Livro FIO CRUZ VOL 2 - Conceitos e métodos para formação de profissionais em laboratoriais em saúde
254 pág.

Livro FIO CRUZ VOL 2 - Conceitos e métodos para formação de profissionais em laboratoriais em saúde


DisciplinaAdministração Hospitalar83 materiais1.099 seguidores
Pré-visualização46 páginas
| 1
Conceitos e Métodos para a Formação de Técni-
cos em Laboratórios de Saúde
2 | Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ
Presidente
Paulo Ernani Gadelha Vieira
ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO
Diretora
Isabel Brasil Pereira
Vice-diretor de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico
Maurício Monken
Vice-diretora de Ensino e Informação
Márcia Valéria Morosini
Vice-diretor de Gestão e Desenvolvimento Institucional
Sergio Munck
INSTITUTO OSWALDO CRUZ
Diretora
Tânia Cremonini Araújo Jorge
Vice-diretora de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação
Mariza Gonçalves Morgado
Vice-diretora de Ensino, Informação e Comunicação
Helene dos Santos Barbosa
Vice-diretora de Serviços de Referência e Coleções Científicas
Elizabeth Ferreira Rangel
Vice-diretor de Desenvolvimento Institucional e Gestão
Christian Maurice Gabriel Niel
 | 3
Conceitos e Métodos para a Formação de Técnicos
em Laboratórios de Saúde
Volume 2
ORGANIZADORAS
Etelcia Moraes Molinaro
Luzia Fátima Gonçalves Caputo
Maria Regina Reis Amendoeira
4 | Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde
Copyright © 2010 dos autores
Todos os direitos desta edição reservados à
Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/Fundação Oswaldo Cruz
Conselho Editorial
Drª. Ana Luzia Lauria Filgueiras
Drª. Fátima Conceição Silva
Dr. Herman Schatzmayr
Drª. Léa Camillo-Coura
Drª. Lycia de Brito Gitirana
Dra. Marcia Ferrão
Dr. Marco Antonio Ferreira da Costa
Drª. Margareth Maria de Carvalho Queiroz
Drª. Maria Regina Reis Amendoeira
Dr. Otílio Machado Pereira Bastos
Capa
Zé Luiz Fonseca
Projeto Gráfico e Editoração
Marcelo Paixão
Fotos
Rodrigo Mexas
Maria Eveline Castro Pereira
Moyses Gomes Marcelino
Desenhos
Newton Marinho da Costa Júnior
Revisão
Luciana Duarte
João Sette Camara
Secretária Executiva da Coleção
Josane Ferreira Filho
 M722c Molinaro, Etelcia Moraes
 Conceitos e métodos para a formação de profissionais em laboratórios
 de saúde: volume 2 / Organização de Etelcia Moraes Molinaro, Luzia
 Fátima Gonçalves Caputo e Maria Regina Reis Amendoeira. - Rio de
 Janeiro: EPSJV; IOC, 2010.
 290 p. : il. , tab.
 ISBN: 978-85-98768-41-0
 1. Técnicas e Procedimentos de Laboratório.2. Pessoal de Laboratório.
 3. Laboratórios. 4. Formação de Técnicos. 5. Saúde e Educação. I. Título.
 II. Caputo, Luzia Fátima Gonçalves. III. Amendoeira, Maria Regina Reis.
 CDD 542.1
Catalogação na fonte
Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Biblioteca Emília Bustamante
 | 5
AutoresAutoresAutoresAutoresAutores
Anna Christina Rosa Guimarães
Tecnóloga em Processos Químicos Industriais, Técnica em Saúde Pública do Instituto Na-
cional de Controle de Qualidade em Saúde/INCQS/Fiocruz.
Daniel Santos de Souza
Biólogo, Especialista em Políticas Públicas em Saúde, Mestrando em Saúde Pública
pela Escola Nacional de Saúde Pública/ENSP/Fiocruz, Técnico em Saúde Pública da
Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/EPSJV/Fiocruz. (Egresso do Curso Téc-
nico de Laboratório de Biodiagnóstico em Saúde/Escola Politécnica de Saúde Joaquim
Venâncio/EPSJV/Fiocruz).
Emanuele Amorim Alves
Farmacêutica industrial, Especialista em Perícia Criminal pela Universidade Castelo Bran-
co, Mestranda em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ, Técnica
em Saúde pública da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/EPSJV/Fiocruz.
