A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
FUND. TRIBUTOS(COMPLETOS)

Pré-visualização | Página 13 de 16

poder. 
	
	
	 
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Marque com V a assertiva verdadeira e com F a falsa, assinalando em seguida a opção correspondente. ( ) Imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte. ( ) A contribuição de melhoria é instituída em face de obras públicas ou privadas, que valorizem ou depreciem o imóvel do administrado. ( ) As taxas têm como fato gerador o exercício do poder de polícia ou a utilização efetiva ou potencial de serviço público prestado ao contribuinte ou posto à sua disposição. ( ) O que caracteriza as contribuições especiais é que o produto de suas arrecadações deve ser carreado para financiar atividades de interesse público, beneficiando certo grupo, e direta ou indiretamente o contribuinte.
		
	 
	V, F, V, V
	
	V, F, F, V
	
	F, V, V, F
	
	F, F, F, F
	 
	V, V, V, V
	
Explicação:
Taxa - um valor cobrado por conta de uma prestação de serviços de um ente publico, seja ele municipal, federal ou estadual.  Como por exemplo: taxa para emissão de um documento, taxa de limpeza pública.
Contribuição de Melhoria: É quando ocorre uma melhoria que resulte em benefício ao contribuinte, como por exemplo quando é feito asfaltamento em uma rua, o valor do imóvel acaba aumentando por conta desta melhoria, e isso gera a contrapartida do cidadão pois ele teve um claro benefício.
Imposto é todo o montante de dinheiro que os cidadãos de um país devem pagar ao Estado para garantir a funcionalidade de serviços públicos e coletivos.
	
	
	 
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Assinale a alternativa correta em relação à exclusão do crédito tributário:
		
	
	o pagamento constitui uma modalidade de exclusão de crédito tributário, tendo em vista que como pagamento, considera-se excluída a necessidade de realização do pagamento.
	 
	a anistia é uma das hipóteses de exclusão tributária, uma vez que na anistia o crédito é constituído. Porém, trata-se de uma situação em que a lei determina a exclusão do pagamento.
	
	o parcelamento é uma modalidade de exclusão do crédito tributário, uma vez que se trata de uma hipótese em que o ordenamento jurídico exclui o pagamento dos valores parcelados.
	
	a moratória constitui uma das hipóteses de exclusão do crédito tributário, tendo em vista que se enquadra como causa de suspensão do crédito tributário.
	 
	o depósito do montante integral trata-se de causa de exclusão do crédito tributário, já que após o depósito, o crédito decorrente do depósito terá sua cobrança excluída.
	
Explicação:
Uua das situações em que a lei determina a exclusão do pagamento.
	
	
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Acerca da explicação das modalidades de extinção do Crédito Tributário, é correto afirmar EXCETO:
		
	
	A Transação ocorre quando há concessões recíprocas do sujeito ativo (FISCO) e do sujeito passivo (contribuinte) da obrigação tributária.
	
	O pagamento do crédito tributário é a entrega do valor devido ao sujeito ativo da obrigação tributária.
	 
	A Anistia é a perda do direito da pretensão de exigibilidade no prazo de 5 anos. Este é o prazo em que a Fazenda Pública tem o direito de cobrar judicialmente o contribuinte.
	
	A obrigação tributária já nasce no momento que o Cidadão pretende se tornar proprietário de um veículo automotor, que é quando ocorre a Hipótese de Incidência.
	
	A Remissão é o perdão total ou parcial do crédito tributário.
	
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	A Compensação como modalidade extintiva do crédito tributário se dará quando:
		
	
	O fisco perdoar os juros cobrados sobre os tributos não pagos;
	
	O fisco prorrogar o prazo para pagamento;
	 
	O fisco perdoar a dívida tributária;
	
	O fisco deixar de constituir o crédito tributário;
	 
	O sujeito passivo for ao mesmo tempo, credor e devedor da Fazenda Pública.
	
Explicação:
De acordo com o Código Tributário Nacional, quando credor e devedor forem as mesmas pessoas envolvidas. 
	
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	O contribuinte do imposto de importação é: 
		
	
	O interessado que registrar a Declaração de Importação em seu nome
	 
	o importador ou quem a lei a ele equiparar bem como o arrematante de produtos apreendidos ou abandonados
	 
	o dono de recinto alfandegado que atue como entreposto aduaneiro
	
	o transportador de mercadorias estrangeiras importadas a título definitivo
	
	 o transportador de mercadoria estrangeira que sai do entreposto
	
Explicação:
Segundo o art. 22 CTN. Contribuinte do imposto é:
I - o importador ou quem a lei a ele equiparar;
O contribuinte deste tributo é a pessoa jurídica ou física que compra a mercadoria ou a traz para outrem do exterior ou a quem a lei equipara para estes fins. Neste caso a lei pode ficcionar quem será o importador para fins de recolhimento do tributo.
II - o arrematante de produtos apreendidos ou abandonados.
Quando as mercadorias ficam retidas na alfândega por apreensão( geralmente por ilegalidades no procedimento ou por falta de recolhimento do imposto) ou são abandonados sem que apareça o interessado, esses bens são leiloados pela Receita. Os interessados e que apresentam lances nesses leilões são nominados de arrematantes. Ao arrematar a mercadoria ele passa ser considerado o contribuinte do imposto. Neste caso a base de cálculo do imposto será o valor da arrematação que não precisará ser necessariamente o valor de mercado do bem. Veja o art. 20 já comentado.
 
	
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A partir da Emenda Constitucional n. 18, de 1965 (art. 7º, inciso II), o imposto de exportação passou a ser de competência federal, e o fez acertadamente, em face da própria natureza desse imposto, que mais se presta como instrumento de política tributária do que como fonte de receita, isto porque
		
	
	O imposto de exportação só tem aplicabilidade em casos de elevação de preços no mercado interno
	 
	O imposto de exportação tem função predominantemente extrafiscal
	
	O imposto de exportação tem função fiscal, predominantemente
	 
	O imposto de exportação serve apenas como instrumento de atuação da União no controle do comércio exterior
	
	O imposto de exportação tem função primordialmente econômica
	
Explicação:
O imposto de exportação tem função predominantemente extrafiscal. Presta-se mais como instrumento de política econômica do que como fonte de recursos financeiros para o Estado
 
	
	
	 
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	As taxas de polícia são cobradas quando há a prática de atos de polícia de efeitos concretos. Os atos de polícia podem ser entendidos como:
		
	 
	aquele ato que envolve o poder que o Estado tem de disciplinar os direitos, a liberdade e a propriedade das pessoas, obedecidos os limites constitucionais, e visando o bem-estar comum; são as licenças e as fiscalizações
	
	é qualquer ato praticado pelo poder público que agregue valor imobiliário à propriedade particular
	
	ato que envolve o poder de polícia, sendo este composto pelas polícias civil e militar
	
	é o ato de licença e de fiscalização realizado pela polícia civil ou militar
	
	é o ato praticado pelo particular mas que deveria ser realizado pela polícia, que não o faz por incompetência
	
Explicação:
aquele ato que envolve o poder que o Estado tem de disciplinar os direitos, a liberdade e a propriedade das pessoas, obedecidos os limites constitucionais, e visando o bem-estar comum; são as licenças e as fiscalizações
	
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	(VUNESP 2015)" ________________________________ pela União, pelos Estados, pelo Distrito Federal ou