Segurança Aula 5
22 pág.

Segurança Aula 5


DisciplinaQsms - Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde46 materiais112 seguidores
Pré-visualização2 páginas
18/09/2017
1
Técnico em Química
Segurança, Meio Ambiente e Saúde
Prof. Edil Lins
Aula 5
1
Temas
\u2022 NR\u20106
\u2022 Primeiros Socorros
\u2022 Prevenção de combate a incêndios
\u2022 SGA\u2010 Sistema de Gestão ambiental
2
18/09/2017
2
HIGIENE OCUPACIONAL
A Higiene Industrial é o conjunto de ações
voltadas para o reconhecimento, a avaliação e o
controle dos fatores ambientais e tensões originados
do, ou, no local de trabalho que possam causar
doença, comprometimento da saúde e do bem estar ou
significativo desconforto e ineficiência entre os
trabalhadores (empregados, contratados, bolsistas e
estagiários).
Higiene ocupacional
É uma ciência voltada à prevenção 
de riscos à saúde oriundos do 
ambiente ou atividade profissional, 
e de várias outras ciências para 
atingir seu objetivo.
A exposição profissional a um dado 
agente pode levar ao aparecimento 
de uma doença que pode não ser 
considerada profissional e até 
mesmo não receber cuidados 
médicos.
18/09/2017
3
O Higienista não deve preocupar-se 
somente com doença graves, mas 
também com pequenos desvios de 
saúde e do bem estar, não 
somente do trabalhador, mas 
também de toda a comunidade na 
qual a empresa e trabalhador estão 
inseridos.
\u2022 Antecipação \u2013 identificar os potenciais de riscos e perigos à
saúde, antes que um determinado processo industrial seja
implementado ou modificado, ou que novos agentes geradores de
riscos sejam introduzidos no ambiente de trabalho.
\u2022 Reconhecimento \u2013 análise e observação do ambiente de trabalho
a fim de identificarmos os agentes existentes, os potenciais de
riscos a eles associados e qual a prioridade de avaliação ou controle
existe neste ambiente.
\u2022 Avaliação \u2013 Designa principalmente as medições e
monitorizações que serão conduzidas no ambiente de trabalho.
\u2022 Controle \u2013 Está associado a minimização ou eliminação dos
potenciais de exposição, antecipados, reconhecidos e avaliados no
ambiente de trabalho.
Princípio de Atuação 
18/09/2017
4
O QUE É RISCO E O QUE É PERIGO?
PERIGO
Situação ou fonte 
potencial de dano em 
termos de acidentes 
pessoais, doenças, 
danos materiais e ao 
meio ambiente de 
trabalho, ou a 
combinação dos 
mesmos
RISCO
Combinação da 
probabilidade e 
gravidade 
(Conseqüência) de 
um determinado 
evento (perigo) 
ocorrer.
\u2022 Toxicologia \u2013 É a ciência que lida com as propriedades tóxicas
das substâncias.
\u2022 Toxicidade \u2013 É a capacidade de uma substância produzir efeitos
indesejáveis por alcançar certos órgãos do corpo, a determinadas
concentrações.
\u2022 Dose Letal \u2013 Dose de uma substância capaz de causar morte da
metade de uma população de animais de laboratório, pela
exposição por outra via que não inalatória.
\u2022 Concentração Letal \u2013 Concentração no ar capaz de causar a
morte da metade de uma população de animais numa duração de
tempo determinada.
Toxicologia 
18/09/2017
5
\u2022 Relação Dose-Resposta \u2013 Produto da concentração (C) do agente
pela duração de tempo (T) da exposição ao mesmo.
\u2022 Vias de Penetração \u2013 As principais vias de penetração dos
agentes químicos no organismo são:
- Respiratórias;
- Cutânea;
- Digestiva.
\u2022 Tipos de Intoxicações \u2013 As intoxicações podem ser:
\u2022 Agudas: podem provocar alterações profundas no organismo em
curto espaço de tempo, por exposição a altas concentrações.
\u2022 Crônicas: podem produzir danos consideráveis ao organismo,
porém a longo prazo, por exposições contínuas a baixos níveis de
concentração.
Toxicologia 
Tipos de Agentes Tóxicos:
A classificação dos agentes tóxicos segundo a ação sobre o
organismo.
Irritantes: devido a uma ação química ou corrosiva, têm a
propriedade de produzir inflamação nos tecidos com os
quais entram em contato. Atuam principalmente nas
mucosas das vias respiratórias, conjuntiva ocular, etc. Ex.:
amoniaco, cloro, ácido sulfúrico.
