Questões Sistema de Ensino e Políticas Educacionais; Fundamentos Históricos da Ed. Brasileira.

Disciplina:Pedagogia24.604 materiais252.994 seguidores
Pré-visualização27 páginas
QUESTÕES POLÍTICAS EDUCACIONAIS. (simulados, apol, objetivas e discursivas)
Prova apol:
Questão 1/10
A História Tradicional é de caráter positivista, com embasamento em documentos escritos e história de grandes homens. O modelo de história tradicional e do marxismo ortodoxo peca a privilegiar somente uma linha de aspectos chaves causando pouca vontade nos alunos em aprender pois esta história fica distante de sua realidade, e após um determinado tempo nem sequer lembra se do que foi estudado.
FONSECA, Selma Guimaraes. Didática e prática de ensino de história: experiências, reflexões e aprendizados. São Paulo: Papirus, 2003 (p. 9)
Sobre os paradigmas da história conhecida como tradicional, analise as afirmativas a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.

( ) Os fatos são apresentados pelo historiador de forma objetiva, ou seja, como aconteceram.

( ) Articular elementos individuais e coletivos, tendências e acontecimentos para compreender eventos históricos.

( ) A história tradicional está voltada para os grandes acontecimentos e “grandes homens”.

( ) O interesse principal está centrado em aspecto políticos e da história mundial.

Agora marque a sequência correta:
A V, V, V e F
B F, V, F e V
C F, F, V e F
D V, F, V e V
Você acertou! Na história tradicional os fatos são apresentados pelo historiador de forma objetiva, como aconteceram, valorizando somente documentos oficiais como fontes válidas para a história. A história tradicional está voltada para os grandes acontecimentos e “grandes homens”. O interesse principal está centrado em aspectos políticos e da história mundial. (p. 16 e 17)
E F, F, F e V
Questão 2/10
A História Nova inspirada na Escola dos Annales compreende que tudo é história, seja homem ou mulher, rico ou pobre e a história da humanidade está em tudo que é produzido por ela.

FONSECA, Selma Guimaraes. Didática e prática de ensino de história: experiências, reflexões e aprendizados. São Paulo: Papirus, 2003 (p. 9)
Com base no texto apresentado acima, nos conteúdos abordados nas teleaulas e no livro da disciplina, quais são os principais pontos que permitem visualizar os pressupostos da “nova história”? analise as afirmativas a seguir:
 I.Analisar as estruturas, permanências, mudanças e transformações históricas, o que implica dialogo com outras áreas de conhecimento.
 II.Ressaltar o tema política e conhecimentos gerai e divulgar os fatos e narrativas dos acontecimento de forma linear.
III. Articular elementos individuais e coletivos, tendências e acontecimentos para compreender eventos históricos.
IV.Compreender a vida, as experiências e o pensamento de pessoas comuns.
São corretas as afirmativas:
A Afirmativas I, II e III apenas.

B Afirmativas I, II e IV apenas.

C Afirmativas I, III e IV apenas.
Você acertou! A nova história interessa-se por toda a atividade humana, preocupa-se em analisar as estruturas, permanências, mudanças e transformações históricas, por meio de registros, escritos, visuais e orais como fontes. Ela procura articular os elementos individuais e coletivos, tendências e acontecimentos para compreender eventos históricos e compreender a vida, as experiências e o pensamento de pessoas comuns (p. 16 e 17)
D Afirmativas I e IV apenas.

