[2012] Programa de Responsabilidade Civil (10ª ed.). Sérgio Cavalieri Filho   4º semestre

[2012] Programa de Responsabilidade Civil (10ª ed.). Sérgio Cavalieri Filho 4º semestre

Disciplina:Responsabilidade Civil2.927 materiais10.707 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Sergio Cavalieri Filho

Programa de
Responsabilidade Civil

lOª Edição

Revista e Ampliada

SÃO PALLO
EDITORA l\TLAS S.A. - 2012

:Ç) 2007 by Editora Arias S_'\.

As seis prüneiras edições deste livro são da Editora Malheiros;
7. ed. 2007; 8. ed. 2008; 9.ed.2010; 10.ed.2012

Capa: Leonardo Hennano
Composição: CriFer - Serviços em Textos

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
(Câmara Brasileira do livro, SP, Brasil)

Programa de responsabilidade civil! Sergio Cavalie..Ti Filho. - 10. ed. - São Paulo: Atlas,
2012.

Bibliografia
ISBN 978-85-224-ó955-0

1. Responsabilidade (Direito) L Título.

07-0381 CDU-347.51

Índice para catálogo sistemático:

l. Responsabilidade civil: Direito civil 347.51

TODOS OS DIREITOS RESE.q\tADOS - É proibida a reprodução total ou parcial,
de qualquer forma ou por aualquer meio. A ',iolação dos direitos de autor
(Lei n' 9.ó10/98) é cr, .. ine estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal.

Depósito legal na Biblioteca Nacional conforme Decreto n' 1.825, de 20 de dezembro de 1907.

Impresso no BrasillPrinreà in Brazil

""'Eí
'ii!Ei1
Editora Atlas S _ '\.
Rua Conselheiro Nébias, 1384 (Campos Elisios)
01203-904 São Paulo (SP)
Tei.: (Oll) 3357-9144
www.EditoraAtlas.com.br

•

Sumário

Apresentação, ;9..'<
Prefácio à. 4" Edição, xxi
Objetivo do Trabalho, xxv
Capítulo I - Responsabilidade, 1

1 Conceito, 1
1.1 Dever jurídico originário e sucessivo, 2
1.2 Disti\"1ção entre obrigação e responsabilidade, 2

1.2.1 Da obrigação de indenizar, 4
2 Posicionamemo da responsabilidade na teoria geral do Direito, é

2.1 Fato jurídico, 7
2.2 Ato jurídico e negócio jurídico, 7
2.3 Ato ilicito, 8
2.4 Duplo aspecto da ilicitude, 9
2.5 Ato ilícito em sentido estrito e amplo, 11

3 FUi"1ção da responsabilidade civil, 14
4 Espécies de responsabilidade, 15

4.1 Responsabilidade civil e penal, 15
4.2 Responsabilidade contratual e e.xtraconcatual, 1 é
4.3 Responsabilidade subjetiva e objetiva, 17
4.4 Responsabilidade nas relações de consu..rno, 18

5 Pressupostos da responsabilidade subjetiva, 19
5.1 Exclusão de ilicitude, 19
5.2 Quadro sinótico da responsabilidade civil, 21
ju~.sprudência, 21

Capítulo II - Responsabilidade Ex'tracontratual Subjetiva - Pressupostos: Conduta Culposa, 23
é A conduta, 24

é.1 Conceito, 25

vi Programa de Responsabilidad-: Civil • CavaJieri Filho

6.2 Ação, 25
6.3 Relevância jurídica da omissão, 25
6.4 Fato próprio, de outrem e da coisa, 26

7 A imputabilidade, 26
7.1 Conceito, 26
7.2 Elementos, 27
7.3 Menoridade, 27
7.4 Insanidade, 28
7.5 Responsabilidade dos L'lCapaZes, 28

8 A culpa lato semu, 30
8.1 Dolo e culpa - Distinção, 32
8.2 DOlo - Conceito, 32
8.3 Elementos, 33
8.4 Culpa - stncto semu, 33
8.5 O dever de cuidado, 33

8.5.1 Erro de conduta, 34
8.6 Conceito, 36
8.7 Elementos da conduta culposa, 36
8.8 Previsão e previsíbilidade, 37
8.9 Faíta de cuidado, 38
8.10 Imprudência, neglige..'lcia e imperícia, 38

9 Espécies de culpa, 38
9.1 Culpa grave, leve e levíssima, 39
9.2 Culpa contraruaí e extraconrraruaí, 40
9.3 Culpa in eligendo, in 'I':gilando e in custodianao, 40
9.4 Culpa presunúda e culpa conrra a legalidade, 41
9.5 Culpa concorrente, 44

Jurüprr.1dêncía, <16

Capítulo li - Responsabilidade Extracontrarual Subjetiva - Pressupostos: Ne.xo Causal, 48
10 Conceira,.d.8
11 Teorias, 50