Asfixiantes: estas podem ser de dois tipos:
- Simples: não interferem nas funções do organismo, mas reduzem a
concentração de oxigênio no ar. Ex.: nitrogênio.
- Químicos: interferem no processo de absorção de oxigênio no
sangue ou nos tecidos. Ex.: monóxido de carbono.
Toxicologia 
18/09/2017
6
Tipos de Agentes Tóxicos:
Classificação dos agentes tóxicos segundo a ação sobre o
organismo.
Narcóticos: ação depressiva sobre o sistema nervoso
central, produzindo efeito anestésico, após terem sido
absorvidos pelo sangue. Ex.: éter etílico, acetona.
Intoxicantes Sistêmicos: são compostos que podem
causar tanto intoxicações agudas quanto crônicas em
sistemas do organismo.
Toxicologia 
Tipos de Agentes Tóxicos:
Toxicologia 
Material Particulado: são compostos sólidos que se
mantêm em suspensão e podem causar efeitos
nocivos.
\uf0f0 Poeiras produtoras de fibrose;
\uf0f0 Poeiras Inertes
\uf0f0 Partículas 
alergizantes e 
irritantes.
18/09/2017
7
Fatores Desencadeantes de Doenças ou de danos à Saúde
\uf0d8 Tempo de exposição
\uf0d8 Susceptibilidade do indivíduo
\uf0d8 Concentração ou intensidade
\uf0d8 Forma do agente
\uf0d8 Falta de manutenção nas máquinas e equipamentos
\uf0d8 Falta de sinalização
\uf0d8 Falta de treinamento
\uf0d8 Desconhecimento dos riscos
\uf0d8 Falta de equipamentos de proteção
\uf0d8 Inobservância das normas de segurança.
RISCOS AMBIENTAIS 
Conceitos
Classificação do Riscos 
\uf0d8 Agentes Físicos
\uf0d8 Agentes Químicos
\uf0d8 Agentes Biológicos
\uf0d8 Agentes Ergonômicos
\uf0d8 Agentes de Acidentes
18/09/2017
8
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Agentes Físicos \u2013 Conceitos e Conseqüências 
Ruído: Barulho ou som indesejável produzidos por
máquinas, equipamentos ou processos.
Efeitos à Audição 
Sensação de Zumbido 
Surdez Temporária 
Ruptura do Tímpano 
Surdez Permanente 
Agentes Agressivos à Saúde e suas Consequências 
Ruído 
Efeitos no Trabalho
Problemas na comunicação 
Baixa concentração 
Desconforto 
Cansaço 
Nervosismo 
Diminuição da produtividade 
18/09/2017
9
Agentes Agressivos à Saúde e suas Consequências 
Ruído 
Efeitos ao Organismo
Aumento da pressão 
arterial 
Ansiedade e tensão 
Insônia 
Alterações menstruais 
Impotência sexual 
Desequilíbrio emocional 
Contração dos músculos 
Estreitamento dos vasos 
sangüíneos 
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Vibrações 
Vibrações Mecânicas: São oscilações, tremores,
balanços, movimentos vibratórios e trepidações
produzidas por máquinas e equipamentos.
Vibrações Localizadas 
Alterações Neuro-Vasculares 
Problemas nas Articulações 
Osteoporose 
18/09/2017
10
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Vibrações 
Vibrações de Corpo Inteiro 
Problemas na coluna vertebral 
Dores lombares 
Lesões nos rins 
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Temperaturas Extremas
São condições térmicas rigorosas
bastante diferentes daquelas a que o
organismo humano está
habitualmente submetido, onde o
trabalhador realiza suas atividades
profissionais.
18/09/2017
11
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Temperaturas Extremas
Calor Intenso 
Insolação 
Prostração Térmica 
Desidratação 
Queimaduras
Câimbras do calor 
Fadiga
Frio Intenso 
Enregelamento dos 
membros 
Hipotermia 
Ulcerações do frio 
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Pressões Anormais 
Pressões Anormais: são as pressões a que estão
expostos trabalhadores que realizam suas atividades
abaixo ou acima do nível do mar.
Intoxicação pelo gás carbônico (CO2) 
Embolia 
18/09/2017
12
Agentes Agressivos à Saúde e suas Conseqüências 
Radiações Ionizantes 
Radiações Ionizantes: energia produzida por materiais
artificiais ou naturais que afetam gravemente o
organismo humano como: césio, cobalto, aparelhos de
RX, ultra-sonografia, irídio, etc..
Anemia
Câncer 
Leucemia 
Alterações