Questão 1
4 pág.

Questão 1

Disciplina:Administração e Gestão: Conceitos e Aplicações131 materiais70 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Questão 1/5
(Adaptado IDECAN- DETRAN/RO- 2014) Para Gonçalves (1997), o atual desenho organizacional das empresas força os administradores a redistribuir os recursos humanos ao longo dos processos, formar parcerias e até mesmo redes de empresas, pois nem todos os recursos necessários encontram-se dentro de uma organização. As empresas agora funcionam com quadro de pessoal mais enxuto, menor numero de níveis hierárquicos, terceirizações e uso de desenho organizacional baseado nos processos, redistribuição das tarefas e novas formas de estrutura organizacional. Uma das novas formas de flexibilização organizacional é o empoderamento dos colaboradores.
Para distribuir níveis adequados de autoridade e responsabilidade por toda a organização, torna-se necessário fortalecer todos os seus membros. São fatores que propiciam o empoderamento das pessoas, EXCETO:
	
	A
	Recompensar as pessoas

	
	B
	Proporcionar informação

	
	C
	Desenvolver Competências

	
	D
	Concentrar Responsabilidades
Você acertou!
Concentrar responsabilidades não é um fator de empoderamento dos funcionários, pois atende ao principio de pensamento mecanicista, onde o nível hierárquico era predominante nas relações trabalhistas. Para Chiavenato (2004), empowerment ou empoderamento é fortalecer o papel das equipes e dos indivíduos ao atribuir-lhes responsabilidade sobre suas decisões, ações e autoridade. Para Adami (2014), significa ceder a alguém o poder e Long (1999) confirma declarando que é a permissão para que outras pessoas assumam as responsabilidades, recompensas e riscos das próprias decisões.

Questão 2/5
(CESGRANRIO/IBGE/2014) Geralmente os autores neoclássicos da administração dedicam um ou mais capítulos de seus trabalhos à questão do grau de descentralização administrativa de uma organização.
Quando se analisam as vantagens e as desvantagens da descentralização conclui-se que, em estruturas descentralizadas:
	
	A
	As decisões, por um lado, são tomadas mais lentamente pelos executores da ação, mas, por outro lado, pode haver falta de informação e de coordenação entre os departamentos envolvidos.

	
	B
	A pequena participação no processo decisório promove baixa motivação entre os administradores médios e risco da subojetivação: os administradores podem defender mais os objetivos departamentais do que os empresariais.

	
	C
	Um clima de competitividade negativa se forma dentro da organização, já que as pessoas se comparam e são avaliadas com base em resultados, e o controle e tratamento uniformizado de problemas são difíceis.

	
	D
	 A qualidade das decisões pode melhorar, à medida que seu volume e complexidade se reduzem, mas as políticas e os procedimentos podem variar enormemente nos diversos departamentos.
Você acertou!
Vantagens da Descentralização: A descentralização permite que as decisões sejam tomadas pelas unidades situadas nos níveis mais baixos da organização, proporcionando um considerável aumento de eficiência. As vantagens que a descentralização pode proporcionar são: 1.  Os gerentes ficam mais próximos do ponto onde se devem tomar as decisões. A descentralização corta os atrasos nas decisões causadas pelas consultas à matriz ou aos supervisores distantes. As pessoas que vivem os problemas são as mais indicadas para resolvê-los no local, economizando tempo e dinheiro; 2.  Aumenta a eficiência e motivação, aproveitando melhor o tempo e amplidão dos funcionários, evitando que fujam à responsabilidade, por ser mais fácil recorrer à matriz ou ao chefe; 3.  Melhora a qualidade das decisões à medida que seu volume e complexidade se reduzem, aliviando os chefes principais do excesso de trabalho decisório. Os altos funcionários podem concentrar-se nas decisões de maior importância, deixando as menores decisões para os níveis mais baixos; 4.  Reduz a quantidade de papel do pessoal dos escritórios centrais e os gastos receptivos. Além disso, ganha-se tempo: toma-se na hora uma decisão que levaria vários dias para ser comunicada; 5.  Permite a formação de executivos locais ou regionais mais motivados e mais conscientes dos seus resultados operacionais. A estrutura descentralizada produz gerentes gerais em vez de simples especialistas.
Desvantagens da Descentralização:  A descentralização tem suas limitações e traz certas desvantagens, a saber: 1.  Falta de uniformidade das decisões; 2.  Insuficiente aproveitamento dos especialistas; 3.  Falta de equipe apropriada ou de funcionários no campo de atividades.   

