Buscar

Respostas Questionário Agrometeorologia

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Questionário
21 - Defina precipitação.
É a forma principal pela qual a água retorna da atmosfera para a superfície terrestre após os processos de evaporação e condensação, completando, assim o ciclo da água.
22 - Diferencie pluviômetro e pluviógrafo.
Pluviômetro: É utilizado para recolher e medir, em milímetros, a quantidade de líquidos (chuva e granizo) ou sólidos (neve - onde ocorre este fenômeno) precipitados durante um determinado tempo e local.
Pluviógrafo: Como o nome sugere, a extensão -grafos indica que o instrumento faz um registro da chuva. E esse registro é feito em um gráfico, com o tempo no eixo x e o total de chuva em seu eixo y. Com o pluviógrafo, é possível saber que horas a chuva começou e em quais momentos a chuva foi mais intensa.
23 - O que é variabilidade espacial e temporal das chuvas.
24 - Explique matematicamente que uma chuva de 20 mm significa chover 20 litros de água em 1 m2 solo.
25 - O que é intensidade de chuvas?
É quantidade de chuva por unidade de tempo (minuto ou hora). Essa quantidade é o volume de chuva que poderia ser dado em litros, m³, ou outra unidade de volume qualquer, mas não, este volume é dado em mm. 
26 - O que é probabilidade?
A probabilidade é a possibilidade que existe entre várias, na qual um fato ou condição pode acontecer.
27 - Quais os tipos de chuva?
Livro pág. 149
28 - Qual a importância de conhecimentos de precipitação para a sua formação.
é fundamental para o planejamento agrícola o conhecimento do comportamento temporal das chuvas, trazendo subsídios para o agricultor evitar eventos críticos, como aqueles citados há pouco, e escolher com certa margem de segurança períodos benéficos para instalação da cultura, tratos culturais e colheita, ou seja, adequar o calendário agrícola, dentro do possível, às variações climáticas.
Permite determinar a melhor época de plantio e colheita para cada município, onde as fases mais críticas da cultura tenham uma probabilidade menor de coincidirem com as adversidades climáticas como a chuva.
29 – O que é temperatura?
É um índice que expressa a quantidade de calor sensível de um corpo.
30 – Cite 03 equipamentos de medida da temperatura do ar.
Termômetros: Indicam as temperaturas máxima e mínima do ar (°C) ocorridas no dia. 
Termohigrógrafo - Registra, simultaneamente, a temperatura (°C) e a umidade relativa do ar (%).
Termômetros de Máxima e Mínima – 
31 – Cite 02 equipamentos de medida da temperatura do solo.
Geotermômetros: são usados para medir as tempera
turas do solo a diversas profundidades.
Termômetros de Solo - Indicam as temperaturas do solo, a diversas profundidades, em graus Celsius (°C).
32 – O que variabilidade espacial da temperatura?
Refere-se às diferenças no estado da atmosfera quando comparamos o clima em diferentes regiões (posições) do planeta, para um período de tempo fixo. Exemplo: comparação da temperatura da superfície (um elemento climático) em São Paulo e em Manaus; comparação da fração da cobertura de nuvens sobre duas localidades distintas . Estes dão uma idéia da variabilidade espacial do clima, fundamental para entender o Clima Global. Outro exemplo: variação na vertical dos elementos climáticos, que resultam da atuação de um controle climático (a altitude).
33 – O que é variabilidade temporal da temperatura?
Refere-se à análise da variação no tempo, mantendo-se a posição fixa (horizontal e vertical) (pode ser em um ponto ou integrando numa dada área). Alguns termos tipicamente uados para caracterizar a variabilidade temporal:
Variação de alta frequência: refere-se comumente à análise dos dados obtidos em intervalos de tempo na escala de 1s ou menos, durante um período de tempo de minutos a horas.
Variação mensal ou sazonal: refere-se a um período que cubra alguns meses (mensal) e se sazonal pelo menos duas estações distintas;
Variação Anual: corresponde à análise de vários anos, geralmente feita com médias mensais ou anuais.
34 – Como a cobertura do solo influencia o comportamento da temperatura no solo nas diferentes profundidades.
A ocorrência de solos descobertos é comum nos sistemas agrícolas brasileiros. Com isso, em se tratando de um país de clima tropical, em que altas temperaturas são frequentes, as oscilações diárias, podem afetar tanto a dinâmica química quanto biológica do solo (BELAN et al., 2013). Eltz; Rovedder (2005) afirmam que a elevação das temperaturas do solo resulta em uma série de alterações em diversos subsistemas. 
Há aumento proporcional na temperatura do solo na superfície à medida que aumenta a temperatura do ar; no entanto essa relação vai se reduzindo gradativamente ao longo do perfil e chega a uma relação inversamente proporcional em camadas maiores.
35 – Explique o comportamento da temperatura do solo em diferentes tipos de solo (arenoso e argiloso).
36 – Referente organização e dados em diferentes escalas (hora, dia, decendial, mensal) cite dois exemplos de aplicação em sua área de conhecimento, indicando as melhor escala de uso e interpretação da informação.
37 – Defina umidade relativa do ar.
É a relação entre a quantidade de água existente no ar (umidade absoluta) e a quantidade máxima que poderia haver na mesma temperatura (ponto de saturação). Ela é um dos indicadores usados na meteorologia para se saber como o tempo se comportará (fazer previsões).
