A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Refino Secundário de Aços

Pré-visualização | Página 1 de 1

Refino Secundário de Aços
Alex Campos
Cleiton Lucas
Luis Felipe Novi
Luiz Paulo Ferreira
Ouro Preto, 16 de janeiro de 2013
Refino Secundário
Eliminação de impurezas ( O, S, N, H, P)
Metalurgia de Panela
Controle de temperatura
Acerto da composição Química
Desoxidação
Descarburação
Desfosforação
Dessulfuração
Desgaseificação
Controle da Morfologia de Inclusões
Instalações para Refino Secundário de Aços
Outras Instalações 
ASEA – SKF
VAD (Vacuum Arc Degassing)
VOD (Vacuum Oxygen Descarburization)
AOD ( Argon Oxygen Descarburization)
DH (Dortmund-Horder- Hueten)
IR – UT (Injection Refining – Up Temperature)
Desgaseificador de Recirculação
Controle de temperatura em algumas configurações (aquecimento quimico)
Desgaseificação
Desoxidação
Dessulfuração
Descarburação (condições especificas)
Acerto da composição química (pequenas adições de ferro liga)
Desgaseificador Tipo Tanque
Desgaseificação
Desoxidação
Dessulfuração
Descarburação (em condições especificas)
Acerto da composição química (pequenas quantidades de adições químicas)
CAS - OB
Controle de temperatura (aquecimento químico)
Acerto de composição química
 Forno Panela 
Controle de temperatura
Acerto da composição química
Controle da morfologia de inclusões
Desoxidação
Dessulfuração
Simulação
Resultados
Análise Química 
Conclusão
Os processos de refino secundário são de suma importância para adequação do produto ao seu uso
O preço de custo do produto do refino secundário tem que ser considerado para viabilização do processo
 
Referencias Bibliográficas 
Introdução à siderurgia/Marcelo Breda Mourão (coordenador)./ São Paulo, Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, 2011. 189p.
http://steeluniversity.org/content/html/eng/default.asp?catid=26&pageid=1022544731

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.