questao social e servico socia GABARITO
15 pág.

questao social e servico socia GABARITO


DisciplinaQuestao Social e Serviço Social250 materiais624 seguidores
Pré-visualização4 páginas
das
A
Gabarito
utoatividades
QUESTÃO SOCIAL E 
SERVIÇO SOCIAL
Centro Universitário Leonardo da Vinci
Rodovia , nº .BR 470 Km 71, 1 040
Bairro Benedito - CEP 89130-000
I daialn - Santa Catarina - 47 3281-9000
Elaboração:
Revisão, Diagramação e Produção:
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
2018
Prof.ª Cristiana Montibeller
3UNIASSELVI
NEAD
GABARITO DAS AUTOATIVIDADES
Q
U
E
S
T
Ã
O
 
S
O
C
I
A
L
 
E
 
S
E
R
V
I
Ç
O
 
S
O
C
I
A
L
GABARITO DAS AUTOATIVIDADES DE
QUESTÃO SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL
Centro Universitário Leonardo da Vinci
Rodovia , nº .BR 470 Km 71, 1 040
Bairro Benedito - CEP 89130-000
I daialn - Santa Catarina - 47 3281-9000
Elaboração:
Revisão, Diagramação e Produção:
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
2018
UNIDADE 1
TÓPICO 1
1 Conforme o estudo desta primeira unidade descreva como foram 
desenvolvidas na Antiguidade as práticas de assistência ao outro.
R.: Antes do desenvolvimento do capitalismo foram desenvolvidas diversas 
práticas de \u201cajuda\u201d, \u201cproteção\u201d e/ou \u201cassistência\u201d ao próximo, designados na 
época como \u201cnecessitados\u201d, \u201cviajantes\u201d, \u201cindigentes\u201d, \u201cdoentes\u201d, \u201cdesvalidos\u201d, 
\u201cabandonados\u201d, \u201córfãos\u201d, \u201ccarentes\u201d, \u201cpobres\u201d, assim eram conceituados 
os que estavam em situação diferente e de desvantagem dos demais e 
que precisavam de alguma forma de ajuda, proteção, apoio ou cura. Na 
Antiguidade era comum ações assistencialistas ou clientelistas, como 
doações, práticas em forma de favor, boa vontade com fundamento em 
princípios cristãos, assim com a intenção de justar práticas de auxílio e 
apoio aos aflitos, doentes e pobres, diversos grupos filantrópicos e religiosos 
começaram a se organizar, dando origem às diversas instituições de caridade 
sob ordem e fundamento da Igreja Católica. Durante longo período da história, 
especificamente durante a Idade Média, não se discutia a \u201cquestão social\u201d, 
muito menos suas expressões na sociedade, e a assistência ficava relegada 
ao campo da filantropia. 
2	 Que	influência	teve	a	religião	na	consolidação	da	prática	da	assistência	
no	contexto	social,	especificamente	na	Europa	e	América	Latina?
R.: Ao longo da história o Cristianismo passou por diversas fases, a partir 
do ano 313, e com o declínio do império romano, eclodiu por toda a Europa, 
tornando-se a religião oficial, sendo a igreja católica apostólica romana o 
poder absoluto no período medieval exercendo forte influência em todas as 
práticas sociais, educacionais, políticas e econômicas na época do feudalismo. 
A igreja católica apostólica romana foi o grande poder que emergiu das 
cinzas do Império Romano, em torno do qual se ergueu o mundo medieval, 
que foi caracterizado como a Idade das Trevas, por causa de sua imposição 
dogmática e incontestável por toda Europa. Por isso, até hoje utilizam-se 
ainda muitos termos como: ajuda, caridade, auxílio, doação, dentre outros, 
4 GABARITO DAS AUTOATIVIDADES UNIASSELVI
NEAD
Q
U
E
S
T
Ã
O
 
