A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Prova Selvagens MEC 2015

Pré-visualização | Página 1 de 2

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO
PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO
Comissão de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde – COREMU
Edital nº: 03/2015 ProPPG/UFERSA
Programa: Residência em Área Profissional da Saúde em Clínica Médica e Cirúrgica de Animais
Silvestres 
PROVA ESCRITA
1. Quanto à administração de atropina em emergências:
a) Tem efeitos simpatolíticos por estimulação ventricular.
b) Não deve ser utilizada em coelhos pela presença de atropinase.
c) Depois de injetada causa inotropia positiva.
d) Não deve ser utilizada em strigiformes.
e) Em primatas não humanos a 0,06 a 0,08 mg/Kg.
2. Um aspecto da morfologia das aves muito discutido, porém com grandes divergências de sua 
importância, é a presença do sistema porta renal.
a) Constituído pelas veias portais renais cranio-mediais e caudais.
b) Conduzem sangue para a divisão cranial e para as divisões média e caudal dos rins.
c) A veia ilíaca comum é formada pela confluência das veias ilíaca externa e porta renal caudal externa, 
onde se encontra a valva porta renal.
d) Esta valva pode estar aberta ou fechada e este mecanismo depende da atividade das fibras adrenérgicas
ou colinérgicas.
e) Este sistema apresenta a mesma arquitetura em todas as aves.
3. Os seguintes nomes científicos Eunectes murinus, Struthio camelus e Caudisona correspondem aos
respectivamente:
a) Rato da caatinga, camelo, tatú do rabo mole.
b) Sucuri, avestruz, cascavel.
c) Rato da caatinga, rato cangurú, tatú do rabo mole.
d) Surucucú, rato cangurú, raposa de fogo.
e) Sururú, rato cangurú, feneco.
4. Tem sido relatada a herpesvirose em primata do velho mundo e:
a) A herpes simplex tipo 2 ocorre e se apresenta na forma de varicela.
b) A herpes simplex tipo 1 é a forma genital.
c) A herpes simplex tipo 2 ocorre como infecção natural em chimpanzés.
d) Por não ser uma doença autolimitante é obrigatório empregar no tratamento o aciclovir
e) Em termos de suscetibilidade decrescente, orangotangos, depois chipanzés e por fim gorilas.
5. Animais do gênero Callithrix com relação a alimentação:
a) Possuem uma anatomia adaptada à durofagia.
b) Utilizam boa parte de seu tempo na obtenção de frutas e folhas provenientes de árvores.
c) Gomas de amido podem substituir as gomas das árvores em cativeiro.
d) Polissacarídeos complexos de alto peso molecular constituem um item essencial da dieta.
e) Mais de 30% da dieta é constituída de matéria animal.
6. Tendo o conhecimento da anatomia respiratória e digestória dos quelônios para a manutenção e por
vezes a indução anestésica é conseguida através de anestésicos inalatórios, contudo:
a) A inspiração/expiração realiza-se através da fossa nasal, não sendo fisiológica a respiração através da
boca.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO
PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO
b) O ar inspirado penetra a traqueia através da glote, sendo que esta se encontra caudalmente com a base
da língua, dificultando a intubação.
c) Nestas espécies a língua em sua base é muito grossa aliado a uma vigorosa musculatura do esfíncter
laríngeo dificulta a sondagem.
d) A utilização local de succinilcolina, um bloqueador neuromuscular não facilita a intubação como em
outras espécies.
e) Todas as opções anteriores estão corretas.
7. Com relação aos Mesocricetus sp. :
a) As bolsas faciais denominadas jugais são utilizadas para carregar pequenas quantidades de alimento.
b) Nascem cegos, mas quando adultos estes possuem uma ótima visão.
c) As bolsas jugais tem uma grande irrigação sanguínea e alta salivação.
d) Por ser muito sociável com os donos, expressam a síndrome de ausência quando o dono viaja ou vai
trabalhar.
e) Apesar de origem na África e Ásia, a palavra hamster é de origem germânica e significa literalmente
“tesouro escondido”.
8. Na subordem Suiformes:
a) É composta por apenas duas famílias, Tayassuidae e Suidae.
