A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
A IMPORTÂNCIA E A NECESSIDADE DA LEITURA NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL

Pré-visualização | Página 1 de 4

�PAGE �
�
RESUMO
Este trabalho apresenta informações das principais causas da dificuldade na formação de alunos leitores. Busca-se analisar o papel da leitura em seus diversos aspectos e possibilidades, visto que há a necessidade, por parte de toda a sociedade, de uma maior conscientização e incentivo à leitura. Considerando a leitura uma ferramenta essencial no processo de aprendizagem, buscou-se através de diversos textos, um apoio teórico para esta proposta de trabalho e, também, por uma pesquisa de campo, utilizando-se uma abordagem qualitativa. Essa pesquisa foi realizada com alunos do 6° ano do ensino fundamental, da Escola Estadual São Pedro Ensino Fundamental (EEEF), situada à Rua Andirá, no Bairro Parque Limeira II, na Cidade de Telêmaco Borba, Estado do Paraná. A pesquisa aborda a importância da leitura e a aplicação dela, para um aprendizado mais eficaz, e que o aluno venha perpetuar o habito de ler, ao criar momentos de melhores recursos para que realize o prazer da leitura, juntamente com o desenvolvimento do Conhecimento, pois a leitura ela é fonte de prazer, traz conhecimento e sabedoria.
Palavras-chave: Habito de Ler. Aprendizagem. Experiência.
SUMÁRIO
6INTRODUÇÃO	�
8DESENVOLVIMENTO	�
8Fundamentação Teórica	�
14Material e Métodos	�
15Resultados e Discussão	�
17CONSIDERAÇÕES FINAIS	�
19REFERÊNCIAS	�
�
INTRODUÇÃO
O habito da leitura é essencial na formação do papel do homem neste universo, de sua integração com a vida profissional e pessoal, uma vez que a leitura abre novos horizontes e é possível entender e aprofundar conhecimentos sobre o mundo, efetivando seu papel de cidadão.
O Brasil esta em 59º lugar no teste de leitura do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA). A pesquisa Retratos do Brasil, mostrou que 80% dos jovens, na faixa etária de 11 a 17 anos leem em cumprir tarefas escolares, 44% não leu nenhum livro em um período de três meses (TORMIN, 2017).
Segundo Silva, no Brasil, “as avaliações educacionais apontam para a precária formação de um público leitor e revelam as imensas dificuldades para o sucesso das ações envolvidas na solução do problema.” (2009, p. 1).
Num país que apresenta índices preocupantes, compreender a importância da leitura, configura uma pratica essencial na formação dos indivíduos e a sua inserção na sociedade. 
Todo o processo de aprendizagem requer a adoção de estratégica dinâmica possibilitando aos alunos uma forma diferenciada de conhecer o mundo, para interagir com os aspectos da sociedade, ler, escrever, enfim uma oportunidade para um futuro melhor, possibilitando uma vasta criação de conceitos enriquecida pela experiência de vida. 
O tema escolhido decorreu de assuntos atuais, discutidos por pesquisadores da área. 
Conforme Rampelotto (2017), a leitura além de ser instrumento para a construção do saber em sala de aula, cria um indivíduo crítico-reflexivo, pronto para transformar a sociedade em que vive. 
Os procedimentos metodológicos foram utilizados a pesquisa bibliográfica, buscou como alicerce estudos estritamente teóricos entendido por reflexões e informações sobre o processo de leitura, defendidas por autores que discutem em livros de caráter científico e por pesquisas relevantes ao tema, dessa forma, a pesquisa buscou colaborar com educadores para encontrarem subsídios em atrais à atenção dos alunos para leitura num processo de inclusão das da metodologia a qual se tornou referência nacional para o desenvolvimento de ações das políticas educacionais.
