VA_Tecnologias_da_Informacao_e_Comunicacao_Aula_04_Tema_04_Impressao
10 pág.

VA_Tecnologias_da_Informacao_e_Comunicacao_Aula_04_Tema_04_Impressao


DisciplinaTecnologia da Informação e Comunicação2.605 materiais16.013 seguidores
Pré-visualização1 página
07/11/2013
1
Tema 4: Tecnologia como mediação
da informação
Profª.Maria Clotilde Bastos
Objetivos
\u2022 O que é \u201cracionalidade instrumental\u201d?
\u2022 O que significa tomar a instrumentalidade como
mediação?
\u2022 Quais as críticas sobre o
uso da automação e das
novas tecnologias usada
para desqualificar o
trabalhador?
Racionalidade instrumental
\u2022 As TIC fazem parte de um corpo de
instrumentos criados para a satisfação das
necessidades humanas desenvolvido no âmbito
da sociedade capitalista.
\u2022 Há grande
desenvolvimento das
forças produtivas sem que
isso signifique autonomia
dos seres humanos
(VELOSO, 2012).
07/11/2013
2
Racionalidade instrumental
\u2022 A razão instrumental encontra-se subordinada
ao alcance de fins particulares e resultados
imediatos [...] sendo marcada pela
impossibilidade de
reflexão crítica e redução
da objetivação humana a
mera técnica. (VELOSO,
2012).
Racionalidade instrumental
\u2022 Busca a máxima eficiência sem o
questionamento no tratamento dos recursos
utilizados sejam humanos, naturais, de tempo...
\u2022 A visão predominante é
utilitarista.
\u2022 O êxito é medido pelo
retorno econômico dos
resultados.
Racionalidade instrumental
\u2022 A racionalidade instrumental, caracteriza-se,,
pela relação entre meios e fins. Ela só diz
respeito aos critérios de eficácia na escolha dos
meios para atingir os fins, sejam eles quais
forem.
07/11/2013
3
Racionalidade instrumental
\u2022 A razão instrumental pode encontrar suporte em
posturas que reduzem as profissões a técnicas
[...]o que acaba por secundarizar os fins ético-
políticos em relação ao procedimento técnico.
A tecnologia como mediação
\u2022 Esse potencial deve estar direcionado para a
realização de projetos profissionais em que
priorizem os interesses de usuários das políticas
sociais e de segmentos populares.
A tecnologia como mediação
\u2022 Tomar as TIC como mediação é tomá-las como
meio para implementar projetos que signifiquem
atos conscientes de intervenção no mundo.
\u2022 Não se trata de mera
\u201cponte\u201d uma vez que no
âmbito da racionalidade
instrumental a tecnologia
é descolada dos objetivos
que se persegue.
07/11/2013
4
Tecnologia e cotidiano profissional
\u2022 O cotidiano é o espaço de intervenção
profissional e para a concretização de projetos
profissionais. Isso é relevante em face os
impactos que a cotidianidade tem para o
trabalho. (VELOSO, 2012).
\u2022 Na vida cotidiana aplica-
se certo pragmatismo na
solução dos problemas
enfrentados.
Tecnologia e cotidiano profissional
\u2022 Assim, em situações imediatas o que objetiva é
produzir respostas que demonstrem resultados
adequados.
\u2022 Não é nessa situação,
portanto que os
indivíduos ultrapassam a
dimensão da
singularidade.
07/11/2013
5
Tecnologia e cotidiano profissional
\u2022 O indivíduo supera a dimensão da singularidade,
quando preocupa com questões menos
imediatas e menos instrumentais.
\u2022 Ocorre que isso não
significa uma ruptura
com o cotidiano, ao
contrário estabelece uma
relação com ele.
Tecnologia e cotidiano profissional
\u2022 Nesse processo, o indivíduo retoma as
atividades cotidianas de uma forma diferente,
com designa Veloso (2012) pois alcançou a
consciência humano-genérica.
Tecnologia e cotidiano profissional
\u2022 O indivíduo supera a dimensão da singularidade,
quando preocupa com questões menos
imediatas e menos instrumentais.
\u2022 Por isso o profissional
precisa buscar momentos
de reflexão e
distanciamento, como
forma de evitar o
pragmatismo.
07/11/2013
6
Os desafios da atuação profissional
\u2022 Não se trata de desconsiderar as necessidades
colocadas pelo imediato no desenvolvimento da
ação profissional. O problema é não ultrapassar
os limites das possibilidades de intervenção.
\u2022 Outro aspecto diz
respeito a visão negativa
em relação ao cotidiano
profissional.
Os desafios da atuação profissional
\u2022 Ao se atribuir ao cotidiano a condição de
obstáculo significa, fechar os olhos para as
possibilidades de intervenção sobre o objeto da
atuação profissional.
\u2022 Por meio da reflexão
constante o profissional
poderá entender as
determinações presente
em seu cotidiano de
trabalho.
Os desafios da atuação profissional
\u2022 Veloso (2012) destaca que partindo do cotidiano
profissional é que se deve abordar e promover o
uso das TIC, para que se tornem
potencializadores do trabalho.
\u2022 Criando condições não só
para a melhoria do
exercício profissional,
mas também para a
reflexão sobre este.
07/11/2013
7
Atividade 1
\u2022 Marque (V) verdadeiro e (F) falso, para as
alternativas abaixo.
\u2022 Segundo Guerra (2000), os níveis de abordagem
em que se percebe prevalência da razão
instrumental são:
\u2022 ( ) No que diz respeito à sua pontecialidade ao
projeto reformista da burguesia (reformar
conservando).
\u2022 ( ) No que se refere à sua peculiaridade
operatória.
07/11/2013
8
\u2022 ( ) No aspecto instrumental-operativo das
respostas profissionais (ou nível de competência
requerido)
\u2022 ( ) Frente às demandas das classes, donde
advém a legitimidade da profissão.
Atividade 2
\u2022 No desafio de não sucumbir à razão instrumental,
qual a concepção apresentada por Guerra (2000)
e citada por Veloso(20120)?
07/11/2013
9
Conclusão
\u2022 A racionalidade instrumental está vinculada aos
fins e resultados imediatos, independente da
forma como se dispõe dos recursos.
\u2022 Atende aos interesses do
modelo capitalista uma
vez que impossibilita ao
trabalhador refletir
criticamente a sociedade.
Conclusão
\u2022 Nessa perspectiva a competência profissional
fica reduzida ao domínio do instrumental
técnico, atendendo ao projeto capitalista.
Conclusão
\u2022 São dois os níveis de abordagem. Um remete à
sua condição de instrumento de controle e
manutenção da produção material.
\u2022 Outro em que a ação do
sujeito não permite
alcançar o entendimento
das finalidades
particulares para as
finalidades da sociedade.
07/11/2013
10
Conclusão
\u2022 A alternativa à racionalidade instrumental, deve
ser a instrumentalidade como mediação, na qual
é possível apreenderas singularidades da
intervenção profissional.
\u2022 Nessa perspectiva há o
reconhecimento dos
determinantes históricos
sobre as ações
profissionais.
Conclusão
\u2022 É pensar nos valores subjacentes à ação,
ultrapassando a visão de bom uso da técnica e
instrumentos.
\u2022 É assim que Veloso(2012)
indica a necessidade de
repensar a
instrumentalidade
reconhecendo a importância
dos instrumentos de
trabalho, não a partir deles.
Conclusão
\u2022 Mas deve ser pensada nos objetivos que se
pretende alcançar e nos melhores meios a
serem empregados.
\u2022 Para isso é importante a contínua reflexão, para
que o profissional possa ultrapassar as questões
coditianas.