Evolução Historica da Fisioterapia (Resumo)
2 pág.

Evolução Historica da Fisioterapia (Resumo)

Pré-visualização2 páginas
Evolucao Historica da Fisioterapia

HISTÓRICO DA REABILITAÇÃO

POVOS ANTIGOS: Recursos Naturais (água, sol, correntes
elétricas e alterações de temperatura, lava de vulcão).

\u2022 Os povos antigos utilizavam-se dos recursos naturais.
Machu Picchu.

CHINA ANTIGA (10.000 A.C): Rituais de Postura e Movimentos.

GREGOS E ROMANOS: Templos.

\u2022 Águas termais (banhos).

\u2022 Banho de contraste.

\u2022 Mal da montanha.

HIPÓCRATES: Medicina da Reabilitação.

IDADE MÉDIA (SÉC. IV A XV): Exaltação da Fé.

\u2022 Crise psiquiátrica.

\u2022 Reabilitação ficou parada no tempo.

RENASCIMENTO (SÉC. XV A XVI): Humanismo.

INDUSTRIALIZAÇÃO (SÉC. XVIII E XIX): Uso de máquinas \u2192

Condições sanitárias \u2192 Jornada de trabalho \u2192 Novas disfunções

\u2192 Enfermidades.

\u2022 Houve um retrocesso em face do humanismo

\u2022 Doenças ocupacionais. Stress.

GUERRAS MUNDIAIS: Readaptações físicas e emocionais \u2192
Especificidades profissionais.

BRASIL

\u2022 Medicina da Reabilitação \u2192 \u201cFisiatria\u201d.
\u2022 1929: Serviço de Reabilitação.

\u2022 1951: 1º Curso Técnico em Reabilitação (assistente em
Fisiatria).

\u2022 1969: reconhecimento da Profissão \u2192 Fisioterapeuta.
DECRETO LEI N.º 938 DE 1969.

CONCEITO DE FISIOTERAPIA

Segundo o CREFITO, é a ciência aplicada, tendo por objetivo os
estudos do movimento humano em todas suas formas de
expressão e potencialidades, nas alterações patológicas, psíquicas
e orgânicas.

OBJETIVOS: Preservar, manter, desenvolver, restaurar um
organismo.

O FISIOTERAPEUTA: Profissional da saúde com formação
acadêmica de nível superior, habilitado à construção do
diagnóstico cinético funcionais dos distúrbios, prescrevendo o
tratamento, sua aplicação, acompanhamento, alta e prognóstico
(resultado alcançado após o paciente se submeter aos
tratamentos com a equipe multiprofissional).

RESPONSABILIDADES FUNDAMENTAIS DO

FISIOTERAPEUTA

\u2022 Inscrição obrigatória no CREFITO para o exercício

profissional.

\u2022 Atualização anual do cadastro no CREFITO.

\u2022 O Fisioterapeuta avalia sua capacidade técnica e

somente aceita atribuição quando for capaz de realiza-

la.

\u2022 O Fisioterapeuta protege o paciente/cliente e a

instituição em que trabalha, comunicar a sua chefia

imediata ou à autoridade competente de insatisfações /

ocorrências.

\u2022 O Fisioterapeuta deve procurar se atualizar e

aperfeiçoar seus conhecimentos técnicos, científicos e

culturais para o desenvolvimento de sua profissão.

\u2022 Assumir a responsabilidade técnica da reabilitação.

\u2022 Promover a saúde e prevenir condições que impliquem

na perda da qualidade de vida do paciente/cliente.

\u2022 Manter discrição e sigilo ao exercer sua profissão.

\u2022 Cumprir os parâmetros mínimos dos valores das sessões

de fisioterapia.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode negar assistência à pessoa.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode praticar conduta que não

esteja regulamentada no Código de Ética do CREFITO.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode sugerir/prescrever fármacos

ao paciente/cliente.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode divulgar para fins de

autopromoção imagem do paciente/cliente em razão do

serviço prestado (TERMO DE CONSENTIMENTO).

\u2022 O Fisioterapeuta não pode deixar de atender a

convocação do CREFITO.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode abandonar o

paciente/cliente durante a sessão de fisioterapia.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode oferecer sessões de

fisioterapia de forma não presencial.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode divulgar terapias cuja eficácia

não tenha comprovação científica.

\u2022 O Fisioterapeuta não pode prescrever tratamento e

aplicar sessões sem prévia anamnese.

\u2022 O Fisioterapeuta deverá colaborar com o trabalho em

equipe, não ofender, difamar nenhum membro da

equipe, respeitar cada integrante.

\u2022 O Fisioterapeuta não poderá realizar a conduta de:

\u201ccaptação de cliente/paciente\u201d.

