Caderno Sistematizado de Direito Tributário - Parte II (2018)
186 pág.

Caderno Sistematizado de Direito Tributário - Parte II (2018)

Disciplina:Direito Tributário6.139 materiais101.573 seguidores
Pré-visualização50 páginas
2018.1

CS – DIREITO TRIBUTÁRIO 2018.1 1

CADERNO DE TRIBUTÁRIO II – 2018.1
APRESENTAÇÃO ............................................................................................................. 11

TEORIA DO FATO GERADOR ......................................................................................... 12

1. FENÔMENO DA INCIDÊNCIA ............................................................................. 12

1.1. Considerações iniciais ...................................................................................... 12

1.2. Conceitos importantes ...................................................................................... 12

2. CARACTERÍSITICAS DO FATO GERADOR: INTERPRETAÇÃO OBJETIVA ..... 15

3. ASPECTOS DO FATO GERADOR ...................................................................... 16

3.1. Aspecto material ............................................................................................... 16

3.2. Aspecto temporal .............................................................................................. 16

3.3. Aspecto espacial............................................................................................... 17

3.4. Aspecto pessoal ............................................................................................... 17

3.5. Aspecto quantitativo ......................................................................................... 17

4. CLASSIFICAÇÃO DO FATO GERADOR ............................................................. 18

4.1. Fato gerador instantâneo (ou simples) .............................................................. 18

4.2. Fato gerador continuado (ou contínuo) ............................................................. 18

4.3. Fato gerador complexivo ou periódico .............................................................. 18

5. OBSERVAÇÕES FINAIS ..................................................................................... 18

OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA ............................................................................................... 20

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS ............................................................................... 20

2. CONCEITO .......................................................................................................... 20

3. SUJEITO ATIVO .................................................................................................. 20

3.1. Conceito ........................................................................................................... 21

3.2. Espécies ........................................................................................................... 21

4. SUJEITO PASSIVO ............................................................................................. 23

4.1. Espécies ........................................................................................................... 23

4.2. Observações complementares ......................................................................... 24

5. OBJETO DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA ............................................................ 26

6. CAUSA DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA .............................................................. 27

RESPONSABILIDADE TRIBUTÁRIA ................................................................................ 29

1. INTRODUÇÃO ..................................................................................................... 29

2. EXTENSÃO DA RESPONSABILIDADE DO TERCEIRO...................................... 30

3. ESPÉCIES DE RESPONSABILIDADE TRIBUTÁRIA ........................................... 30

3.1. Responsabilidade por transferência .................................................................. 30

CS – DIREITO TRIBUTÁRIO 2018.1 2

3.2. Responsabilidade por substituição (responsabilidade por substituição regressiva

e progressiva) ........................................................................................................................ 31

3.2.1. Responsabilidade por substituição REGRESSIVA (para trás ou antecedente)

 31

3.2.2. Responsabilidade por substituição PROGRESSIVA (para frente ou

consequente) 32

3.3. Recapitulando ................................................................................................... 33

4. ESPÉCIES DE RESPONSABILIDADES DO CTN ................................................ 34

4.1. Responsabilidade dos sucessores .................................................................... 34

4.1.1. Responsabilidade do adquirente de bens IMÓVEIS (art. 130 do CTN) .......... 34

4.1.2. Responsabilidade do adquirente ou remitente de bens MÓVEIS (art. 131, I, do

CTN) 35

4.1.3. Responsabilidade na sucessão ‘causa mortis’ (art. 131, II e III CTN) ............. 36

4.1.4. Responsabilidade na sucessão empresarial (art. 132 do CTN) ...................... 36

4.1.5. Responsabilidade em aquisição de estabelecimento (art. 133 do CTN) ......... 37

4.2. Responsabilidade de terceiros (arts. 134 e 135 do CTN) .................................. 39

4.2.1. Responsabilidade de terceiros decorrente de atuação regular (art. 134 CTN) 40

5. RESPONSABILIDADE DO SÓCIO (PELA RELEVÂNCIA DO TEMA, ABRIMOS UM

TÓPICO ESPECÍFICO) ............................................................................................................. 41

5.1. Art. 134, VII. Situação específica: responsabilidade do sócio não dolosa na

liquidação de sociedade de pessoas...................................................................................... 41

5.2. Art. 135, III. Regra geral: responsabilidade do sócio por obrigações tributárias

resultante de atos com violação de poderes, lei, contrato social ou estatuto. ......................... 41

5.3. Debate no STJ: “infração à lei” ......................................................................... 42

5.4. Debate no STJ: dissolução irregular ................................................................. 42

5.5. Inversão do ônus da prova ............................................................................... 43

5.6. Responsabilidade dos sócios na Lei das Medidas Cautelares Fiscais - Lei

8.397/92 44

6. ESQUEMAS GRÁFICOS. RESUMO DO PONTO. ............................................... 45

6.1. Art. 134 x Art. 135 CTN. Diferenças Gerais. ..................................................... 45

6.2. Art. 134 x Art. 135 CTN. Quanto ao sócio. ........................................................ 45

6.3. Resumo do ponto ............................................................................................. 46

7. DENÚNCIA ESPONTÂNEA DE INFRAÇÕES ...................................................... 47

7.1. Conceito ........................................................................................................... 47

7.2. Razões que justificam a existência do instituto ................................................. 48

7.3. Requisitos ......................................................................................................... 48

7.4. Discussões a respeito da denúncia espontânea ............................................... 48

CS – DIREITO TRIBUTÁRIO 2018.1 3

7.4.1. Súmula 360 do STJ ........................................................................................ 48

7.4.2. Art. 47 da Lei 9.430/96 (lei que dispõe sobre a legislação tributária federal) .. 49

7.4.3. Súmula 360 do STJ x Art. 47 da Lei 9430/96 (aplicável a tributos federais) ... 50

7.4.4. Depósito integral ............................................................................................ 51

7.5. Denúncia espontânea e pagamento/parcelamento ........................................... 51