Instalações Hidráulicas
39 pág.

Instalações Hidráulicas

Disciplina:Edificações325 materiais1.540 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia Farroupilha - Campus Santa Rosa
Eixo Tecnológico Infraestrutura
Curso Técnico em Edificações

SISTEMAS PREDIAIS I

Prof. Raquel Maldaner Paranhos
raquel@sr.iffarroupilha.edu.br

		

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura – Roberto de Carvalho Júnior

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Pressão da água
A pressão que a água exerce sob uma superfície qualquer só depende da altura do nível da água até essa superfície. É o mesmo que dizer: A pressão não depende do volume de água contido na tubulação, e sim da altura.
Dentro do sistema de abastecimento e da instalação predial a água exerce uma força sobre as paredes das tubulações. A esta força damos o nome de “pressão”. Nos prédios, o que ocorre com a pressão exercida pela água nos diversos pontos das tubulações. Isto é: a pressão só depende da altura do nível da água, desde um ponto qualquer da tubulação até o nível da água do reservatório. Quanto maior for a altura, maior será a pressão. Se diminuirmos a altura, a pressão diminui.

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Pressão da água

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Pressão estática
Pressão da água quando ela está parada dentro da tubulação. O seu valor é medido pela altura que existe entre, por exemplo, o chuveiro e o nível da água no reservatório superior. Se for instalado um manômetro no ponto do chuveiro e a altura até o nível da água no reservatório for de 4 metros, o manômetro marcará 4 m.c.a.
Em uma instalação predial de água fria, em qualquer ponto, a pressão estática máxima não deve ultrapassar 40m.c.a.(metros de coluna d’água).

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Pressão Dinâmica
É a pressão verificada quando a água está em movimento, que pode ser medida também através de um manômetro. Esta pressão depende do traçado da tubulação e os diâmetros adotados para os tubos. O seu valor é a pressão estática menos as perdas de carga distribuída e localizada.

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Perda de carga
Inicialmente afirmamos que só podemos aumentar a pressão se também aumentarmos a altura.
Como explicar o fato de que podemos aumentar a pressão em um chuveiro se fizermos o traçado da tubulação mais reto ou aumentarmos o seu diâmetro?
Em laboratórios, pode se verificar que o escoamento da água nos tubos pode ser turbulento(desorganizado). Com o aumento da velocidade da água na tubulação, a turbulência faz com que as partículas se agitem cada vez mais e acabem colidindo entre si. Além disso, o escoamento causa atrito entre as partículas e as paredes do tubo.

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de Carvalho Júnior

Perda de carga
Assim, as colisões entre as partículas com as paredes dos tubos, dificultam o escoamento da água, o que gera a perda de energia. Podemos dizer então que “o líquido perde pressão” ou seja: “houve perda de carga”.
Tubos com paredes lisas permitem um escoamento da água com menos turbulência, o que reduz o atrito. Ou seja, assim teremos menos choques entre as partículas da água e, portanto, menor perda de carga.

Instalações hidráulicas e o projeto de arquitetura - 2ª Edição - Roberto de