Questionário de Psicopatologia - Dalgalarrondo Cap-10
2 pág.

Questionário de Psicopatologia - Dalgalarrondo Cap-10


DisciplinaPsicopatologia6.351 materiais105.420 seguidores
Pré-visualização1 página
1 
QUESTIONÁRIO DE PSICOPATOLOGIA \u2013 CAP 10 
DO LIVRO: PSICOPATOLOGIA E SEMIOLOGIA DOS TRANSTORNOS MENTAIS 
 
1. Estabeleça a diferença entre as três acepções possíveis, em língua portuguesa, para a 
definição da palavra \u201cconsciência\u201d. 
 
\uf0e8 De acordo com a língua portuguesa, \u201cconsciência\u201d aparece em três concepções diferentes. A saber: 
 
\uf0b7 Pela definição neuropsicológica, consciência emprega o termo no sentido do estado de vigília (estar 
desperto, acordado, vígil, lúcido); 
\uf0b7 Pela definição psicológica, consciência é conceituada como a soma total das \u201cexperiências conscientes\u201d de 
um indivíduo em determinado momento. É a capacidade de o indivíduo entrar em contato com a realidade, 
perceber e conhecer os seus objetos; e 
\uf0b7 Pela definição ético-filosófica, consciência refere-se à capacidade de tomar ciência dos deveres éticos e 
assumir as responsabilidades, os direitos e os deveres concernentes à ética. É utilizada mais 
freqüentemente no campo da ética, da filosofia, do direito ou da teologia. 
 
Obs: Nessas três definições, é possível ver que a palavra consciência sempre se refere a ser no estado ativo, acordado, 
consciente das informações e pensamentos, estando o individuo sempre a par do que acontece a seu redor, poder também 
determinar fatos e acontecimentos, sabendo discernir o certo do errado. 
 
2. Quais as diferenças entre sono REM e o não-REM. Que estágio ocorre durante o sono N-REM? 
 
\uf0e8 O sono REM é dessincronizado, com movimentos oculares rápidos e conjugados; tem duração média está 
entre 20 a 25% do tempo total de sono. Não é um sono leve, tampouco profundo como no 4º estágio do sono 
NREM, mas é um tipo de sono qualitativamente diferente. Caracteriza-se pela instabilidade no \u201cSNA Simpático\u201d, 
com desestabilização das freqüências cardíaca e respiratória, da pressão arterial, do débito cardíaco e do fluxo 
sangüíneo cerebral. Há um relaxamento muscular profundo e generalizado, interrompido esporadicamente por 
contrações de pequenos grupos musculares, como os músculos dos olhos, além de irregularidade nas 
freqüências cardíaca e respiratória e da pressão sangüínea. Ocorrem ereções penianas totais e/ou parciais. É 
onde ocorre a grande parte dos sonhos e se for despertado nessa fase, lembrará do que estava sonhando. Já no 
sono NREM ele é sincronizado, sem movimentos oculares rápidos. Caracteriza-se pela atividade elétrica cerebral 
síncrona, com elementos eletrencefalográficos próprios. Há uma diminuição da atividade do \u201cSNA Simpático\u201d e 
aumento relativo do tônus do parassimpático, permanecendo vários parâmetros fisiológicos estáveis em um nível 
de funcionamento mínimo, tais como as freqüências cardíacas e respiratórias, a pressão arterial, o débito 
cardíaco e os movimentos intestinais. 
 
\uf0e8 O sono NREM é subdividido em 4 estágios: o primeiro estágio é o sono leve (superficial), o segundo estágio é 
menos leve, o terceiro estágio é mais profundo e o último estágio é o mais profundo de todos. Este último é o 
mais difícil de ser despertado, podendo o indivíduo apresentar-se confuso ao ser acordado de forma forçada. 
 
3. Cite e caracterize os graus de rebaixamento da consciência. 
 
\uf0e8 Os graus de rebaixamento da consciência, que são: 
 
\uf0d8 A obnubilação ou turvação da consciência: é alteração da consciência em grau leve a moderado, parecendo 
o indivíduo estar sonolento ou desperto, com lentidão da compreensão e dificuldade de concentração. 
 
\uf0d8 O sopor: é alteração da consciência em grau marcante de turvação da consciência (sempre sonolento), no 
qual o paciente pode ser despertado apenas por estímulo enérgico, sobretudo de natureza dolorosa. 
 
\uf0d8 O coma: é alteração da consciência em grau mais profundo, não havendo qualquer atividade voluntária 
consciente. Aqui, são divididos em quatro graus de intensidade: semicoma, coma superficial, coma profundo 
e coma dépassé. 
 
4. Quais são as principais características do delirium? 
 
\uf0e8 As principais características do Delirium são: o rebaixamento leve a moderado do nível de consciência (perda 
a consciência de si), acompanhados de desorientação temporoespacial (desorientação em relação ao tempo, dia, 
hora), dificuldade de concentração (dificuldade em se concentrar numa única ação), perplexidade (admiração), 
ansiedade em graus variáveis (nervosismo sem aparência), agitação (não consegue fixar em um lugar) ou 
lentificação psicomotora (movimentos corporais lentos), discurso ilógico (fala sem sentido) e confuso e ilusões 
e/ou alucinações (ver coisas e seres inexistentes), quase sempre visuais. 
 
2 
5. Descreva a diferença entre delirium e delírio. 
 
\uf0e8 DELIRIUM é o quadro sindrômico (deficiente) causado por alteração do nível de consciência (rebaixamento), 
em pacientes com distúrbios cerebrais agudos. 
 
\uf0e8 DELÍRIO é a idéia delirante (cativante); alteração do juízo de realidade encontrada principalmente em 
psicóticos esquizofrênicos. 
 
Obs: O indivíduo no estado de Delirium está completamente for a de si, mas no indivíduo com Delírio ainda tem a noção das 
coisas, está sem alteração na consciência. 
 
6. Cite e caracterize as alterações qualitativas da consciência. 
 
\uf0e8 Rebaixamento Qualitativo da Consciência: Acontece quando uma parte do campo da consciência está 
preservada (normal) e a outra parte, alterada. Os neurologistas tendem a denominar tais alterações de distúrbios 
focais ou do conteúdo da consciência, enquanto os psiquiatras as definem como alterações qualitativas da 
consciência. É composta pelas seguintes alterações: 
 
\uf0d8 Estado crepuscular: 
\uf0d8 Estado segundo: 
\uf0d8 Dissociação da consciência: 
\uf0d8 Transe: 
\uf0d8 Estado hipnótico: 
\uf0d8 Experiência de quase-morte (EQM): 
 
7. Quais as características mais freqüentes da experiência de quase-morte? 
 
\uf0e8 As características mais freqüentes são: a sensação de paz, a de estar fora do próprio corpo, a de estar 
rodeado por uma luz intensa, a de estar em \u201coutro mundo\u201d, a sensações de \u201cunião cósmica\u201d, a de ter atingido um 
\u201cponto de não-retorno\u201d, a de alegria intensa, a de \u201ccompreensão imediata\u201d e a de contato com uma \u201centidade 
mística\u201d.