Revisão de Psicologia do desenvolvimento - envelhecimento
7 pág.

Revisão de Psicologia do desenvolvimento - envelhecimento


DisciplinaPsicologia do Desenvolvimento1.687 materiais9.785 seguidores
Pré-visualização2 páginas
e encorajamento). 
Assim, ao atribuir certas obrigações ao idoso como, ir buscar o neto na escola, 
contribui para a reversão do colapso de competência. 
Auxiliando eficazmente na intervenção de problemas familiares, pois há 
a conscientização dos membros sobre o ciclo que é o espiral do colapso de 
competência que não atinge só ao idoso, mas todos os envolvidos. 
 
 
 
 
 
 
 Psicologia do Desenvolvimento 
- adolescência, adulto e envelhecimento 
 
 
TEORIA DO DESENGAJAMENTO 
 Micro/macrossocial \u2013 1ª geração (funcionalismo estrutural). 
 
É uma teoria que tenta explicar o processo de envelhecer e as 
mudanças nas relações entre o indivíduo e a sociedade. Envolve os aspectos 
sociais e psicológicos do envelhecer. 
Desengajamento = Afastamento da funcionalidade (sociedade abre 
espaço para os mais jovens e eficientes e, prepara o idoso para o término da 
sua vida \u2013 morte). Mutualidade (mais jovens se afastam dos mais velhos e 
ambos concordam). Inevitabilidade (desengajamento natural e espontâneo, 
natural o decréscimo nas interações sociais). Universalidade (sistema para 
manter-se funcionando necessita do desengajamento dos idosos). 
 Limitações da teoria: 
 O idoso é visto como agente passivo do sistema social, examinando o 
processo de envelhecer apenas pela perspectiva das necessidades e 
requisitos sociais. 
 Criada e é sustentada para desencorajar intervenções que auxiliariam o 
idoso a se integrar numa sociedade tecnológica e de rápidas mudanças 
 A teoria tentou resolver o dualismo entre pessoa e ambiente, afirmando 
que as exigências biológicas e sociais entram em declínio na terceira 
idade, produzindo uma homogeneidade de estilos de vida. 
 Cláusula de escape: Sabemos que há idosos que não se desengajam; 
para os autores desta teoria, trata-se de uma elite biológica e social. 
 Negação de variáveis diversas, pois o envelhecimento é um termo 
amplo, de inúmeras facetas, entre elas as psicológicas, biológicas e 
sociais, sendo assim, somente duas variáveis \u201cenvelhecimento e 
desengajamento\u201d são insuficientes e obscurecem diversos aspectos que 
o processo aborda.