A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
80 pág.
Aspectos Cognitivos em IHC

Pré-visualização | Página 3 de 4

pode ser mais rápida do que falar ou ouvir
▪Ouvir exige menos esforço cognitivo do que ler ou falar
▪Os disléxicos têm dificuldades para entender e reconhecer 
palavras escritas
46
https://noticias.uol.com.br/midiaglobal/nytimes/2018/12/10/estudo-revela-que-precisaremos-cultivar-mais-alimentos-em-menos-terra.htm
Aplicações
▶Os sistemas de reconhecimento de fala permitem que os 
usuários interajam com eles, fazendo perguntas
▪ex. Google Voice, Siri
▶Sistemas de fala e saída usam fala artificialmente gerada
▪ex. sistemas de leitura e escrita de texto para cegos
▶Os sistemas de linguagem natural permitem que os usuários 
digitem perguntas e forneçam respostas baseadas em texto
▪ex. motores de busca (Google, Ask, Bing, etc)
47
Implicações do design (pontos importantes)
▶Menus e instruções baseados em fala devem ser curtos
▶Acentue a entonação de voz de fala artificialmente geradas
▪Vozes sintéticas são mais difíceis de entender do que 
vozes humanas
▶Forneça oportunidades para tornar o texto maior em uma 
tela
48
Resolução de problemas, planejamento, raciocínio e 
tomada de decisões
▶Tudo envolve cognição reflexiva
▪EX. pensando sobre o que fazer, quais são as 
opções e as consequências
▶Muitas vezes envolve processos conscientes, 
discussão com os outros (ou a si mesmo) e o uso de 
artefatos
▪EX. mapas, livros, caneta e papel
▶Pode envolver trabalhar com diferentes cenários e 
decidir qual é a melhor opção
www.id-book.com
49
Implicações do design (pontos importantes)
▶Fornecer informações/funções adicionais para 
usuários que desejam entender mais sobre como 
realizar uma atividade com mais eficiência
▶Use recursos computacionais simples para apoiar a 
rápida tomada de decisões e o planejamento para 
usuários em movimento
www.id-book.com
50
Modelos Mentais
51
O que você vê na imagem?
52
O que você vê agora é um objeto (cálice).
53
Modelos mentais
▶Os usuários desenvolvem um entendimento do sistema 
aprendendo e usando este
▶O conhecimento é frequentemente descrito em termos de 
um modelo mental
▪Como usar o sistema (o que fazer em seguida)
▪O que fazer em situações não familiares ou inesperadas 
(como o sistema funciona)
▶Pessoas fazem inferências usando modelos mentais de como 
realizar suas tarefas
Modelos mentais
▶Craik (1943) descreveu os modelos mentais como construções 
internas de algum aspecto do mundo exterior permitindo fazer 
predições
▶Envolve processos conscientes e inconscientes, onde imagens 
e analogias são ativadas
▶Modelos aprofundados e superficiais 
Por exemplo:
• como dirigir um carro e como 
ele funciona;
• como a bicicleta funciona e 
como se equilibrar em duas 
rodas; 
Exemplo: saque em um caixa eletrônico 
1. O saque em um caixa eletrônico começa quando o cliente coloca o 
cartão no leitor magnético.
O leitor transmite os dados do cartão ao sistema que libera o acesso à 
máquina se o cliente digitar a senha correta. 
2. O cliente informa quanto quer sacar.
3. O caixa eletrônico acessa a conta do cliente para verificar o saldo. Se 
houver saldo e dinheiro suficiente, o sistema envia ao caixa um sinal 
autorizando o saque.
4. Com o saque autorizado pelo banco, o caixa aciona os mecanismos que 
vão entregar as notas para o cliente
5. O dinheiro é liberado por um dispositivo dispensador de notas.
6. Depois de entregue, o dinheiro é debitado na conta corrente. Se o 
cliente pedir, o processador envia uma ordem para a impressora 
embutida na máquina e ela emite um comprovante da transação
56
https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-funcionam-os-caixas-eletronicos/
Como funciona um caixa eletrônico?
▶Quanto dinheiro você tem permissão para tirar?
