A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
83 pág.
Slide Unidade 2

Pré-visualização | Página 5 de 5

R$ 8,00 / Un
Preço de venda R$ 20,00 / Un
 Se a Soneca produzir, por exemplo, 1.000 unidades, seus custos fixos serão de 
R$ 20.000,00 mensais; se a Soneca produzir 500 unidades também; a mesma 
coisa se ela não produzir em determinado período.
Os custos variáveis possuem comportamento diferente. Eles variam conforme a 
produção, ou seja, quanto mais se produzir, mais será consumido. No caso da 
Soneca, vamos imaginar a produção de zero, 100, 500 e 1.200 unidades. 
O comportamento dos custos variáveis será:
Custo variável
Comportamento dos custos variáveis
Travesseiros vendidos Custo variável total
0 un R$ 0
100 un R$ 800
500 un R$ 4.000
1.200 un R$ 9.600
Diferente dos custos fixos, os custos variáveis aumentam proporcionalmente em 
relação à quantidade de itens produzidos e vendidos. Dessa forma, o custo total da 
Soneca é formado pela soma dos custos fixos mais custos variáveis, seguindo as 
quantidades vendidas e produzidas estabelecidas anteriormente, teríamos:
Custo total
Custos totais da Soneca
Travesseiros 
vendidos
Custo 
variável total
Custo fixo Total
0 un R$ 0 R$ 20.000 R$ 20.000
100 un R$ 800 R$ 20.000 R$ 20.800
500 un R$ 4.000 R$ 20.000 R$ 24.000
1.200 un R$ 9.600 R$ 20.000 R$ 29.600
 Graficamente, o comportamento dos custos totais da Soneca é:
Custos fixos + variáveis
Figura 26 – Comportamento do Custo Total
Fonte: Martins (2009, p. 255).
$ Custos
Volume de atividade
Variáveis
Fixos
 O ponto de equilíbrio representa o valor em quantidades produzidas (e vendidas) 
em que as receitas totais se igualam aos custos e despesas totais (fixos e 
variáveis). Daí vem a terminologia “equilíbrio”, ou seja, quando a empresa equilibra 
suas receitas com seus custos e despesas.
 O ponto de equilíbrio também é conhecido por ponto de ruptura (break-even point) 
e nasce do encontro entre os custos e as despesas totais (fixos e variáveis) com 
as receitas totais. 
Nessa situação, o lucro é igual a zero: 
 Receitas totais menos custos (e despesas) totais 
iguais a zero.
Conceito de ponto de equilíbrio
Graficamente, temos:
Conceito de ponto de equilíbrio – gráfico
Figura – Ponto de Equilíbrio
Fonte: adaptado de Martins (2009, 
p. 258).
Receitas
Volume
Prejuízo
PE
Variáveis
Fixos
$
Custos 
e despesas totais
Lucro
Receita
Custos
 Ao acompanhar o gráfico anterior, verificamos que até o ponto de equilíbrio 
(antes), a empresa está tendo mais custos e despesas do que receitas, 
encontrando-se, por isso, na faixa do prejuízo; acima, entra na faixa do lucro. 
Assim, podemos afirmar que esse ponto é definido tanto em unidades (volume) 
quanto em valores monetários, no caso em reais (R$). Considere, por exemplo, uma 
empresa com esta situação:
Conceito de ponto de equilíbrio 
Preço de venda R$ 500 / unidade
Custos e despesas variáveis R$ 350 / unidade
Custos e despesas fixas R$ 600.000 / mês
 Qual será o volume mínimo que essa empresa deveria produzir (e vender) para 
que ela não tenha prejuízo? Em outras palavras, calcule o Ponto de Equilíbrio (PE).
Resolução:
No ponto de equilíbrio, temos que as receitas totais são equivalentes aos custos e às 
despesas totais. Considerando “Q” como quantidade, temos:
Conceito de ponto de equilíbrio 
Receita Total = (Custos Totais + Despesas Totais)
500 Q = (350 Q + 600.000)
500 Q – 350 Q = 600.000
150 Q = 600.000
Q = 4.000 unidades 
Percebam que, neste momento, o conceito de Margem de Contribuição foi utilizado. 
Margem de Contribuição unitária é encontrada pela diferença entre o preço de venda 
e os custos e as despesas variáveis do produto, sendo que $ 500/un. – $ 350/un. = 
$150/un. representa a Margem de Contribuição unitária (MC unit.). Assim, podemos 
calcular o ponto de equilíbrio da seguinte forma:
Conceito de ponto de equilíbrio 
(Custos + Despesas Fixas) 
Margem de Contribuição Unitária
PE =
 Você já deve estar se perguntando: e para encontrar o ponto de equilíbrio em reais 
(R$)?
 Nesse caso, basta multiplicarmos a quantidade em unidades encontrada no 
cálculo do Ponto de Equilíbrio (PE) pelo valor da receita unitária.
Esse cálculo é simples, veja:
Conceito de ponto de equilíbrio 
4.000 un. X $500/un. = $ 2.000.000/mês = PE em Reais
O que representa o ponto de equilíbrio?
a) Representa o valor em quantidades produzidas (e vendidas) em que as receitas 
totais se igualam aos custos e às despesas totais (fixos e variáveis). 
b) Representa a soma dos custos variáveis.
c) Representa os custos fixos menos os custos variáveis.
d) Representa a receita total mais os custos variáveis.
e) Representa a receita total menos os custos fixos.
Interatividade
ATÉ A PRÓXIMA!

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.