A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
INST.

Pré-visualização | Página 1 de 1

A estrutura de trabalhos acadêmicos se divide em elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. ERRATA, EGÍGRAFE, RESUMO E SUMÁRIO.
Sobre trabalhos acadêmicos e científicos: Trabalhos acadêmicos e científicos devem seguir certo padrão cientifico estabelecido, especialmente no que diz respeito a sua organização lógica e metodológica, ainda que com algumas diferenças e adaptações necessárias de uma área do conhecimento para outra. A dissertação e a tese são trabalhos acadêmicos produzidos em nível de Pós-Graduação.
A PESQUISA CIENTIFICA tem a finalidade de produzir novos conhecimentos. Se fazendo necessário quando se tem a percepção de um problema e não há informações suficientes para responder esses novos questionamentos.
O conhecimento cientifico é resultado do trabalho do homem, que é realizado por pesquisadores, os quais se dedicam a investigar o mundo concreto e os outros homens, com o propósito de desvendarem os mistérios e os elementos constitutivos dos mesmos. A PESQUISA CIENTIFICA tem a finalidade de produzir novos conhecimentos. A PESQUISA CIENTIFICA é um procedimento racional e sistemático, realizado através de métodos e técnicas especificas para conhecer o objeto ou o fenômeno. Porque a pesquisa cientifica desenvolve-se a partir dos conhecimentos existentes, passa por inúmeras fases, etapas, desde a formulação do problema até a satisfatória apresentação de resultados.
O termo RAZÃO deriva da palavra LOGOS, que significa contar, reunir, juntar, calcular. Esses verbos sempre reivindicam a capacidade de refletir e estabelecer relações. Estamos falando da reflexão realizada com método sistematizado que resulta em argumentos claros e com lógica racional fundamentada. Porque para a Filosofia a razão é o instrumento que possibilita desvendar o verdadeiro ser das coisas é ela que possibilita estabelecer, analisar e refletir sobre as múltiplas relações existentes entre as coisas que são objetos de investigação filosófica.
LINGUAGEM CIENTIFICA: Na construção de um texto cientifico, os autores dialogam com outros autores, fazendo uso de citações diretas ou indiretas.
O ato de estudar deve ser uma ação transformadora e construtora de uma nova realidade. Nessa visão, estudar é a ação pela qual cada estudante enfrenta a realidade do mundo, buscando compreende-lo e explica-lo. Estudar não é simplesmente engolir livros e saberes que os professores recomendam e transmitem. O ato de estudar não existe por si só, pois a cada momento novas circunstancias se oferecem para sua concretização.
PESQUISA-AÇÃO: é o tipo de pesquisa que exige um significativo engajamento e mútua participação entre o pesquisador e os pesquisados. Por isso é muito utilizada a serviço das classes populares, onde os pesquisadores exercem um papel ativo na busca de soluções de problemas que se revelam no objeto de estudo.
PESQUISA AVANÇADA DO GOOGLE: Podemos efetuar pesquisa com expressão, que funciona como um texto entre aspas, toda expressão que você digitar nesta opção deverá ser encontrada junto aos sites retornados. Efetuar a pesquisa com qualquer uma das palavras; neste caso, a ferramenta retornará sites que contenham todas as palavras que você escrever nesta opção.
Em um banco de dados, tanto na pesquisa detalhada como na avançada, é possível a utilização de operadores lógicos de forma a relacionar os campos de pesquisa. Com o operador lógico OU, OR, +, podemos pesquisar: a ocorrência de ao menos uma das palavras. 
PROJETO DE PESQUISA: Ele corresponde à etapa de planejamento da pesquisa.
PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: Todo projeto de pesquisa deve iniciar por ela, desde a escolha do tema de pesquisa e do problema de pesquisa; Ela corresponde à seção de referencial teórico do projeto.
PESQUISA BIBLIOGRAFICA: Tipo de pesquisa que requerida por qualquer pesquisador que for realizar uma pesquisa cientifica, ou seja, é através dela que os pesquisadores buscam referenciais teóricos para fundamentar suas ações de investigação uma vez que é utilizada para o suporte teórico de qualquer estudo e que envolve leitura organizada e sistemática de textos científicos, análises, interpretações...
PESQUISA EXPERIMENTAL: está significamente relacionada às ciências naturais; o método experimental foi o principal responsável por grandes avanços científicos; exige o uso de técnicas e instrumentos que possam viabilizar resultados sólidos.
As coisas existentes no mundo se relacionam numa dimensão de causalidade, ou seja, de pura exterioridade, são relações sem significações. O homem também se relaciona com essas coisas, mas de maneira fundamentalmente diferente, pois há nele o que chamamos de INTERIORIDADE.
A corrente filosófica que defende a ideia de que o ser humano não tem possibilidades de conhecer a verdade denomina-se CETICISMO.
ESTUDO DE COORTE: é um tipo de pesquisa largamente utilizado em estudos que envolvem os conhecimentos na área das ciências da saúde. Refere-se a um grupo de pessoas que têm alguma característica comum, constituindo uma amostra a ser acompanhada por certo período de tempo, para se observar e analisar o que acontece com elas. Nesse tipo de pesquisa trabalha-se com dois grupos, um será o grupo de experiencias e outro será o grupo de controle.
Analisando a legislação vigente que regula os direitos autorais, no Brasil, podemos relacionar quais são os seus fundamentos básicos e genéricos, também adotados pelas legislações internacionais. Em relação aos fundamentos básicos dos direitos autorais:
Titularidade: a simples menção de autoria aponta sua titularidade, independente de registro.
Valor Intrínseco: toda obra é protegida independente do seu mérito ou qualidade intelectual.
Territorialidade: independente da nacionalidade do autor, a proteção dos direitos autorais é territorial, estendendo-se através de tratados e convenções internacionais.
Limitações: as autorizações dos autores são dispensáveis somente em algumas circunstâncias especificadas na Lei dos Direitos Autorais.
Entre as violações dos direitos autorais facilitadas pela grande rede mais comuns, encontram-se o plágio e a pirataria, alvos de grandes discussões nas últimas décadas, sem conclusões e soluções definitivas. 
PLÁGIO significa apropriar-se indevidamente de uma obra, seja por meio de cópia, imitação, assinatura ou por apresenta-la como se fosse de sua autoria. 
PIRATARIA é a atividade de copiar ou reduzir, bem como utilizar indevidamente livros ou outros impressos em geral, gravações de sons e/ou imagens, software de computadores, ou ainda, qualquer outro suporte físico que contenha obras intelectuais legalmente protegidas. Pirataria é uma ação ligada aos aspectos patrimoniais, ou seja, diz respeito às questões econômicas e comerciais da obra.
Obter informação estando em rede (com acesso à Internet) e conhecendo o endereço do site que contém a informação que se precisa, é fácil: digita-se esse endereço na barra de endereços do navegador para carregar a página. Mas, quando se desconhecem sites que contêm informações sobre o tema de pesquisa, deve-se consultar em uma biblioteca local o catálogo de temas x sites.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.