Segundo Dutra (2011), ler é uma das competências mais importantes a ser trabalhado com o aluno, a pratica, da leitura é um ato de envolvimento entre o leitor e o texto, a leitura representa a oportunidade de despertar o censo critico possibilitando ao leitor ampliar suas visões do mundo, enfim, uma oportunidade para um futuro melhor, possibilitando uma vasta criação de conceitos, sonhos, curiosidades e ativa a criatividade enriquecida pela experiência de vida.
De acordo com Freire (1989), a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra e a leitura desta implica a continuidade da leitura daquele. A leitura é associada à forma de ver o mundo. É possível dizer que a leitura é um meio de conhecer.
Este projeto de pesquisa tem por finalidade fornecer aos acadêmicos, profissionais e interessados nas áreas, um referencial teórico, de pesquisa e material, que visa fornecer um conhecimento de forma cientifica ao assunto em questão para um melhor entendimento.
Embora este projeto envolva um acervo de informações, focalizados em alguns aspectos teóricos, em uma linguagem fácil e acessível não deixando de lado as questões técnicas, sem, todavia, restringir o essencial que é a capacidade de pensar, definir situações complexas e diagnosticar soluções e oportunidades criativas e inovadoras. 
A partir do exposto, o trabalho procurou demonstrar como a leitura é importante no aprendizado para formação dos jovens. Tratou de descobrir o porquê dos alunos terem dificuldades na leitura e ao mesmo tempo procurou corrigir as dificuldades do hábito pela leitura.
desenvolvimento
Fundamentação Teórica
O Ato de Ler
A leitura é um instrumento essencial da sociedade, por se fazer presente em nosso cotidiano de uma forma muito intensa, desde o momento em que começamos a compreender o mundo à nossa volta. 
De uma forma intensa a leitura esta relacionada com as nossas atividades diárias, no trabalho, no lazer, na simples lista de compras, na leitura de um bilhete e nas mensagens enviadas pelo celular. 
Pela definição de Carleti (2007), a leitura é o meio mais importante para a aquisição de saberes na formação de um cidadão crítico para atuar na sociedade. O ato de ler é uma forma exemplar de aprendizagem.
A leitura possibilita o fortalecimento de ideias e ações, que permite ampliar conhecimentos e adquirir novos em níveis mais elevados de desempenho cognitivo. A aplicação de conhecimentos gera novas situações, desperta o senso critico, alem de estimular a criatividade, pois possibilita a ascensão da síntese pelos estudos.
Com a, pratica da leitura, a comunicação adquire maior fluência, pois desenvolve a capacidade intelectual do individuo, dinamizando o raciocínio, enriquecendo o vocabulário e a criatividade.
De acordo com Kriegl (2002) ninguém se torna leitor por um ato de obediência, ninguém nasce gostando de leitura. A influência dos adultos como referência é bastante importante na medida em que são vistos lendo ou escrevendo.
São de fundamental importância os indivíduos terem contato com as leituras nos seus primeiros anos de vida, é um processo constante de desenvolvimento de interesses e hábitos que começa no lar, escola e sociedade.
As crianças desenvolvem o habito da leitura através dos exemplos, por isso pais e professores que leem, transferem para as crianças o gosto da leitura. Cardoso e Pelozo (2007) afirmam que nos primeiros anos de escolarização o discente precisa ser incentivado e instigado a ler, de modo que se torne um leitor autônomo e criativo. Portanto, o habito de ler estimula a busca pelo saber, seduzindo o aluno para um despertar do desejo do conhecimento.
Níveis de Leitura
De acordo com os estudos de Martins (1994), a leitura se realiza por três meios: dos sentidos, das emoções e da razão. Cada um representa um nível pelo o qual, se faz a leitura. Porem cada nível de leitura está inter-relacionado com o outro. Dessa forma, a leitura compreende três níveis: a leitura sensorial, a leitura emocional e a leitura racional.
A leitura Sensorial: é a leitura que se faz desde criança e acompanha o individuo por toda a vida. Ou seja, é a leitura que se faz de um livro, a partir da sua cor, ilustrações, cheiros, etc. a qual desperta na criança um prazer singular, porem a postura dos adultos se torna mais inibida e racional diante