A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
97 pág.
ANÁLISE DA ICONOGRAFIA EM VASILHAS

Pré-visualização | Página 1 de 22

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR 
NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS 
CURSO DE ARQUEOLOGIA 
 
 
 
 
 
ANÁLISE DA ICONOGRAFIA EM VASILHAS 
CERÂMICAS DA SUBTRADIÇÃO JATUARANA NO 
ALTO RIO MADEIRA EM RONDÔNIA 
 
 
 
 
 
Odair José Petri Vassoler 
 
 
 
Porto velho 
30 de Julho de 2014 
 
 
ANÁLISE DA ICONOGRAFIA EM VASILHAS CERÂMICAS 
DA SUBTRADIÇÃO JATUARANA NO ALTO RIO MADEIRA 
EM RONDÔNIA 
 
 
 
 
 
 
Odair José Petri Vassoler 
 
 
 
 
Monografia apresentada no Curso de Arqueologia da Universidade 
Federal de Rondônia para a obtenção do título de Bacharel em 
Arqueologia. 
 
 
 
 
 Orientador(a): Drª. Silvana Zuse 
 
 
 
 
Porto velho 
30 de Julho de 2014 
 
 
Universidade Federal de Rondônia - UNIR 
Núcleo de Ciências Humanas 
Curso de Arqueologia 
 
 
A Comissão Examinadora, abaixo assinada, aprova a Monografia: 
 
ANÁLISE DA ICONOGRAFIA EM VASILHAS CERÂMICAS DA 
SUBTRADIÇÃO JATUARANA NO ALTO RIO MADEIRA EM 
RONDÔNIA 
 
Elaborada por: 
 
Odair José Petri Vassoler 
 
Como requisito parcial para obtenção do título de bacharel no curso de Arqueologia 
 
 
Comissão Examinadora: 
 
 
Profª. Drª. Silvana Zuse (Orientadora) – UNIR 
(Presidente/Orientador) 
 
 
Prof. Me. Carlos Augusto Zimpel Neto - UNIR 
 
 
Prof. Dr. Eduardo Bespalez - UNIR 
 
 
 
 
Porto Velho, 30 de Julho de 2014 
4 
 
DEDICATÓRIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dedico este trabalho a todos os membros de minha 
família, em especial ao meu pai Elias (in memoriam) e à 
minha mãe Maria Nerly. 
 
5 
 
AGRADECIMENTOS 
 
 
 Agradeço imensamente à minha família que sempre me apoiou nas minhas 
decisões, principalmente nesta minha segunda graduação. Agradeço aos meus professores 
do curso de Arqueologia, um grupo bem seleto, em especial ao Carlos, à Valéria e ao André 
(in memoriam) por terem sido fortes e persistentes em todas as dificuldades decorrentes da 
estruturação e consolidação do curso. 
 Agradeço a participação, a parceria e a conivência de todos os meus colegas do 
curso em geral, desde os que permaneceram e mesmo os que descobriram a sua real 
vocação e não estão mais conosco. Em especial aos colegas da minha turma, agradeço a 
garra, a coragem, a persistência, a alegria e a originalidade de cada um de vocês. 
 Obrigado Professor Carlos Zimpel por ter sido temporariamente meu orientador. 
Obrigado Professora Silvana Zuse por ter aceitado ser a minha orientadora neste trabalho 
de conclusão de curso. À Michelle Tizuka, obrigado por ter me auxiliado neste trabalho, por 
ter me facilitado a acessibilidade ao material arqueológico e por ter me ensinado a entender 
os mistérios do Corel Draw. À Juliana Santi por me auxiliar na confecção dos mapas dos 
sítios. Ao Pedro Pedroza pelo auxílio no Abstract. Ao Renato Kipnis por ter permitido que o 
material arqueológico que está aos cuidados da Scientia Consultoria pudesse ter sido 
analisado. Ao Francisco, à Karleny, ao Edileno, ao Renatinho e aos outros colegas que 
trabalham na Scientia e que me ajudaram na minha pesquisa. À Laura Nisinga por seu 
generoso palpite. Ao Igor pela disponibilização de um motivo. À anfisbena malhada que 
apareceu no antigo pavilhão do curso de Arqueologia. À Andrielly por ter-me explicado a 
diferença entre uma anfisbena e uma cobra cega (um bom augúrio?). A todos que mesmo 
não tendo ligação direta com o curso de Arqueologia ou à instituição Unir, nos auxiliaram e 
apoiaram em diversos momentos e foram parceiros e amigos essenciais para a formação do 
curso. 
 Sou grato também por mais irracional que seja às boas surpresas, às coincidências, 
às causalidades e casualidades que de alguma maneira, natural ou não, foram alento e 
sinal, e que nos ajudaram e nos orientaram nesta caminhada. Não se explica o inexplicável! 
 