E Afirmativas II e III apenas
Questão 3/10
 Leia o fragmento de texto a seguir:
O ano de 2009 começou produzindo um evento de grande impacto para a Educação Profissional e Tecnológica (EPT), que foi a transformação dos Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets), Escolas Técnicas e Agrotécnicas Federais (ETFs e EAF5) e Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Para muitos profissionais e gestores dessa modalidade da educação, já se convencionou nomear as novas instituições apena como Institutos Federais.
PACHECO, Eliezer Moreira; CALDAS, Luiz; DOMINGOS SOBRINHO, Moisés. Institutos federais de educação, ciência e tecnologia: limites e possibilidades. In: PACHECO, Eliezer Moreira; MORIGI, Valter. Ensino técnico, formação profissional e cidadania. Porto Alegre: Tekne, 2012 (p. 15)
 De acordo com o conteúdo das aulas e do livrobase da disciplina, são exemplos de ensino ofertados pelos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia:
A educação infantil e cursos profissionalizantes.
B educação de jovens e adultos e educação a distância.
C educação especial e licenciaturas.
D educação do campo e educação indígena.
E ensino médio integrado ao profissional e bacharelados em engenharias.
Você acertou! Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (lfets) foram criados em 2008 e ofertam: * ensino médio integrado ao profissional; * cursos superiores de tecnologia; bacharelado em engenharias; * licenciaturas em ciências da natureza (física, química, matemática e biologia); * licenciaturas para o magistério de disciplinas de educação profissional e tecnológica. (p. 220)
Questão 4/10
 O estudo da história da educação nos permite avaliar como foi entendida e praticada a educação em épocas e sociedades diferentes. Possibilita-no ainda entender a educação como um processo dinâmico, histórico e por isso mutável.

PILETTI, Nelson. História da Educação no Brasi São Paulo: Ática, 2010 (p. 8)

O estudo da História, historiografia e história da educação: relações e contradições possibilita perceber as diferenças existentes entre a História Tradicional e da Nova História. Sobre essas diferenças, enumere na ordem sequencial, as concepções e suas características.

1 – Paradigma Tradicional

2 – Nova História
( ) Restrita a questões objetivas: porque, como, o que levou, buscando “a” resposta correta, e pressupondo que há uma única resposta correta.

( ) A história é objetiva, ou seja, o historiador deve apresentar os fatos como eles acontecem.

( ) Busca articular elementos individuais e coletivos, tendências e acontecimentos para a compreensão do evento.

( ) Não é possível absoluta objetividade na construção de explicação histórica, tanto por parte dos sujeitos envolvidos no evento quanto do historiador.

Agora, marque a sequência correta:
A 1 - 1- 2 – 2
Você acertou! Paradigma Tradicional Restrita a questões objetivas: porque, como, o que levou, buscando “a” resposta correta, e pressupondo que há uma única resposta correta. A história é objetiva, ou seja, o historiador deve apresentar os fatos como eles acontecem. Nova História - Busca articular elementos individuais e coletivos, tendências e acontecimentos para a compreensão do evento. Não é possível absoluta objetividade na construção de explicação histórica, tanto por parte dos sujeitos envolvidos no evento quanto do historiador (p. 17)
Questão 5/10
 Leia o fragmento de texto a seguir:

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB 9394/96) é a legislação que regulamenta o sistema educacional (público ou privado) do Brasil (da educação básica ao ensino superior).

Na história do Brasil, essa é a segunda vez que a educação conta com uma Lei de Diretrizes e Base da Educação, que regulamenta todos os seus níveis. A primeira LDB foi promulgada em 1961 (LDB 4024/61).

http://www.infoescola.com/educacao/lei-dediretrizes-e-bases-da-educacao/

Acesso em : 01/06/2015
De acordo com as aulas e o livro-base da disciplina, a LDB determina que crianças de 6 anos sejam, obrigatoriamente, matriculadas em qual nível de ensino? Assinale a resposta correta:
A Educação infantil.
B Ensino fundamental.
Você acertou! O ensino fundamental possui duração de nove anos, com o ingresso da criança aos seis anos (LDBEN, art. 32). Nessa mesma lei, o ensino fundamental foi organizado com Oito anos, sendo que a ampliação para nove foi instituída pela Lei no 11.114/2005, com a transição ocorrendo entre 2007 c 2010, período em que todas as crianças de seis anos deveriam ser matriculadas no primeiro ano do ensino fundamental