A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
84 pág.
Avaliando RESPIRATÓRIA muitas questões

Pré-visualização | Página 1 de 26

1a Questão (Ref.:201511701345)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Durante a realização da medida da PEmáx na manovacuometria, é necessário que o avaliador realize uma leve compressão nas bochechas do paciente no momento da expiração forçada
PORQUE
Esse procedimento evita que o aparelho meça as pressões intratorácicas geradas pela contração da musculatura expiratória e não as pressões da cavidade oral
 
		
	 
	As duas afirmativas são verdadeiras e a segunda justifica a primeira
	
	As duas afirmativas são falsas
	
	A primeira afirmativa é verdadeira e a segunda é falsa
	
	A primeira afirmativa é falsa e a segunda é verdadeira
	
	As duas afirmativas são verdadeiras e a segunda não tem relação com a primeira
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201510913202)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	O padrão respiratório fornece informações sobre o tipo e a gravidade da doença respiratória.
Relacione os padrões e características. 1. Apneia; 2. Kussmaul; 3. Cheyne-Stokes; 4. Ataxica; 5. Apneustica.
( ) Prolongada.
( ) Rápida e profunda, com ventilação minuto alta.
( ) Ausência de respiração.
( ) Inadequadas, incoordenadas e superficiais.
( ) Irregular, ciclos profundos que progressivamente se tornam superficiais.
		
	
	2, 3, 1, 5 e 4.
	 
	5, 2, 1, 4 e 3.
	
	4, 5, 2, 3 e 1.
	
	3, 4, 1, 2 e 5.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201511554750)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Durante a avaliação de um paciente com comprometimentos respiratório, a ausculta pulmonar é um dos métodos utilizados pelo fisioterapeuta. Com relação a mesma, marque a alternativa incorreta:
		
	
	A presença de sibilos pode indicar broncoconstrição causada pela asma.
	 
	Não gera risco de contaminação entre os pacientes.
	
	Deve ser realizada com o tórax despido para não alterar a percepção dos sons.
	
	Deve ser realizada antes e depois de cada atendimento fisioterapêutico.
	
	Serve para observar o murmúrio vesicular e presença ou ausência de ruídos adventícios.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201511705454)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	As alternativas abaixo caracterizam justificativas para o aumento na ventilação pulmonar durante o esforço físico, EXCETO:
		
	 
	Aumento na temperatura tecidual.
	
	Aumento na concentração sérica de dióxido de carbono.
	 
	Diminuição da pressão arterial.
	
	Aumento no pH tecidual.
	
	Diminuição na pressão parcial de oxigênio nos tecidos.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201511930004)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	É correto afirmar:
		
	
	A capacidade residual funcional e o volume residual podem ser medidos com um espirômetro simples.
	
	A capacidade pulmonar total é a soma de todos os volumes e capacidade, exceto a capacidade residual funcional.
	 
	O gás que permanece no pulmão após uma expiração máxima é o volume residual.
	
	A capacidade residual funcional é o volume exalado do pulmão quando se realiza uma inspiração profunda seguida de expiração máxima.
	
	A capacidade vital é a soma do volume corrente com o volume residual.
	
	1a Questão (Ref.:201511472595)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	Alguns equipamentos favorecem achados objetivos relacionados à avaliação respiratória. De acordo com a utilização desses instrumentos, deverão ser considerados os seguintes aspectos: I - O peak flow é um aparelho utilizado para diagnóstico e controle da asma. Ele mede o pico de fluxo expiratório; II - Para realização da medida da PImax o paciente deverá realizar uma inspiração profunda até a CPT (capacidade pulmonar total) e em seguida uma expiração máxima até a VR (volume residual), com o orifício de oclusão fechado, mantendo por 2 segundos a força sustentada; III - A acurácia da medida da saturação periférica da hemoglobina em oxigênio (SpO2) na oximetria de pulso apresenta uma variação de 3%, ou seja, se a SpO2 do paciente estiver 95% no oxímetro de pulso, a SaO2 que é medida por meio da gasometria (método invasivo) pode estar até 92%. Estão corretas as seguintes afirmativas:
		
