nos fatores de competitividade. São inú-
meros os casos em que grandes organizações não perceberam alterações dos padrões e isto se transformou em 
grandes prejuízos e perdas expressivas de mercado. Um destes fatos mais relevantes se passou com a fabricantes 
de computadores americana IBM que, ao final da década de 1970 e boa parte da década seguinte dominava o 
mercado mundial de computadores, onde então prevaleciam os equipamentos de grande porte, os precursores 
dos mainframes. Quando surgiram comercialmente os equipamentos baseados em um único microprocessador, 
os microcomputadores, na segunda metade da década de 1970, a empresa não soube enxergar nestes dispositi-
vos uma possível ameaça à sua hegemonia e ignorou completamente o que viria a ser o grande divisor de águas 
do mercado de equipamentos de processamento de dados. Isto lhe custou uma fatia expressiva do mercado (e 
obviamente dinheiro), pois se inicialmente apenas pequenas e médias empresas se configuraram como usuários 
destes equipamentos, mais tarde, com a criação das redes, muitos usuários de grande porte migraram para este 
segmento.
6
Administração de Sistemas de Informação | Unidade 1 -Conceitos Gerais 
Na verdade, o primeiro microprocessador foi criado em 1971 pela INTEL, o INTEL 4004. 
Porque isto aconteceu? Como em muitos outros setores, os paradigmas da administração são extremamente 
voláteis, estando em constante mutação, que variam em termos da velocidade, permanência e importância da 
mudança. A revolução industrial provocou alterações de grande magnitude, em tempo relativamente curto, que 
influem até hoje nas sociedades atuais. Dentre os paradigmas criados pela Revolução Industrial podemos citar 
os modelos de produção, hábitos de consumo, urbanização, divisão da sociedade e pessoas em classes, novas 
profissões e muitos outros aspectos da sociedade. O século seguinte experimentou outra grande revolução, a 
Digital, que representou a complementação e substituição de certas atividades intelectuais por computadores. 
A globalização, a passagem para a era pós-industrial e a Revolução Digital provocaram a mudança de muitas 
concepções tradicionais. São exemplos destas mudanças a alteração no papel dos chefes (downsizing e empower-
ment), alterações nos fatores de competitividade, a interdependência entre empresas e nações, a administração 
informatizada, a administração voltada para o empreendimento, o foco no cliente, as preocupações com o meio 
ambiente, a qualidade de vida e a emergência do terceiro setor (ONG\u2019s). Os paradigmas tradicionais são baseados 
nos conceitos da Revolução Industrial, ou seja, classe operária numerosa, trabalhador especializado, emprego e 
carreiras estáveis, grandes estruturas organizacionais, ênfase na eficiência e interesse da empresa e acionistas. 
Na esteira da Revolução Digital, as empresas enfrentam os desafios dos novos conceitos e valores adquiridos pela 
sociedade como trabalhadores do setor de serviços, profissionais liberais, grupos de trabalhadores autogeridos 
e polivalentes, desemprego, terceirização, economia informal, empreendedorismo, ênfase na competitividade e 
ética e responsabilidade social, cidadania empresarial.
7
Administração de Sistemas de Informação | Unidade 1 -Conceitos Gerais 
Figura 1.1 Novo Ambiente de Negócios. 
Legenda: A Internet e as redes mundiais de computadores alteraram substancialmente o ambiente de negócios.
Fonte: Wikimedia Commons.
Os grandes responsáveis