▶Se você foi para outra máquina, com a transação em aberto 
no caixa, e tentar sacar o mesmo valor, o que aconteceria?
▶Quais informações estão presentes em seu cartão? Como isso 
é usado?
▶O que acontece se você digitar a senha incorreta?
▶Se uma nota ficar presa, o que ocorre?
▶Você conta o dinheiro? Por quê?
57
Modelos mentais
✧Muitas pessoas acabam desenvolvendo modelos 
mentais errados (Kempton, 1996)
✧Por quê?
▪Teoria do princípio do “mais e mais” é generalizada 
para diversas coisas
▶Você chega em casa com fome e vai esquentar aquele 
pedaço de pizza que estava na geladeira. Você coloca o 
botão do forno na temperatura máxima? Por quê?
▶O que você faz quando o computador trava? Você 
desliga-o no botão reset ou reinicializa o sistema?
Computadores pobres de interface, frequentemente são incompletos, confusos, baseados 
em analogias inapropriadas e superstições (Norman, 1983). 
Golfos de execução e avaliação
▶Os "golfos" explicam as lacunas existentes entre o usuário e a 
interface
▶O Golfo da Execução
▪É a distância do usuário ao sistema físico
▶O Golfo da Avaliação
▪a distância do sistema físico até o usuário
▶Preencher os golfos pode reduzir o esforço cognitivo 
necessário para executar tarefas
59
Norman, 1986; Hutchins et al, 1986 
Preenchendo os golfos
www.id-book.com
60
Processando a informação
▶Conceitua o desempenho humano em termos metafóricos dos 
estágios de processamento de informação
61
O modelo de processador humano (Card et al, 1983)
Conhecido como “Modelo de Card”
▶Modela os processos de informação de um 
usuário interagindo com um computador
▶Prevê quais processos cognitivos estão 
envolvidos quando um usuário interage com um 
computador
▶Permite que sejam feitos cálculos de quanto 
tempo um usuário levará para executar uma tarefa
www.id-book.com
62
O modelo de processador humano (Card)
63
O modelo de processador humano (Card)
▶O MPH é composto de 3 subsistemas:
▪Processador Perceptual (PP) ou perceptivo, 
▪Processador Cognitivo (PC) 
▪Processador Motor (SM)
64
Cada qual com suas próprias 
memórias e processadores, 
juntamente com alguns 
princípios de operação.
O modelo de processador humano
65
Limitações do Modelo de Card
▶Trata-se de um modelo tradicional baseado em modelar 
atividades mentais que acontecem exclusivamente dentro da 
cabeça (do intelecto, isolado das influências do ambiente)
▶Não contabiliza adequadamente como as pessoas interagem 
com computadores e outros dispositivos no mundo real
▶Atualmente, há estudos que demonstram que atividades 
cognitivas são influenciadas no contexto que ocorrem.
▪O objetivo desses estudos consiste em observar como as 
estruturas no ambiente podem auxiliar a cognição humana e 
reduzir a carga cognitiva.
▪Entre as abordagens modernas, vamos apresentar duas:
➢Cognição Distribuída
➢Cognição Externa
66
Cognição Distribuída
▶Preocupa-se com a natureza dos fenômenos 
cognitivos em todos os indivíduos, artefatos e 
representações internas e externas (Hutchins, 1995)
▶Descreve isso em termos de propagação no estado 
representacional
▶A informação é transformada através de diferentes 
mídias (computadores, displays, papel, cabeças)
www.id-book.com
67
Como isso difere do processamento de informações
68
69
Maçaneta de 
configuração de 
alerta de altitude
Propagação de estados representacionais
1. ATC dá autorização ao piloto para voar para maior altitude (verbal)
2. Piloto muda medidor de altitude (mental e físico)
3. Capitão observa piloto (visual)
4. Capitão voa para maior altitude (mental e físico)
O que está envolvido no modelo distribuído?
▶Ocorre a distribuição de soluções-problemas
▶O papel do comportamento verbal e não verbal
▶Os vários mecanismos de coordenação usados (por 
exemplo, regras, procedimentos)
▶A comunicação

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.