A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
262 pág.
Analises Em Plantas edígio Neto

Pré-visualização | Página 1 de 37

Análises 
Químicas
e Bioquímicas
em Plantas
Egídio Bezerra Neto
Levy Paes Barreto
UFRPE
2011
Ministério da Educação
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
Reitor: 
Prof. Valmar Corrêa de Andrade
Diretor da Editora Universitária da UFRPE: 
Antão Marcelo Freitas Athayde Cavalcanti
Av. Dom Manoel de Medeiros, s/n 
Dois Irmãos – Recife / PE
CEP: 52171-900 
Autores: 
Prof. Egídio Bezerra Neto e Prof. Levy Paes Barreto
Projeto Gráfico e Capa:
Bruno de Souza Leão
Departamento de Química
Tel.: (81)3320-6367
egidio@dq.ufrpe.br
levy@dq.ufrpe.br
Catalogação na Fonte
Setor de Processos Técnicos da Biblioteca Central – UFRPE
B574m Bezerra Neto, Egídio
 Análises químicas e bioquímicas em plantas /
 Egídio Bezerra Neto, Levy Paes Barreto. --
 Recife: UFRPE, Editora Universitária da UFRPE, 2011.
 261p. : il.
 1. ANÁLISE QUÍMICA 2. QUÍMICA VEGETAL
 3. NUTRIÇÃO MINERAL I. Barreto, Levy Paes
 II. Título
 CDD 581.19
ISBN: XXXXXXXXXXXXXX
Apresentação
1 | Coleta e Preparo de Amostra 
Vegetal para Análise Química
2 | Determinação de Umidade
3 | Determinação de Resíduo 
Mineral (R.M.)
4 | Determinação de Açúcares 
Redutores em Caldo de Cana
5 | Determinação de Sacarose 
em Caldo de Cana
6 | Determinação de Amido
7 | Determinação de Carboidratos 
Solúveis Totais
8 | Determinação de Sacarose
9 | Determinação de Açúcares Redutores
10 | Determinação de Carboidratos 
Totais Não Estruturais
11 | Determinação de Óleo em 
Sementes de Oleaginosas 
12 | Determinação de Fibra Bruta
13 | Determinação de Nitrogênio Total 
e Estimativa do Teor de Proteína Bruta
14 | Determinação de Proteína Solúvel 
 
15 | Determinação de Aminoácidos 
Livres Totais 
 
16 | Determinação de Prolina Livre 
em Tecido Foliar Fresco
7
Su
m
ár
io
9
13
16
 
20
 
27
35
 
41
48
53
 
59
 
64
69
 
73 
79
 
84
 
90
17 | Determinação de Glicinabetaina 
 
18 | Determinação de Nitrato 
em Tecido Vegetal 
 
19 | Determinação da Atividade de Nitrato 
Redutase (E.C.1.6.6.1) em Tecido Vegetal 
 
20 | Determinação da Atividade 
da Peroxidase (EC 1.11.1.7) 
 
21 | Atividade da Fenilalanina 
Amônia Liase (EC. 4.3.1.5) 
 
22 | Determinação da Atividade 
da Beta Glucanase (EC 3.2.1.39) 
 
23 | Separação de Pigmentos Fotossintéticos por 
Cromatografia em Papel 
 
24 | Determinação de Clorofila 
em Tecido Foliar 
 
25 | Derminação da Acidez 
em Suco de Frutas 
 
26 | Determinação do pH em Suco de Frutas 
 
27 | Determinação de SST em Suco de Frutas 
 
28 | Determinação de Vitamina C 
em Suco de Frutas 
 
29 | Determinação de Fenóis Totais 
 
30 | Determinação de Fenóis 
Totais e Taninos
93
99
103
110
115
119
123
127
130 
136
138
141
146
150
31 | Determinação de Carbono Orgânico 
Total em Tecido Vegetal 
 
32 | Digestão Nitro-Perclórica para Análise 
de Elementos Minerais 
 
33 | Determinação de Fósforo 
 
34 | Determinação de Enxofre 
 
35 | Determinação de Cloreto 
 
36 | Determinação de Boro 
 
37 | Determinação de Silício 
 
38 | Determinação de Sódio e Potássio em 
Tecidos Vegetais por Fotometria de Chama 
 
39 | Determinação de Nutrientes Minerais por 
Espectrofotometria de Absorção Atômica 
 
