Prova discursiva Administração e Gestão Conceito e aplicação e Modelo contemporaneo de gestão

Disciplina:Administração e Gestão: Conceitos e Aplicações131 materiais70 seguidores
Pré-visualização1 página
Administração e Gestão: Conceitos e Aplicações
Modelos Contemporâneos de Gestão
Questão 1/4 - Modelos Contemporâneos de Gestão
Uma organização que aprende é aquela que se ocupa em criar, adquirir, transferir conhecimentos e alterar comportamentos com base nesses novos conhecimentos. Organizações que aprendem se preocupam com a solução sistemática de problemas, com a experimentação de novas ideias, com o aprendizado com base na experiência e em fatos históricos, com o aprendizado baseado em experiências alheias e com rápida transferência de conhecimentos dentro da empresa como um todo.
SANTOS, L. F. B. Evolução do Pensamento Administrativo. Curitiba: Editora InterSaberes, 2013.
A partir das características de uma organização que aprende, escolha três entre elas (Pensamento Sistemico, Visão Comum, Desafio aos Modelos Mentais, Aprendizagem em Grupo, Compromisso Pessoal) e descreva tais perspectivas.
	O Pensamento Sistêmico: cada membro da empresa compreende a natureza de seu trabalho e como este se encaixa no processo de fornecimento de produtos finais ao cliente;
A Visão Comum: todos os membros possuem uma visão comum do propósito da empresa e um sincero comprometimento a fim de alcançar esse propósito;
O Desafio aos Modelos Mentais: os membros da empresa constantemente desafiam o modo como são feitos os negócios e os processos de pensamento que as pessoas utilizam para solucionar problemas da empresa.
A Aprendizagem em Grupo: juntos, os membros de uma empresa trabalham, desenvolvem e programam soluções para novos problemas.
O Compromisso Pessoal: todos os membros da empresa são comprometidos no sentido de obter uma rica e profunda compreensão do seu trabalho.

Questão 2/4 - Administração e Gestão: Conceitos e Aplicações
Todos nós temos uma parcela de atividades burocráticas, ou obrigações que, à primeira instância, podem parecer mera perda de tempo, mas, se pensarmos bem, ela é necessária, pelo menos para alguém. O grande problema é que nem sempre questionamos se alguém atribui algum valor pelo que fazemos.  Nos primórdios da gestão profissional, Max Weber e outros teóricos da gestão desenvolveram suas ideias sobre a necessidade das organizações aprenderem a estabelecer controles, regras, fluxos e métodos para diminuir as crescentes perdas decorrentes da desorganização e desordem em processos que aumentavam de complexidade na medida em que as empresas cresciam.
HASHIMOTO, M. Burocracia, um mal necessário. Portal Administradores, 2005. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/tecnologia/burocracia-um-mal-necessario/474/>
A partir do que se apresenta sobre a burocracia, cite ao menos cinco características de uma empresa que se pauta na burocracia em sua gestão.
Nota: 25.0
	Possíveis respopstas:
As normas são legalizadas;
A comunicação é formal, de modo geral escrita e impessoal;
Os trabalhos são divididos conforme as competências, de modo que cada uma saiba qual a sua função;
Os relacionamentos são impessoais, significa dizer que podemos trabalhar com alguém sem nem ao mesmo saber o nome destas pessoas;
A hierarquia é atributo das organizações burocráticas, uma vez que cada colaborador sabe qual é seu papel dentro da organização e a quem é seu superior direto;
A forma de trabalho está definida através das rotinas e dos procedimentos estabelecidos, documentados que direcionam o modo de agir dentro da organização.
O crescimento e o reconhecimento profissional acontecem através da competência técnica e da meritocracia, significa dizer que em uma organização burocrática a pessoa não pode “ganhar um cargo” ou “crescer” profissionalmente por ser “amigo do chefe”, mas sim por ser bom tecnicamente;
A teoria da Burocracia defende que a administração da empresa deve ser feita pelos administradores, que estão preparados tecnicamente e não pelo “dono” da empresa que é envolvido por sentimentos, que impedem uma decisão baseada na racionalidade. 

Questão 3/4 - Administração e Gestão: Conceitos e Aplicações
A cultura organizacional da Amazon é a chave quando se pretende comparar o sucesso dela com outras empresas. Desde o processo de contratação, procura-se deixar muito claro que as pessoas e a cultura são prioridade, quais são as regras do jogo e como as coisas são feitas.  Mesmo que a pessoa seja muito talentosa, não fica se não for “culture fit”. Fica clara a diferença entre os missionários e os mercenários. Os missionários são aqueles que entendem o propósito da companhia, acreditam no projeto e se comprometem. Já os mercenários são aqueles apenas interessados no objetivo financeiro de curto prazo. Na Amazon, paixão continua sendo a força-motriz. Uma prática que possuem é frequentemente oferecer dinheiro a funcionários para deixarem a companhia. Desta forma, ficam apenas os “believers”.
 VABO JR., L. 06 lições que aprendi na sede da global da Amazon. Endeavor Brasil, 2014. Disponível em: <https://endeavor.org.br/6-licoes-amazon/>.
A partir do que se apresenta da cultura organizacional disseminada na empresa Amazon, conceitue o que é a cultura organizacional, com base no que se discute no livro-base da disciplina.
Nota: 25.0
	A cultura define o modo de se comportar das pessoas nas organizações. É a maneira costumeira ou tradicional de pensar e fazer as coisas, bem como de guiar o comportamento e a tomada de decisão do indivíduo. Cada organização tem a sua cultura, o que lhe dá identidade própria. A cultura manifesta-se em três diferentes planos: no plano visível dos artefatos, no plano dos valores compartilhados e nas pressuposições básicas que se depositam no seu íntimo.

Questão 4/4 - Modelos Contemporâneos de Gestão
A partir da década de 1970, com o aumento da competição e a ampliação da preocupação das organizações da simples eficiência produtiva para a eficácia, um novo sentido começou a ser construído. O foco deixou, então, de repousar apenas na capacidade, passando a privilegiar o desempenho, envolvendo não mais apenas os comportamentos adotados pelo indivíduo, como também as realizações por ele proporcionadas.
CARBONE, P. P.; BRANDÃO, H. P.; LEITE, J. B. D.; VILHENA, R. M. P. Gestão por competências e gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 2005.
	Dentre as Ferramentas de (Treinamento e Desenvolvimento, Recrutamento e Seleção, Avaliação de Desempenho, Carreira e Sucessão, Segurança e Saúde Ocupacional, Relações Trabalhistas e Remuneração) e a partir do que se apresenta acerca da Gestão por Competência, explique ao menos três ferramentas que podem ser aplicadas dentro da organização que adota tal perspectiva em seu gerenciamento.
As ferramentas são apresentadas na figura a seguir. O aluno precisará explicar pelo menos três delas.