	 
	I e II
	 
	I e III
	
	III, apenas
	
	I, apenas
	
	II e III
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201511561261)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A inspeção é um procedimento de avaliação no qual o fisioterapeuta utiliza o sentido da visão para avaliação. Na avaliação em fisioterapia respiratória, só não pode ser realizada na inspeção:
		
	
	A detecção de cicatrizes, abaulamentos e retrações no tórax superior, que compromete a biomecânica respiratória e interfere na expansão pulmonar.
	
	A observação de cianose e tiragens intercostais em casos de hipoxemia e uso exacerbado da musculatura acessória da respiração.
	
	Avaliação do tipo de tórax do paciente, podendo ser em tonel, pectus escavatum, pectus carinatum, plano, assimétrico, cifoescoliótico.
	
	A avaliação do ritmo respiratório do paciente, que em casos não fisiológicos pode apresentar-se em padrão paradoxal.
	 
	A cirtometria estática, que possibilita a avaliação de expansibilidade torácica, geralmente diminuída no hemitórax com pneumotórax.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201511061436)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Um jovem de 28 anos, atleta, não tabagista, ao contrair os músculos ventilatórios gerou uma redução na pressão pleural (Ppl) o que, consequentemente, também promoveu uma redução da pressão alveolar (Palv), fazendo com que esta se tornasse menor que a pressão atmosférica, promovendo então, a entrada de ar nos pulmões. Assinale a alternativa correta que corresponde respectivamente à fase do ciclo respiratório em que este jovem se encontra e o que ocorre com o volume pulmonar nesta situação.
		
	
	Aumento do volume pulmonar e inspiração
	
	Inspiração e redução do volume pulmonar
	
	Aumento do volume pulmonar e Expiração
	 
	Inspiração e aumento do volume pulmonar
	
	Expiração e redução do volume pulmonar
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201511897341)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Um paciente do sexo masculino de 74 anos de idade está internado na enfermaria de uma unidade hospitalar, no terceiro dia de pós-operatório de uma cirurgia abdominal. Apresenta-se consciente, orientado e colaborativo. Mantém-se eupneico em ar ambiente, com saturação de hemoglobina em 96%, hemodinamicamente estável. A radiografia de tórax revelou arco aórtico proeminente e área de atelectasias laminares na base do hemitórax esquerdo. A ausculta pulmonar revela diminuição discreta do murmúrio vesicular nas bases, sem ruídos adventícios. Considerando que as complicações respiratórias são responsáveis por aproximadamente 40% dos óbitos que ocorrem em pacientes com idade superior a 65 anos com alterações da função pulmonar após procedimento cirúrgico, a terapêutica adequada para o atendimento desse paciente deverá ser a:
		
	
	aplicação de manobras torácicas de desobstrução brônquica
	
	utilização da cinesioterapia passiva dos membros superiores e inferiores
	 
	utilização das técnicas de reexpansão pulmonar.
	
	aplicação de técnica de desobstrução das vias aéreas superiores
	
	utilização de técnicas de fortalecimento muscular
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201511864966)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Os pulmões são constituídos por tecidos que resistem a distensão, dificultando a entrada de ar. Quais são os componentes desse tecido responsáveis por essa propriedade?
		
	
	Troponina e Tropomiosina
	
	Fibrina e Queratina
	
	Distrofina e Pectina
	 
	Colágeno e Elastina
	
	Actina e Miosina
	
	
	1a Questão (Ref.:201510914229)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Sabe-se que a pressão positiva expiratória final (PEEP) consiste em um recurso terapêutico a ser utilizado pelo fisioterapeuta quando se quer manter as vias aéreas expandidas ou recrutar alvéolos. No ambiente ambulatorial ou na enfermaria, pode ser utilizada sob a forma de CPAP (pressão positiva