A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
71 pág.
Calculo de Andaimes

Pré-visualização | Página 5 de 9

quando for necessário. 
 
O cinto deve ser fixado em lugar seguro, sempre que possível fora do andaime e 
em algum ponto acima do usuário. 
 
( p ) Especificação técnica do Cinto de segurança modelo Pára-Quedista; 
 
Cinturão de segurança modelo pára-quedista para trabalhos em alturas, confeccionado 
emcadarço de poliéster nas cores amarelo ouro e azul, de 50mm de espessura e 
resistência à ruptura por tração de 25KN, com 5 conjuntos de fivelas de 2 partes, 
confeccionadas em aço carbono SAE 1055 temperado e revenido e com tratamento 
superficial fosfatizado e pintado com pintura epóxi preta, para uso de regulagem no 
peito, cintura e coxas, para dar mais segurança mas regulagens leves reguladores de 
aço carbono para evitar o deslizamento do cadarço, leves passadores de plástico 
injetado em nylon 6 especial. 
 
Para evitar a caída dos suspensórios vai um cadarço no peito com ajuste de duas meias 
argolas. 
 
27 
Suporte ao Cliente 
O cinturão possui uma argola dorsal forjada em aço SAE 1045 
normalizado com tratamento superficial zincado a fogo, usada para a 
ancoragem do talabarte, a mesma é encontrada com um regulador 
injetado em nylon 6 especial. Leva engate paratrava- quedas no peito 
confeccionado com o mesmo cadarço de poliéster 
 
 
Possui duas argolas na cintura confeccionadas com o cadarço de poliéster 
com costura especial reforçada em linha de nylon. O cinturão é para ser 
usado em trabalhos em altura, para garantir a segurança dos trabalhadores. 
C.A. do cinto e do talabarte: 12.563 
28 
Talabarte de segurança tipo “Y” , na cor amarela com fita tubular de 
elástico, com 2 mosquetões FH59 - abertura 50mm nas extremidades 
equipado com absorvedor de energia (HL05085). A largura da fita é de 
35mm.O código é HL03259YE. Feito com costuras especiais de Nylon. 
Tem 1,4m de mosquetão a mosquetão. 
Suporte ao Cliente 
 Especificação técnica do Talabarte Y com elástico e absorvedor de energia : 
 
 
O montador de andaime deve utilizar todo o tempo na montagem e desmontagem cinto 
de segurança com talabarte em Y com absorvedor de energia, preso no andaime num 
ponto provisório seguro como por exemplo uma abracadeira, sendo que o talabarte 
devera prender a pessoa pelas costas e estar ancoradas no mínimo na mesma altura do 
anel “D”. 
 
 
Nunca amarrar o talabarte do cinto de segurança em linha de resina, de fibras, 
linhas menores de 6”, eletrodutos e linhas aquecidas, a não ser que autorizado por 
pessoa qualificada em calculo estrutural relacionado a resistência de pontos de 
ancoragem. 
 
 
O comprimento do talabarte deve estar entre 1,00m, a 1,50m. 
 
 
Seguir integralmente recomendações quando ao uso do cinto de segurança modelo 
SP Equipamentos ou similar, padrão Alcoa, constantes no manual de segurança de 
contratadas. 
 
29 
ROHR S.A. Estruturas Tubulares 
ALCOA Alumínio S.A 
Dimensionamento de andaimes 
 
Fundamentos de cálculo de ventos em 
 Andaimes tubulares 
Elaboração:Elaboração:
Engº Javier M. Torrico ( Alcoa Alumínio S.A)
Engº Antonio Dias ( Rohr S.A Estruturas Tubulares)
Edição / Arte :Edição / Arte :
 Anderson P. Lopes. 30 
Suporte ao Cliente 
Características dos acessórios 
31 
Suporte ao Cliente 
2. BRAÇADEIRA FIXA (Normal) 
Características: 
• Peça em aço de mola temperada e 
revenida para prender dois tubos em 
ângulo reto. 
•Padm = 900 Kg trabalho (Escorregamento) 
•Peso = 1,40 Kg 
Elementos de Composição 
32 
Suporte ao Cliente 
3. BRAÇADEIRA GIRATÓRIA 
Características: 
• Peça em aço de mola temperada e 
revenida para prender dois tubos em 
qualquer ângulo entre si. 
•Aço SAE - tratado termicamente 
•  = 1.400 Kg/ cm2 
• Padm = 900 Kg (trabalho) 
• Peso = 1,40 Kg 
Elementos de Composição 
33 
Suporte ao Cliente 
4. LUVA DE UNIÃO 
Características: 
• Peça em aço de mola, forjada, temperado e revenida para 
prender dois tubos em linha reta, ponta a ponta com 2 
parafusos, 2 porcas e uma chapa divisória central. 
•Aço SAE 
• Não resiste a esforço de tração ou flexão 
• Peso = 1,20 Kg 
Elementos de Composição 
34 
Suporte ao Cliente 
6. PLACA DE BASE 
Características: 
• Peça para apoio de tubos com ressalto de centragem 
de aço com 8 x 100 x 150 mm. 
• Aço SAE - tratado termicamente 
 Padm = 3.500 Kg (trabalho) 
•Peso = 1,0 Kg 
 