 
6 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
“Eis, portanto, um oleiro que amassa laboriosamente a 
terra mole, e forma diversos objetos para nosso uso, 
mas da mesma argila faz vasos destinados a fins 
nobres e outros, indiferentemente, para usos opostos. 
Para qual destes usos cada vaso será aplicado? O 
oleiro será o juiz.” (Sabedoria 15, 7) 
 
“uma panela de barro (...) ser considerada um ser, que 
nasce, vive e morre, assim como os seres humanos, 
que também precisam ser fabricados e embelezados 
para se apresentarem de maneira correta aos membros 
de sua sociedade e às entidades sobrenaturais.” (Lúcia 
Houssak van Velthem – A Pele de Tuluperê) 
7 
 
RESUMO 
 
Os motivos e os padrões decorativos da iconografia dos artefatos cerâmicos são atributos 
importantes que podem fornecer informações, da mesma forma que os atributos 
morfológicos e tecnológicos abordados no estudo da cultura material. Foi buscado nesta 
pesquisa descrever e entender a variabilidade dos motivos iconográficos presentes nos 
vasilhames cerâmicos da Subtradição Jatuarana, encontrados nos sítios arqueológicos da 
área do Alto Rio Madeira. Foram selecionados os motivos iconográficos de artefatos 
cerâmicos de cinco sítios arqueológicos localizados entre a cachoeira de Santo Antônio, nas 
proximidades da cidade de Porto Velho, e a cachoeira de Morrinhos, na localidade 
homônima, sendo eles o Sítio Morro dos Macacos I, Sítio Ilha de Santo Antônio, Sítio 
Coração, Sítio Brejo e Sítio Boa Vista. 
Palavras Chaves: Cerâmica; Tradição Polícroma Amazônica; Subtradição Jatuarana; Alto 
Rio Madeira. 
 
 
ABSTRACT 
 
The motifs and decorative patterns of the iconography of ceramic artifacts are important 
attributes that may provide information in the same way that the morphological and 
technological attributes in the study of material culture. Was sought in this study to describe 
and understand the variability of iconographic motifs present in ceramic containers of sub-
tradition Jatuarana found in archaeological sites from the Upper Madeira River area. 
iconographics motifs of ceramic artifacts from five archaeological sites between the Santo 
Antônio waterfall, near at Porto Velho city and the Morrinhos waterfall in the homonymous 
locality and they are: Site "Morro dos Macacos" I, Site "Ilha de Santo Antônio", Site 
“Coração”, Site “Brejo” and Site "Boa Vista". 
Key Words: Ceramics; Amazonic Polychrome tradition; Jatuarana sub-tradition; Upper 
Madeira River. 
 
8 
 
SUMÁRIO 
 
ÍNDICE DE MAPAS .................................................................................................... 9 
ÍNDICE DE FIGURAS ................................................................................................. 9 
ÍNDICE DE TABELAS .............................................................................................. 10 
1. INTRODUÇÃO ................................................................................................... 11 
2. TRADIÇÃO POLÍCROMA DA AMAZÔNIA – SUBTRADIÇÃO JATUARANA NO 
ALTO RIO MADEIRA ............................................................................................... 13 
3. DEFINIÇÃO DOS APORTES TEÓRICOS E METODOLÓGICOS ..................... 20 
3.1. Aportes Teóricos ........................................................................................... 20 
3.2. Metodologias de análise iconográfica em cerâmica arqueológica ........ 28 
3.3. Amostras analisadas ..................................................................................... 31 
3.3.1. Sítio Ilha de Santo Antônio ....................................................................