Currículos, Programas e Projetos. contextualizada
3 pág.

Currículos, Programas e Projetos. contextualizada

Pré-visualização1 página
Centro Universitário Maurício de Nassau 
 Curso Pedagogia
Disciplina Currículos, Programas e Projetos.
Professor: Charles Gomes Martins.
Tutora: Ana Paula Mendes 
Aluna: Daniele Cristine da Silva Ferreira 
Avaliação On-Line 6 (AOL 6) - Atividade Contextualizada
Avaliação On-Line 6 (AOL 6) - Atividade Contextualizada
Olá, querido (a) aluno (a)!
Bem-vindo (a) à nossa atividade contextualizada!
Leia o trecho a seguir:
Como foi visto durante o estudo da disciplina Currículo, Programas e Projetos Pedagógicos, principalmente na unidade 3, tudo é orientado com base nas diretrizes regidas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais e que, cabe a cada região, através das secretarias dos seus municípios, adaptar e orientar suas escolas municipais, capacitando e desenvolvendo seus diretores, professores e educadores.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais servem como estímulo à igualdade de direitos do cidadão e, ao contrário do que muitos profissionais pensam, eles não foram feitos para deixar estática a forma de ensinar ou oferecer limites aos professores.
Entre suas principais funções, está a de embasar a revisão dos conteúdos dos currículos, a forma como são aplicadas as disciplinas, como os alunos entendem e quais as dificuldades na assimilação das disciplinas, discutir o porquê de uns alunos terem mais facilidade no aprendizado do que outros, levar essas discussões para os pais dos alunos, entre outras funções.
Agora, em até 30 linhas, pesquise e discorra sobre os questionamentos a seguir: 
Você acha que os municípios brasileiros atuam de maneira ativa e constante, conforme os Parâmetros Curriculares Nacionais, para a qualidade do ensino?
Pesquise sobre como isto é avaliado e acompanhado pela secretaria de educação da sua cidade, resumindo, com suas palavras, o resultado desta pesquisa. Pode citar ainda, caso prefira, algum projeto pedagógico de alguma escola do seu bairro ou município. 
Todas as atividades escolares devem estar embasadas nas diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais, os PCNs, estas diretrizes orientam as normas fundamentais para cada disciplina admitindo ainda, o ajuste para cada realidade escolar ajudando os professores e toda a comunidade escolar no desenvolvimento de atividades coerentes para os alunos. Porém, os PCNs não abordam unicamente a questão dos conteúdos mais também discutem temas relevantes da aprendizagem. Mesmo não sendo obrigatórios, os PCNs servem como base norteadora e uma referência para atuar melhor na elaboração de objetivos, conteúdos e didática do ensino.
Nos últimos anos, a maioria dos municípios tem se voltado a criar planos municipais de educação, assim como das federações e o próprio Estado brasileiro, são nesses planos que os PCNs são discutidos e redigidos visando adequá-los e adaptá-los às peculiaridades locais.
Podemos dizer que na escola os PCNs funcionam como uma ferramenta que ajuda a guiar todas as ações dentro de uma disciplina. Neles, podemos identificar inclusive a identidade política e pedagógica da escola. Política porque envolve todo o papel da escola na formação de cidadãos e pedagógica porque orientam o trabalho do professor.
Mesmo assim, ainda é comum encontrarmos escolas onde os PCNs cumprem apenas meras formalidades legais apresentadas no Projeto Político Pedagógico (PPP), e mesmo não se sabe informar efetivamente de que forma ele é aplicado, avaliado e acompanhado, seja dentro da própria escola, seja pela própria secretaria de educação.
Ao pedir para ver o PPP de duas escolas de municípios diferentes da Região Metropolitana do Recife em Pernambuco, percebi duas realidades diferentes. Na escola Eronides Francisco Soares, considerada escola modelo da prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o PPP ainda esta em fase de construção segundo a gestão, não há ainda uma \u201cobrigação\u201d em aprovar sua coerência didática e aplicação pela secretaria de educação. Os PCNs são informados através de livros e capacitações semanais para os professores de Português e Matemática da rede. A gestão, inclusive, não queria que esta informação não fosse divulgada, ressaltou ainda que o PPP estará pronto em breve.
No município de Camaragibe a escola 19 de Abril, segundo a gestora Vandisa Quadros, acompanha as diretrizes dispostas nos PCNs através não só da formação, mais também de propostas previstas no PPP que é revisado anualmente pela prefeitura para dar um parecer sobre o andamento da vida escola. Fato esse destacado pela gestora para o melhor desempenho no Ideb da sua rede municipal.
Por fim é notório que, embora não obrigatórios, a aplicação ativa dos PCNs são fundamentais para a melhoria da qualidade de ensino nos ambiente escolar contribuindo para a democratização da educação e ampliando o conhecimento em cada disciplina. E que o compromisso da comunidade escolar com essas diretrizes é muito relevante para a uma educação voltada para pratica da cidadania, pois permite a participação e acompanha o desenvolvimento das atividades ao longo do ano letivo.
http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file http://www.escolas.inf.br/pe/cabo-de-santo-agostinho