S
O
C
I
A
L
 
E
 
S
E
R
V
I
Ç
O
 
S
O
C
I
A
L
assim confundem-se muito os termos ligados ao Serviço Social, aos serviços 
sociais, à assistência social. Constatamos a influência da religião católica 
na América Latina e na sociedade brasileira e especificamente no serviço 
social, como por exemplo no Brasil, o Serviço Social foi criado em 1936, a 
partir das iniciativas dos grandes líderes da Igreja Católica, inspirados na 
Doutrina Social da Igreja. 
TÓPICO 2
1		 Qual	 é	 a	 diferença	 entre	 os	 termos	 liberalismo	e	 neoliberalismo	
econômico?
R.: Na realidade não existe muita diferença na prática, mas certa continuidade 
de doutrina política econômica, avanços, metamorfoses de ideias, ideologias e 
ações socioeconômicas na perspectiva de contribuir com o sistema capitalista, 
sua concretização, desenvolvimento, progresso e manutenção de dominação 
e exploração. O liberalismo, como primeira doutrina da política econômica 
do capitalismo, criticava a intervenção estatal na economia e idealizava uma 
economia dirigida pelo jogo livre da oferta e da procura, chamado de laissez-
faire (deixai fazer) como se existisse algo invisível que iria conduzir da melhor 
forma a economia e a sociedade. O trabalho nesta concepção era considerado 
como a verdadeira riqueza das nações e o sistema econômico deveria ser 
dirigido pela livre iniciativa dos empreendedores, burgueses, capitalistas. Com 
a evolução do liberalismo e do capitalismo surgiu um novo termo, chamado 
de neoliberalismo, sendo uma adaptação da doutrina às novas condições do 
capitalismo a partir de 1938, quando a liberdade econômica das empresas e 
as leis de mercado se tornam indiscutíveis e a função do Estado foi manter o 
equilíbrio dos preços com políticas anti-inflacionárias e cambiais, bem como 
apaziguar os conflitos sociais por meio de políticas sociais de bem-estar social.
2 Descreva algumas características do capitalismo, antes e depois da 
globalização.
R.: Existem diversas características do capitalismo em seu próprio 
desenvolvimento, enfatizando o antes e o depois da globalização, como 
por exemplo, antes do capitalismo se consolidar de fato, o trabalho humano 
estava focado no mundo agrário sendo que, na Idade Média o feudalismo era 
considerado o sistema econômico da época e teve que ceder espaço para o 
capitalismo. Assim, em seu estado inicial, existia a agricultura e a empresa 
familiar e o surgimento da burguesia; antes da globalização emergiram 
inúmeras revoluções sociais e os movimentos sociais se consolidavam na 
5UNIASSELVI
NEAD
GABARITO DAS AUTOATIVIDADES
Q
U
E
S
T
Ã
O
 
S
O
C
I
A
L
 
E
 
S
E
R
V
I
Ç
O
 
S
O
C
I
A
L
luta por melhores condições de vida e direitos sociais; a questão social e 
suas expressões eram designadas como problemas ou disfunções sociais; 
a pobreza era considerada como carência ou déficit individual. 
Já no capitalismo, durante e depois da globalização, da Idade Moderna 
à Contemporânea, o trabalho se fundamentou na questão urbana, assim, 
a substituição das ferramentas pelas máquinas ajudaram a consolidar a 
globalização do capitalismo; surgiram inúmeras empresas multinacionais 
fazendo emergir grandes blocos financeiros; ocorreu a mundialização da 
economia; os movimentos sociais e revoluções perderem força; a questão 
social e suas expressões multifacetadas foram consideradas oriundas do 
modo do sistema capitalista em suas complexidades, bem como a pobreza 
consequência da desigualdade social. Surgiram novas expressões da questão 
social, novas complexidades sociais, novas formas de enfrentamentos.
TÓPICO 3
1		 De	acordo	com	o	estudo	realizado,	como	surgiu	a	preocupação	com	
o	social?
R.: Antes do desenvolvimento do capitalismo foram desenvolvidas diversas 
práticas de \u201cajuda\u201d, \u201cproteção\u201d e/ou \u201cassistência\u201d ao próximo, designados 
na época como \u201cnecessitados\u201d, \u201cviajantes\u201d, \u201cindigentes\u201d, \u201cdoentes\u201d, 
\u201cdesvalidos\u201d, \u201cabandonados\u201d, \u201córfãos\u201d, \u201ccarentes\u201d, \u201cpobres\u201d, assim eram 
conceituados os que estavam em situação diferente e de desvantagem dos 
demais e que precisavam de alguma forma de ajuda, proteção, apoio ou 
cura. Na Antiguidade era comum nas sociedades ações assistencialistas ou 
clientelistas, como doações, práticas em forma de favor, boa vontade com 
fundamento em princípios cristãos, assim com a intenção de justar práticas 
de auxílio e apoio aos aflitos, doentes e pobres, diversos grupos filantrópicos 
e religiosos começaram a se organizar, dando origem às diversas instituições 
de caridade sob ordem e fundamento da Igreja Católica. Durante longo período 
da história, especificamente durante a Idade Média, não se discutia o termo 
social ou a \u201cquestão social\u201d, muito menos suas expressões na sociedade, e 
a assistência ficava relegada ao campo da filantropia. 
Do ponto de vista histórico,
Andrea
Andrea fez um comentário
me ajudou muito mesmo ...v ja fez a ultima prova
0 aprovações
Andrea
Andrea fez um comentário
oi perola vc fez a ultima prova dessa mteria
0 aprovações
Carregar mais