11.1 Teoria da equivaíência dos amecede.'ltes, 50
1l.2 Teoria da causalidade adequada, 51

12 A teoria acolItida pelo nosso Direito Civil, 52
12.1 O artigo 403 do Código Civil, 54
12.2 Direito comparado, 55

13 Aplicação da teoria da causalidade adequada - Casos concretos, 5ó
13.1 Pr'.:lI1eiro C2.50, 56
13.2 Segundo caso, 58
13.3 Terceiro caso, 58
13.4 <:::oncorrência de causas, 60

14 Concausas, 62

14.1 Concausas pree.x:istentes, 63
14.2 Concausas supervenientes ou concomitantes, 63
14.3 Coparticipação. Solidariedade. Causalidade comum, 64

14.3.1 Causalidade alternativa, 65
15 Causalidade da omissão, 67
16 Exclusão do ne.xo causal. isenção de responsabilidade, 68

16.1 Fato exclusivo da vitima, 68
16.2 Fato de terceiro, 69
16.3 Caso fortuito e força maior, 71

Jurispmàênda, 73

Sumário vü

Capítulo IV - Responsabilidade Extracontratual Subjetiva - Pressupostos: O Dano, 76
17 Conceito, 76
18 Dal10 patrimonial, "7

18.1
18.2

'J 18.3
18.4

Dano emergente, 78
Lucro cessante, 79
Princípio da razoabilidade, 79
A perda de uma cl:tance, 81

19 Dano moral, 88
19.1 Evolução doutrinária. Fase da irreparabilidade, 91
19.2 Inacumulabilidade do dano moral e material, 91
19.3 Posicionamento atuai, 92
19.4 COlü'iguração do dano moral, 92

19.4.1
19.4.2

19.4.3
19.4.4

19.4.5

Dano moral e inadimplemento contratual, 94
lne.xistencia de dano moral por rato praticado
no e.xercício regular de direito, 95
A prova do dano moral, 97
Legitimação para pleitear o dano moral.
indeterminação de ofendidos, '78
Transmissibilidade do dano morai, 100

19.5 .'\rbitr"...memo do dano moral, 103
19.5.1 Jano moral punitivo, 106

19.6 Dano moral contra pessoajuridica, 108
19.7 inde!1ização pela morre de filho menor, 111
19.8 Dano estético, 113
19.9
19.10

19.11

D<lJ."1o materiai ret1e.xo, 114
Dano à imagem, 115
19.10.1 uso da imagem de pessoa falecida.

Direito próprio e novo dos herdeiros, 118
19.10.2 Vaiar da indenização pelo uso inde',ido da imagem, 120
Dano moral causado por empresa de jornalismo - Liberdade de informação
versus invioiabilidade da vida privada, 120
19.11.1 Conceito de privacidade, 121
19.11.2 Conceito de liberdade de expressão, 122

viü Programa de Responsabilidade Ovi! • CavaJieri Rlho

19.11.3 Conceito de hberdade de informação, 122
19.11.4 As duas vertentes da liberdade de informação, 122
19.11.5 Restrição à liberdade de informação, 123
19.11.6 Legitimação passiva para a ação de indenização

por dano decorrente de publicação pela imprensa, 128
20 Uquidação do dano - verbas indenizáveis, 128
20A ~orte da vitima, 129
20B Lesão leve ou grave, 130

20.1 inabilitação da vitima para a profissão que exercia, mas não para outra, 131
20.2 Pensão aos pais pela morte de filho. Termo final, 133
20.3 Pensão a filho menor pela morre do pai. Termo final, 133
20.4
20.5
20.6
20.7
20.8
20.9
20.10
20.11

20.12

indenizações previdenciária e comum !1ão se compensam, 133
Seguro obrigatório e indenização comum. Compensação, 135
O 13" salário, 135
Correção monetária, 135
Juros moratórios, 136
A prova do dano, 137
Legitimados para postular a indenização, 139
Constiruição de capital para garantir a pensão, 139
20.11.1 Verba honorária, 140
Revisão do pe.1Jsionamento, 141

20.13 Prescrição e decadência, 142
JurL,prudência, 146

Capítulo V - Responsabilidade Extracontratual Objetiva, 150
21 Evolução doutri..nária, 150

21.1 Fatores da evolução da responsabilidade objetiva, 151
21.2 Fases da evolução, 151

22 A teoria do ri.sco, 152
23 Modalidades do risco, 153

23.1 O risco proveito, 153
23.2 O ri.sco profissional, 153
23.3 O ri.sco excepcional, 154
23.4 O ri..sco criado, 154
23.5 O r.tSco integral, 155

24 O risco e o dever de segura.!l.ça, 155
24.1 Campo de incidência da responsabilidade objetiva, 156

25 Evolução da responsabilidade objetiva, 157
25.1 Responsabilidade das estradas de ferro, 157
25.2 Acidente do traba.ho, 157
25.3 Seguro obrigatório, 160

25.3.1 Outras questões sobre DPVAT, 162
25.4 Outras hipóteses de responsabilidade objetiva, 163

26 Socialização dos riscos, 165
Jurisprudência, 168

Capítulo VI - A Responsabilidade Objetiva no Código Civil, 170
27 O abuso do direito como ato ilícito, 171

27.1 Origem, conceito e finalidade, 171
27.2 Teorias sobre