desafio profissional
2 pág.

desafio profissional

Pré-visualização2 páginas
\ufffd\ufffd
UNIVERSIDADE ANHANGUERA \u2013 UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

\ufffdPAGE \ufffd11\ufffd

\ufffd

PEDAGOGIA
6º SEMESTRE

DESAFIO PROFISSIONAL

DIDÁTICA DO ENSINO DE CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO INCLUSIVA, DIDÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA, EDUCAÇÃO EM AMBIENTES NÃO ESCOLARES, PROJETO DE EXTENSÃO À COMUNIDADE.

OSASCO - SP
 2018
PEDAGOGIA

6º SEMESTRE

DESAFIO PROFISSIONAL

DIDÁTICA DO ENSINO DE CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO INCLUSIVA, DIDÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA, EDUCAÇÃO EM AMBIENTES NÃO ESCOLARES, PROJETO DE EXTENSÃO À COMUNIDADE.

Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão das disciplinas Didática do Ensino de Ciências, Educação Inclusiva, Didática do Ensino da Matemática, Educação em Ambientes não Escolares e Projeto de Extensão à Comunidade.

OSASCO - SP
 2018
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO	4
1. MAPEAMENTO DA TURMA	5

2. A IMPORTÂNCIA DA INTERDISCIPLINARIDADE NA ORGANIZAÇÃO DE ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS QUE MAXIMIZE O PROCESSO DE APRENDIZAGEM	6
3. PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA ENVOLVENDO OS CONTEÚDOS DISCIPLINARES MATEMÁTICA E CIÊNCIAS	8
CONCLUSÃO	11
\ufffdREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS	12

\ufffd
INTRODUÇÃO

Desafio Profissional é estruturar um texto contendo informações. Reconhecendo a importância da interdisciplinaridade e da diversidade nos processos de desenvolvimento e aprendizagem para a melhoria do ensino e do trabalho coletivo e individual dos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental.
Este trabalho tem a construção de um projeto de intervenção pedagógica que priorize o trabalho interdisciplinar e considere as diferenças nos processos de aprendizagem dos alunos de 5º ano do Ensino Fundamental.

MAPEAMENTO DA TURMA

	
Coordenadores do projeto: ELISVANIA, CYNTHIA, JÉSSICA, LUZINETE, QUEILA E ANA

	
Descrição do Perfil da aprendizagem dos alunos nos conteúdos de Ciências e Matemática (quais são as carências nessas áreas, que deveriam ter sido aprendida anteriormente e não foram):
Diante da realidade encontrada (uma turma heterogênea tanto social quanto econômica e culturalmente), ela também observou que havia lá dois alunos com deficiência visual que estavam bastante envolvidos com a turma, mas que se encontravam inseridos na turma sem qualquer trabalho especifico para eles. Ela começou então a buscar informações sobre esses alunos e descobriu que se tratava de dois alunos diagnosticados com baixa visão e, por isso, reconheceu inicialmente que não se tratavam de alunos cegos.

	
Número de alunos: 30
	
Meninos: 17
	
Meninas: 13

	
Descrição do perfil da turma em relação as dificuldades de aprendizagem, especificando os alunos com deficiência visual:
Levantamentos das necessidades de seus alunos a professora resolveu que deveria realizar o trabalho de uma forma envolvente e que abarcasse as principais carências de seus alunos \u2013 os conteúdos de Ciências e Matemática. Não desprezaria as outras disciplinas, mas essas estavam em maior atraso em relação ao restante do trabalho com os alunos e alunas da turma.

	
Descrição do envolvimento familiar na aprendizagem dos alunos e nas atividades da escola:
Uma escola bem conceituada na cidade e que, por isso, diversas famílias buscavam matricular seus filhos lá. Pais muito participativos e comprometidos com o aprendizado dos filhos.