Ester Maria Mota
Bióloga, Doutora em Biologia Parasitária pela Fundação Oswaldo Cruz. Pesquisadora
Associada do Laboratório de Patologia do Instituto Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz.
Helene Santos Barbosa
Bióloga, Especialista em Protozoologia pelo Bernhard Nocht Institut da Alemanha, Dou-
tora em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz. Pesquisadora Titular
do Laboratório de Biologia Estrutural do Instituto Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz.
6 | Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde
Leandro Medrado
Biólogo, Especialista em Educação Profissional pela Escola Politécnica de Saúde Joa-
quim Venâncio/EPSJV/Fiocruz. Mestrando em Educação Profissional em Saúde pela
EPSJV/Fiocruz. Técnico em Saúde Pública da EPSJV/Fiocruz (Egresso do Curso Técni-
co de Laboratório de Bodiagnóstico em Saúde/Escola Politécnica de Saúde Joaquim
Venâncio/EPSJV/Fiocruz)
Luzia Fátima Gonçalves Caputo
Bióloga, Tecnologista em Saúde Sênior do Instituto Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz. (Egressa
do Curso Técnico de Pesquisa em Biologia Parasitária/Instituto Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz,
1984)
Lycia de Brito Gitirana
Bióloga, Mestre em Histologia e Embriologia pela Universidade Federal do Rio de Janei-
ro/UFRJ, Doutora em Biologia pela University of Heidelberg. Professora Associada II do
Instituto de Ciências Biomédicas/ICB/UFRJ.
Pedro Paulo de Abreu Manso
Biólogo, Mestre em Ciências pelo programa de Biologia Celular e Molecular do Instituto
Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz. Tecnologista em Saúde Pública do IOC/Fiocruz. (Egresso do
Curso Técnico de Histologia da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/EPSJV/
Fiocruz)
Suzana Côrte-Real
Bióloga, Doutora em Patologia pela Universidade Federal Fluminense e Especialista em
Microscopia Eletrônica pelo Instituto Pasteur Lyon – França. Pesquisadora Titular III do
Laboratório de Biologia Estrutural do Instituto Oswaldo Cruz/IOC/Fiocruz.
 | 7
SumárioSumárioSumárioSumárioSumário
Prefácio 9
Apresentação 13
“Um sonho quase realizado” 15
Capítulo 1. Biologia celular e ultraestrutura 19
Capítulo 2. Histologia 43
Capítulo 3. Técnicas histológicas 89
Capítulo 4. Técnicas citológicas 189
Capítulo 5. Cultivo celular 215
8 | Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde
 | 9
PREFÁCIOPREFÁCIOPREFÁCIOPREFÁCIOPREFÁCIO
O Chico Trombone costumava me dizer:
– Isso eu sei fazer, dr. Luiz Fernando, aprendi com Joaquim Venâncio.
E era com orgulho que se referia a seu mestre.
Vimos, portanto, que a formação de técnicos já vem dos tempos de
Oswaldo. É claro que não era institucionalizada como hoje. Eram outros
tempos.
Joaquim Venâncio nasceu na fazenda Bela Vista, em Minas Gerais. Era
a fazenda da mãe de Carlos Chagas, pai. Em 1916, veio trabalhar no Instituto
Oswaldo Cruz. Veio e deu certo. O dr. Lutz teria dito certa vez:
– Não troco o Venâncio por nenhum doutor de Oxford ou de
Cambridge.
Se não disse, pensou.
Eficiência nos processos de seleção de pessoal? Competência do
serviço de recursos humanos? Evidentemente que não. Não havia nada
disso nessa época. As coisas eram muito mais simples, e davam certo. Veio
porque era amigo do velho Carlos Chagas. Amigos de infância. Brincaram
juntos na fazenda.
Quando Joaquim Venâncio faleceu, em 27 de agosto de 1955, teve
seu necrológio publicado na Revista Brasileira de Biologia. Lugar de ne-
10 | Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde
crológio de cientista famoso. Cito textual: “Joaquim Venâncio conseguiu,
durante cerca de 35 anos que trabalhou ativamente, aprender zoologia
que conhecia de modo invejável. Como decorrência das contingências da
vida, não teve oportunidade de instruir-se, mas sua mentalidade era de um
homem culto. Pela convivência com o dr. Lutz, pela observação direta do
que via nas excursões e no laboratório, adquiriu conhecimento detalhado
de vários grupos zoológicos, principalmente anfíbios, moluscos fluviais e
trematódeos. Chegou a conhecer muito bem os anfíbios e, com grande
facilidade, os classificava nas excursões