Anexo 1 | Conselhos Úteis para 
Trabalhos em Laboratório 
 
Anexo 2 | Instruções para Elaboração 
de Relatórios de Análises Químicas 
 
Anexo 3 | Transformações de Resultados 
de Análises Químicas 
 
Anexo 4 | Exercícios Propostos 
 
Anexo 5 | Padronização de Soluções 
 
156
161
165
170
173
177
182
188
192
203
205
207
209
240
Anexo 6 | Composição Bromatológica 
Aproximada de Algumas Hortaliças, 
Frutas e Culturas de Larga Escala 
 
Anexo 7 | Princípios Básicos de Análises 
Espectrofotométrica 
 
Anexo 8 | Tabela de Eynon-Lane 
para Análise de Açúcares, 
Titulando 10 mL da Solução de Soxhlet 
 
Anexo 9 | Concentração de Alguns Ácidos 
Comuns em Laboratórios 
 
Anexo 10 | Teores Adequados de Nutrientes 
Minerais nas Folhas para Diversas Culturas 
 
Anexo 11 | Tabela Períódica 
dos elementos químicos
254
256
257
260
246
248
Egídio Bezerra Neto • Levy Paes Barretos | 7
ApresentAção
O livro “Análises Químicas e Bioquímicas em Plan-
tas” é direcionado à área agrária, mais especificamente à nas 
Universidades e Centros de Ensino. Foi concebido com base 
no interesse dos professores-autores Dr. Egídio Bezerra Neto 
e Levy Paes Barreto (que lecionam no Departamento de Quí-
mica da Universidade Federal Rural de Pernambuco) de favo-
recer o processo de aprendizado ao trazer para os estudantes 
valiosas recomendações sobre trabalhar num laboratório, a 
sequência usada na elaboração de relatórios de aulas práticas 
(que tanto os confunde) e representações de tabelas. Os que 
desejarem aprender vão encontrar nesse livro uma ferramen-
ta útil para responder aos seus questionamentos no que con-
cerne a essas análises.
A estrutura de cada prática traz esclarecimentos importan-
tes que se traduzem logo na introdução, seguida pelos métodos 
e técnicas utilizados. Para sedimentar o aprendizado, o livro 
conta com exercícios propostos nos anexos. Tais ações desen-
volvem sobremaneira o lado cognitivo e fazem aflorar o interes-
se por um tema que pertence à realidade do mundo acadêmico 
e que no futuro, fará parte do dia a dia dos profissionais que a 
Universidade assume a missão de formar.
Considero meus queridos colegas Egídio e Levy pesquisa-
dores competentes, que com muita dedicação nos presenteiam 
esta obra: ao mesmo tempo um material rico, que norteia as 
análises de natureza Química e Bioquímica.
Agradeço o convite para apresentar esse trabalho, o que me 
honrou. Expresso também a minha alegria pela homenagem 
(veja contra-capa) ao meu também querido colega Prof. Emano-
el Lopes de Albuquerque.
Sêneca nos disse que “Ensinando, aprende-se”. Este livro é 
uma prova do trabalho responsável dos professores que divi-
dem agora com os seus alunos um pouco do que aprenderam 
ensinando e os convidam a aprender mais, para que um dia 
possam ensinar outros. Esse é o pensamento coletivo da nossa 
Universidade, comprometida na busca do conhecimento cien-
tífico. E é na difusão desse conhecimento que encontramos no 
meio acadêmico a contribuição maior que podemos deixar para 
a sociedade.
Rosangela Ma S. Lucena
Profa. do Departamento de Química da UFRPE
Recife, maio de 2011
Egídio Bezerra Neto • Levy Paes Barretos | 9
ColetA e prepAro 
de AmostrA VegetAl pArA
Análise QuímiCA
i. introdução
O sucesso de qualquer método analítico que visa a caracte-
rização do estado fisiológico da planta, dos processos bioquími-
cos, e dos produtos dela obtidos, baseia-se fundamentalmente 
em dois fatores:
a. Correto estabelecimento dos métodos para coleta, conserva-
ção e preparo das amostras de órgãos ou de tecidos a anali-
sar.
b. Interpretação correta dos resultados em função de um siste-
ma referencial.
Na amostragem de uma população a ser analisada deve-se 
estabelecer a representatividade da amostra, isto é, tomar um 
número de amostras individuais ou compostas que realmente 
espelhem a população dentro da variabilidade natural.
Os tecidos frescos são altamente perecíveis, assim como, 
após a coleta continuam a funcionar os processos fisiológicos e 
1
10 | Análises Químicas e Bioquímicas em Plantas
começa a se estabelecer a senescência com o aumento da respira-
ção, hidrólise de proteínas, etc. Para a realização de testes bioquí-
micos, os quais simulam as condições