A Importância da Interdisciplinaridade na Organização de Estratégias Pedagógicas que Maximize o Processo de Aprendizagem

O Ensino Fundamental, considerando as disposições constantes na Lei n. 9.394/1996, indica que a prática docente deve ser pautada pela intencionalidade de permitir que o educando desenvolva sua a capacidade de intervir ativamente na realidade em que está inserido, vivenciando sua cidadania. Essa condição é realçada em seu artigo 2º, ao dispor que a educação escolar objetiva, entre outros fatores, o seu \u201c[...] preparo para o exercício da cidadania\u201d (BRASIL, 1996, p. 2).
A formação do aluno para o exercício da cidadania, no Ensino Fundamental, possibilita que este possa, desde o início da sua vida escolar, conviver com a noção de que é cidadão, possuindo direitos e deveres instituídos pela legislação. Para Sobral (2000, p. 6), a educação escolar, desde o Ensino Fundamental, passa a ser considerada como \u201c[...] promotora de cidadania social\u201d.
O trabalho interdisciplinar garante maior interação entre os alunos, destes com os professores, sem falar na experiência e no convívio grupal. Partindo deste princípio é importante, ainda, repensar essa metodologia como uma forma de promover a união escolar em torno do objetivo comum de formação de indivíduos sociais. Neste aspecto a função da interdisciplinaridade é apresentar aos alunos possibilidades diferentes de olhar um mesmo fato.
No desenvolvimento de atividades interdisciplinares o aluno não constrói sozinho o conhecimento, mas sim em conjunto com outros e tendo a figura do professor como uma orientação, um norte a ser seguido. Conforme Fazenda (2008) existe cinco princípios relacionados a essa pratica: humildade, espera, respeito, coerência e desapego.

Esses princípios são a base para o sucesso da interdisciplinaridade na sala de aula, uma vez que para alcançar os resultados esperados com atividades em grupo é importante que todos sejam humildes ao demonstrar seus conhecimentos e técnicas; saibam o momento propício para falar e ouvir; respeitem os outros; sejam coerentes quanto ao que dizem e fazem e pratiquem o desapego do conhecimento, não achando que são mais nem menos que os outros alunos.
Segundo Piaget, a interdisciplinaridade seria uma forma de se chegar à transdisciplinar idade, etapa que não ficaria na interação e reciprocidade entre as ciências, mas alcançaria um estágio onde não haveria mais fronteiras entre as disciplinas.

Pois bem, atualmente a interdisciplinaridade tem sido abraçada por grande parte dos educadores, visto que tal postura garante a construção do conhecimento de maneira global, rompendo com as fronteiras das disciplinas, pois apenas a integração dos conteúdos não seria satisfatório. Geralmente aplicada já nas séries iniciais do Ensino Fundamental, os professores devem incentivar os alunos a construírem relações entre os diferentes conteúdos presentes nas diversas disciplinas do currículo.
É de suma importância levar em conta no momento da avaliação de um projeto didático, as aprendizagens realizadas pelos alunos durante a realização desse. Um projeto é definido como satisfatório com base nas aprendizagens que proporciona aos seus alunos, não pela qualidade pontual de seu produto final.
A ação pedagógica através da interdisciplinaridade propicia a construção de uma escola participativa e decisiva na formação social do indivíduo, bem como uma prática coletiva e solidária na organização da escola. Um projeto interdisciplinar de educação deverá ser marcado por uma visão geral da educação, num sentido progressista e libertador.
No contexto educacional atual em que as políticas públicas apontam para a educação como direito de todos e, portanto, as diferenças como fundamentais na relação pedagógica, reconhecendo-se a inclusão como elemento integrador, se faz necessário discutir e promover reflexões sobre a interdisciplinaridade, uma vez que a mesma visa garantir a construção de um conhecimento globalizante, rompendo com as fronteiras das disciplinas.

A ação pedagógica, através da interdisciplinaridade, aponta para a construção de uma escola participativa e decisiva na formação do sujeito social, norteada por um trabalho coletivo e solidário, marcada por uma visão geral da educação num sentido progressista e libertador.
A lei 9394/96 promulga que a Educação Especial deve ser ofertada, preferencialmente, na rede regular de ensino para os alunos com necessidades especiais. Contudo, a inclusão educacional vai muito além de integrar o aluno em uma escola regular, implica no reconhecimento