38 – Quais os equipamentos utilizados na medida da umidade relativa do ar?
Termohigrômetro: Termo, indica que o equipamento tem a capacidade de medir a temperatura, tanto em grau Celsius como em grau Fahrenheit, dependendo do modelo, e o termo Higrômetro, mede a umidade presente na atmosfera. 
Psicrômetro: Constam essencialmente de um termómetro seco e de um termómetro com o reservatório envolvido em cassa fina que se conserva sempre umedecida-termómetro molhado.
39 – Explique o significado: “A umidade relativa é de 35%”, o que significa isso?
Quando se diz que a umidade relativa do ar é de 35% é porque esse ar tem um limite de saturação. Ou seja, estamos com 35% de umidade relativa faltando 65% para esse ar não conseguir mais reter a água, ou seja, ocasionar chuva.
40 – Em que condições a umidade relativa do ar chega a 100%.
Quando o ar está saturado, ou seja, quando a taxa de escape de moléculas de água de uma superfície líquida para o ar se iguala à taxa de retorno de moléculas de vapor d´água do ar para a superfície líquida.
41 – Cite aplicações da umidade relativa do ar na atuação do Agrônomo.
Influência da umidade relativa do ar na determinação da volatilidade de herbicidas.
42 – Defina vento.
É o movimento do ar numa direção com certa velocidade.
43 – Como determinar a direção do vento, qual a unidade e forma de interpretação.
São determinados pela variação espacial e temporal do balanço de energia na superfície terrestre, que causa variações no campo de pressão atmosférica, gerando os ventos. A direção dos ventos é resultante da composição das forças atuantes (gradiente de pressão, atrito), e o relevo predominante na região também afeta a direção próximo à superfície.
44 – Quais as unidades de medida da velocidade do vento?
Quilô
metros por hora (km/h): 1 km/h = 0.27778 m/s
metros por segundo (m/s): 1 m/s = 3.6 km/h
45 – Quais equipamentos utilizados na medida do vento.
Anemômetro: Serve para medir a velocidade do vento ou de outros fluidos em movimento. Seus movimentos são transmitidos por meios mecânicos ou elétricos a mostradores ou a registadores, que indicam a direção do vento. 
Anemógrafo: Registra continuamente direção (graus), velocidade instantânea do vento (m/s), e a distância total percorrida pelo vento (km). O equipamento registra os dados em um gráfico.
46 – Defina Evapotranspiração.
É o processo simultâneo de transferência de água para atmosfera por evaporação da água do solo e por transpiração das plantas.
47 - Defina Evapotranspiração de referência.
É a evapotranspiração que ocorre em uma superfície de referência sem nenhuma deficiência hídrica, ou seja, nesta situação o vegetal estátotalmente suprido de água. Esta superfície é definida como um cultivo de grama, crescendo ativamente, com uma altura de 12 cm e cobrindo toda a superfície do solo.
48 – Defina Evapotranspiração da cultura de referência.
É a quantidade de água utilizada por uma cultura, em qualquer fase de seu desenvolvimento, desde o plantio/semeadura até a colheita, quando não houver restrição hídrica.
49 – Defina Evapotranspiração real.
Define-se evapotranspiração real como sendo a quantidade de água realmente utilizada por uma extensa superfície vegetada com grama, em crescimento ativo, cobrindo totalmente o solo, porém, com ou sem restrição hídrica.
50 – O que é Coeficiente de cultivo Kc?
Kc é o coeficiente de cultura. O valor de Kc varia com as fases fenológicas, e também entre as espécies e variedades (cultivares).
51 – Para que serve o modelo de Pennan Montheit FAO 56.
O modelo PM FAO 56 exige dados diários de temperatura máxima (tmáx.) e mínima do ar (tmín.), umidade relativa do ar (URar), radiação solar global (Rg), pressão atmosférica (Pa) e velocidade do vento (u). Em várias localidades esses dados são disponibilizados, porém, às vezes incompletos devido a falta de instrumentos apropriados, e em outros casos pela ausência EMA’s ou EMC’s próximas da área de produção. Assim, a FAO 56 recomenda basicamente a importação de dados de uma estação que está sob as mesmas condições climáticas ou a estimativa a partir de dados de tmáx. e tmín. (Allen et al., 1998)
52 – O que é Evaporação? Quais os instrumentos de medida?
É o processo físico pelo qual um líquido passa para o estado gasoso. 
Tanque Classe A: Equipamento usado na medição direta da evaporação. Deve ter medidas de diâmetro e altura que respeitem aos padrões internacionais.
Evaporímetro de Piche.
53 – O que é transpiração? Quais os instrumentos de medida?
É a perda de água na forma de vapor das plantas, predominantemente através das folhas, 
O evaporímetro ou tanque evaporimétrico: é um reservatório raso, instalado próximo ao pluviômetro, sobre um estrado de madeira e tem por finalidade avaliar o volume evaporado de um espelho d'água.
54 – Cite aplicações da utilização da Evapotranspiração nas atividades do agricultor.
Evapotranspiração em projetos de irrigação:, o manejo adequado da água é de grande importância, pois a sua captação e elevação exigem alto investimento em equipamentos e grande consumo de energia, além da possibilidade de gerar impactos ambientais nas regiões de intensa exploração da agricultura irrigada e por esses motivos, a quantificação da água evapotranspirada num sistema solo-planta-atmosfera, torna-se numa informação primordial nos projetos de irrigação.