\u2022 O Fisioterapeuta deverá inserir sua propaganda:

- Nome completo e inscrição no CREFITO.

- Profissão.

- Titulação máxima.

ANAMNESE: Refere-se ao primeiro contato com o

paciente/cliente, no qual o fisioterapeuta irá colher todas as

informações de sua história clínica, sendo realizado, também, o

exame físico e verificação dos sinais vitais.

ÁREAS DE ATUAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA /

MERCADO DE TRABALHO

FISIOTERAPIA CLÍNICA

\u2022 Hospitais.

\u2022 Clinicas.

\u2022 Consultórios.

\u2022 Centro de reabilitação.

\u2022 Domiciliar.

SAÚDE COLETIVA

\u2022 Ações básicas de saúde.

\u2022 Fisioterapia no trabalho.

\u2022 Vigilância sanitária.

EDUCAÇÃO

\u2022 Docência \u2192 Universidade (exige mestrado concluído)

\u2192 Faculdade (especialização).
\u2022 Pesquisa.

\u2022 Direção e coordenação.

OUTRAS

\u2022 Indústria de equipamentos fisioterapêuticos.

\u2022 Esporte / Desporto.

\u2022 Hotéis / Cruzeiros.

FUNÇÕES NA FISIOTERAPIA CLÍNICA

Avaliar o estado funcional do cliente/paciente, levando em
consideração a patologia e a funcionalidade orgânica no
momento.

Registrar as informações no prontuário do cliente/paciente:
anamnese /evolução das sessões / tratamento / intercorrências /
alta.

INTEGRAÇÃO DE TRABALHO COM A EQUIPE

MULTIDISCIPLINAR.

EQUIPE MULTIDISCIPLINAR: vários profissionais da área da
saúde que trabalham em conjunto em prol do paciente/cliente. Ex:
Médico, enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista, cuidador,
educador físico, assistente social e entre outros.

EQUIPE INTERDISCIPLINAR: Profissionais Fisioterapeutas que
possuem áreas distintas.

PROCESSO TERAPÊUTICO: relacionamento profissional
desenvolvido entre o Fisioterapeuta e o paciente/cliente.

RECURSOS

FISIOTERAPÊUTICOS

A fisioterapia irá oferecer ao paciente/cliente o tratamento, a
reabilitação por meio de recursos (agentes físicos) como o calor,
frio, eletricidade dependendo da patologia clínica e sua fase.

OBJETIVOS PRINCIPAIS:

\u2022 Abolir algia.

\u2022 Cessar inflamação.

\u2022 Recuperar arco de movimento.

\u2022 Devolver mobilidade.

\u21e8 TERMOTERAPIA: Refere-se à utilização da temperatura com
fins de tratamento, podendo ser com seu acréscimo (aumento de
temperatura) e com o seu decréscimo (diminuição de
temperatura).

\u2022 Hipertermoterapia

\u2022 Superficial: Infravermelho, forno de Bier,

sauna, parafina, compressas quentes \u2192 Inicia
de fora (pele) para dentro (Tecido epitelial).

\u2022 Profunda: Diatermia por ondas curtas,

ultrassom \u2192 de dentro (osso) para fora.
Tecido ósseo

\u2022 Hipotermoterapia: Crioterapia, panqueca de gelo

\u21e8 ELETROTERAPIA: Refere-se à utilização de equipamento com
eletrodos conectados no paciente, que irão receber os estímulos
elétricos.

\u21e8 MASSOTERAPIA: Recurso terapêutico manual, terapia manual,
RTM (massagem). Contato direto com a área anatômica.

\u21e8 HIDROTERAPIA: Processo terapêutico que visa a reabilitação de
um paciente com a utilização de agentes hídricos, meio líquido.

Ex: piscina terapêutica ou não.

CUIDADOS (fisioterapeutas e paciente)

\u2022 Atenção na transferência do paciente, do meio terrestre
para o meio líquido.

\u2022 Domínio do meio liquido.

\u2022 Vestimenta adequada.

\u21e8 CINESIOTERAPIA (movimento): Processo terapêutico que visa a
reabilitação de um paciente com a aplicação de exercícios \u2192

movimento \u2192 ação motora.

\u2022 Passiva: O fisioterapeuta manipula o paciente.

\u2022 Ativa: O paciente consegue fazer.

\u2022 Ativa assistida: Onde o paciente recebe ajuda na
finalização de cada movimento, o paciente não possui o
arco do movimento completo.

\u2022 Ativa resistida: Quando se coloca algum tipo de força ou
peso resistindo ao movimento pretendido.

RESOLUÇÕES

São atos administrativos normativos que partem de autoridade(s)
superior(es) através dos quais disciplinam regras e sanções.

RESOLUÇÃO