A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Pré projeto Pesquisa 6 periodo

Pré-visualização | Página 2 de 2

Quais práticas deveriam ser adotadas pelos professores e instituição para minimizar esses acontecimentos?
O começo de atitudes para minimizar esses acontecimentos seria capacitação dos profissionais da aérea, eles precisam aprender a distinguir e saber como intervir quando os casos de bullying chegam a ser explícitos e visíveis a todos para que não passe por um acontecimento sem muita importância e seja deixado de lado depois de uma suposta correção no momento. Segundo Fante (2011):
“A prevenção ao bullying deve começar pela capacitação dos profissionais de educação, a fim de que saibam identificar, distinguir e diagnosticar o fenômeno, bem como conhecer as respectivas estratégias de intervenção e de prevenção hoje disponíveis. (FANTE, 2011. P.92)
O diálogo é algo muito importante, as crianças, adolescentes que passam por essa situação precisam se sentir seguras em conversar com os pais ou professores quando estiverem passando por algum problema de bullying ou qualquer outro tipo de problema que as atormentem. Precisam entender que omitir esses casos e os devidos agressores não vai fazer com que essas práticas acabem de uma hora para outra ou não vá mais acontecer com outras pessoas. A confiança e um dialogo aberto deve ser uma das primeiras atitudes tomadas pelas escolas, professores e pais para que esses mal possa ser identificado e tratado. De acordo com o autor:
Há três formas de se tratar a violência, e nela inclui-se o bullying, dentro das escolas: a repressiva, que propõe a busca a instâncias penais, abandonando o processo pedagógico; a patológica, que atua sobre a violência com olhar clínico e a do diálogo, que trata a violência como algo a ser combatido com conversas, como um conteúdo pedagógico (TAVARES-DOS-SANTOS; MACHADO, 2010). 
Foi tirado daqui: file:///C:/Users/hacas/Downloads/27701-146246-1-PB.pdf 
A escola precisa ter um ambiente agradável para que os alunos possam interagir e trabalhos para prevenção sejam efetivados, como palestras, rodas de conversa, dinâmicas em grupos, atividades que envolvam participação entre todas as salas da escola, essas atitudes devem ser rotina no ambiente escolar. 
http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/9351/1/PDF%20-%20JOSEANE%20ANDR%C3%89%20DE%20LIMA.pdf
http://www.novamerica.org.br/medh2/arquivos/dicas.pdf
https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/5277/3/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20de%20Mestrado%20Clara%20Vieira.pdf (a partir da pág. 38)
http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2016/2016_pdp_gestao_unespar-paranagua_marcorobertschmitz.pdf
https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/administracao/violencia-escolar-bullying-papel-familia-escola.htm ( artigo com informações interessantes).
https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/136467/frick_lt_dr_prud.pdf?sequence=3 (a partir da pág 53 até a 98)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.