Elementos de Composição 
35 
Suporte ao Cliente 
 
 
 
 
Vista Transversal 
36 
Suporte ao Cliente 
Andaimes leves expostos á ação do vento 
 
 
 Não se altera a marcha de cálculo para dimensionamento dos andaimes sujeito a 
tais esforços, no entanto devemos observar que a carga nos postes poderá ser 
aumentada dependendo-se do tipo de estaiamento determinado pelo projetista. 
 
 Todos os andaimes sujeito a esforços horizontais, deverão ser verificados, 
independentemente se a relação de estabilidade for de ¼. 
 
 Consideremos a seguir uma estrutura que deverá ser montada em uma área 
externa; não havendo pontos pré-determinados para fixação; com as seguintes 
dimensões: 1,70m x 1,70m 8,50m. 
Planta 
37 
Suporte ao Cliente 
Determinação das forças devidas ao vento 
 
 
 
1º Cálculo da velocidade característica do vento 
 
 
VK = Vo x S1 x S2 x S3 Vo = 35,00 m/s (Isopleta de Poços de Caldas - MG) 
 S1 = 1,00 ( Tabela 1 ) 
 S2 = 0,79 ( Tabela 2 ) 
 S3 = 1,00 ( Tabela 3 ) 
 
VK = 35,00m/s x 1,00 x 0,79 x 1,00 = 27,65m/s 
 
 
2º Cálculo da pressão dinâmica do vento “q”. 
 
 q = VK2 = 27,65m/s2 = 47,78 Kgf/m2 
 16 16 
 
Conforme pré-determinado pelo departamento técnico da “Rohr”, usaremos 
para cálculo no mínimo 60,00 Kgf/m2. 
 
 
3º Cálculo do coeficiente de arrasto “Ca”. 
 
Índice de área exposta : ( máximo : 0,09 ) Tabela 20. 
 
VK.d = 27,65m/s x 0,05m = 1,38m/s2 < 6,00m/s2 => Coeficiente de arrasto 
em fluxo, e subcrítico. 
 
=> Ca = 2,2 Para ventos perpendicular a face. 
=> Ca = 2,3 Para ventos paralelo a diagonal. 
 Considerações 
 
Estrutura composta de tubos e acessórios; com 01 escada 
de acesso e 01 plataforma de trabalho. 
 
- Peso da estrutura  0,660t 
- Peso da plataforma  0,120t 
- Carga de trabalho = 1,70m x 1,70m x 0,150t/m2 = 0,434t. 
- Peso total = 1.214t . 
38 
Suporte ao Cliente 
 Cálculo da força de arrasto “Fa”. 
 
Fa = Ca x q x Ae 
Fa = 2,3 x 60,00 Kgf/m2 x ( 1,70m / cos 45º x 9,70m x 0,09 ) 
Fa = 290,00 Kgf. 
 
 
5º Momento estabilizante. 
 
Me = 1,214t x 0,85m = 1,032t.m 
 
6º Momento de tombamento 
 
Mt = 0,290t x 6,23m = 1.807t.m 
 
 
7º Coeficiente de segurança ao tombamento. 
 
Kt = Me / Mt = 1.032t.m / 1.807t.m = 0,57 < 1,50 => A estrutura deverá ser 
estaiada. 
 
 8º Cálculo de estaiamento. 
 
 
Tirante adotado =  5/16” ( 6 x 7 + AF ) 
 
Atuante nos tirantes = 0,290t / sen 35º = 0,506t. 
 
Carga de ruptura mínima efetiva = 3,350t 
 
Carga de uso = 3,350t / 3 = 1,117t < 0,506t ..................................OK 
 
 
Observação: Usaremos 01 cabo em cada vértice da torre, observando-se que a 
tensão a ser combatida na ancoragem será de 0,506t normal ao cabo. 
 
 
 Notar que o índice de área exposta ao vento é de grande importância para a 
estabilização dos andaimes ( Evite fechamentos ). 
 
Notas: As tabelas referenciadas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.