b) Tem como característica, caninos de crescimento intenso nos primeiros anos de vida.
c) O Pecari tajacu apresenta diferentemente do Sus scrofa estômago compartimentabilizado porém a
vesícula biliar está ausente.
d) O Tayassu pecari é conhecido pelo nome de cateto.
e) Os animais desta subordem não são artiodáctilos.
9. As iguanas em termos de alimentação:
a) Quando jovens ingerem uma quantidade consideravelmente grande de vegetais, sendo considerada
herbívora.
b) Na fase adulta uma composição boa de formulação é de 50% de frutas e os outros 50% de legumes.
c) Uma dieta muito rica em folhas de acelga, mostarda dentre outras pode causar atonia de estômago e
intestino com obstrução.
d) Nesta espécie ocorre uma variação ontogenética.
e) O consumo de insetos não é considerado usual.
10. Na família boidae:
a) Corallus caninus, Python sp. e Boa constrictor são vivíparas.
b) Têm ossos subtemporais alongados e os ossos quadrados também, mas não tanto.
c) Os vestígios de cintura pélvica estão ausentes em todos os componentes desta família.
d) Apesar de seis fileiras de dentes, são áglifas.
e) A Pantherophis guttata é um representante desta família muito apreciado pelos criadores.
11. Dentre os quelônios podemos ter diferentes formas de recolhimento do pescoço:
a) Os pleurodiras apresenta uma retração em forma de “s”.
b) O gênero Phrynops sp. é um exemplo de animais criptodiras.
c) A tartaruga marinha apesar de fazer de iniciar um processo criptodira, este é incompleto, o que a deixa
sujeita a traumatismos cranianos por pescadores.
d) A contenção de um Chelonoidis denticulata, animal muito conhecido é dificultada por ser pleurodira.
e) Rhinochelys amaberti, um quelônio encontrado na Europa, pode ser classificado como pleurodira.
12. Dentre as opções abaixo marque a errada sobre micobacteriose em répteis:
a) Na relação de espécies com potencial patogênico são incluídas a Mycobacterium marinum, M.
chelonae e M. thamnopheos.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO
PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO
b) É comum isolá-la de lesões cutâneas, mas pode ser encontrada causando doenças sistêmicas.
c) Tem sido relatados tratamentos de sucesso deste patógeno como no caso de osteoartrite.
d) Em doenças sistêmicas, esta é acompanhada por sintomas inespecíficos tais como anorexia, letargia.
e) M. chelonae é uma micobactéria crescimento rápido isolado a partir do ambiente, animais e humanos.
13. Com relação ao gênero Trichechus marque a opção errada:
a) São muito parecidos com os dugongos e a principal diferença entre os dois é a cauda.
b) Alimentam-se de algas, aguapés, capins aquáticos entre outras vegetações aquáticas e podem consumir
até 10% de seu peso em plantas.
c) Só possuem dentes na parte de trás da boca e a dentição desses animais é reduzida a molares.
d) Vários machos podem copular com uma mesma fêmea, o cio dura um longo período, mas apenas um
deles irá fecundá-la.
e) O estado físico do animal pode ser determinado entre outras coisas pelo aspecto do pelo que deve estar
liso e brilhante.
14. Em tartarugas marinhas qual das características externas não é usada para identificação:
a) Número de placas na cabeça
b) Forma da mandíbula.
c) Conformação das narinas
d) Número de unhas nas nadadeiras
e) Número e arranjo das placas na carapaça.
15. Qual o porquê de envolvermos as extremidades de um hamster obrigatoriamente com papel alumínio
quando da sedação/ contenção química?
a) Facilitar a imobilidade das patas, pois arranha muito.
b) Reduzir as perdas de calor, causada pela redução da movimentação.
c) Evitar que aumente o stress da contenção.
d) Intimidá-lo com a presença do alumínio
e) Evitar as mordeduras.
16. Efeito contenção estímulo vaso-vagal em répteis:
a) É encontrada com o nome de vago-vagal sendo correto também.
b) Chamada de resposta basorreflexas e tem o controle em curto prazo da pressão arterial.
c) A pressão física

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.