Questão 3/5
Dentre as vantagens para a instituição, destaca-se o comprometimento dos funcionários, que é alcançado com uma gestão mais participativa. Sobre a Administração Participativa, considere:
I. É uma das ideias mais antigas da administração e tem suas raízes no Japão.

II. É considerada um dos novos paradigmas da administração, já que esse modelo de gestão integra as práticas mais avançadas nas relações de trabalho.
III. O diferencial desse modelo está em integrar os princípios de participação em um modelo estratégico de gestão articulado e considerado legítimo para toda a organização.

IV. Esse modelo exige flexibilidade da alta administração para permitir acesso às informações necessárias para que se possa tomar a decisão mais adequada possível.
Está correto o que se afirma APENAS em:
	
	A
	II, III e IV.
Você acertou!
A administração participativa é uma filosofia ou política de administração de pessoas, que teve origem há mais de 2000 anos na Grécia, com a Democracia. Essa filosofia valoriza a capacidade de tomar decisões e resolver problemas, aprimorando a satisfação e a motivação no trabalho, contribuindo para o melhor desempenho e para a competitividade das organizações.
Esse método permite a manifestação dos funcionários em relação ao processo de administração da empresa de forma organizada e responsável, sempre contribuindo com suas experiências e conhecimentos, buscando sempre agregar mais valores às funções e pessoas dos quais participa.
Administrar de forma participativa consiste em compartilhar as decisões que afetam a empresa, não apenas com funcionários, mas também com clientes ou usuários, fornecedores, e eventualmente distribuidores da organização. A meta da administração participativa é construir uma organização participativa em todas as interfaces.
No modelo participativo, predominam a liderança, a disciplina e a autonomia. Nas organizações que adotam esse modelo, as pessoas são responsáveis por seu próprio comportamento e desempenho.

	
	B
	I e II.

	
	C
	I, II e IV.

	
	D
	I e IV.

	
	E
	II e IV.

Questão 4/5
Os grupos de funcionários da mesma área, que se encontram com frequência semanal ou mensal a fim de discutir e recomendar soluções para os problemas de trabalho, constituem as(os):
	
	A
	equipes de trabalho.

	
	B
	equipes de solução de problemas.

	
	C
	grupos gerenciais.

	
	D
	círculos de qualidade.
Você acertou!
Os Círculos de Qualidade são grupos formais, com 6 a 8 colaboradores. Reúnem-se regularmente durante o tempo de trabalho (pelo menos uma vez por mês) e são coordenados por pessoas competentes (geralmente designados como facilitadores) com conhecimentos em relações industriais, em fatores humanos, qualificados na identificação de problemas, recolha de informação, análise estatística e concepção de soluções.

	
	E
	grupos de trabalho.

Questão 5/5
O envolvimento do funcionário pode ser definido como um processo participativo que utiliza a competência total dos funcionários e se destina a encorajar o maior comprometimento com o sucesso da organização. É envolver os trabalhadores nas decisões que os afetam e aumentar sua autonomia e controle sobre sua vida profissional, assim se tornarão mais motivados, mais comprometidos com a organização, mais produtivos e mais satisfeitos com seus trabalhos. O programa de envolvimento do funcionário onde os subordinados compartilham um grau significativo de poder de tomada de decisão com seus superiores imediatos é do tipo?