Conceito de Sócio Investidor
3 pág.

Conceito de Sócio Investidor

Disciplina:Projeto Integrado Administração2 materiais43 seguidores
Pré-visualização1 página
Grupo : C.E.A

Anderson da Silva Ferreira RA 2012144360

Amanda Nascimento Almeida RA 2012010274

Bento E.Ferreira Neto RA. 2012052244

Joice Ribeiro da Silva RA. 2012039558

Letícia N.Kozima Soares RA. 2012029331

Mariana A. Castelari RA.2012075139

Paulo Ricardo F. Mello RA.2012075120

Silvoney Lima Souza RA.2012040483

Conceito de Sócio Investidor.

 O conceito de sócio-capitalista é antigo e bastante aplicado por empresários brasileiros, tanto nas empresas nascentes como naquelas que já possuem experiência de mercado. Recentemente, falam-se cada vez mais em revistas, jornais e outros meios de comunicação sobre o papel do investidor de risco. Apesar de serem muito parecidos e não terem uma definição formal e padronizada, esses dois tipos de investidores possuem algumas diferenças do ponto de vista prático.

Um investidor de risco, ou somente "investidor", tem um interesse um pouco diferente: ele não se incomoda tanto com a quantidade de dinheiro investida, mas sim que o potencial de retorno deste investimento seja muito alto e venha o mais rápido possível. Enquanto o sócio-capitalista aceita viver dividindo os lucros da empresa com os outros sócios ao longo do tempo - enquanto paga seu investimento e aguardam retornos maiores - o investidor tenta garantir que o empreendedor valorize muito a empresa (seja com lucros muito altos ou ganhando mercado muito rapidamente) para então vender seu percentual no negócio na hora certa, para o comprador certo, pelo maior valor possível.

Como funcionam as questões legais para viabilizar este tipo de financiamento
Que sejam negócios com alguma inovação, seja no produto ou serviço. Isto significa que não basta ter um preço mais baixo ou um melhor atendimento, seu negócio tem que ser diferenciado.

Ter um mercado potencial significativo.

Ser um negócio com bom potencial de crescimento e de alta rentabilidade. Isto significa que seu negócio deve poder crescer e ser replicado sem depender de profissionais especialistas ou de aumento no número de funcionários proporcional ao seu crescimento.
Seu negócio não seja facilmente copiável ou tenha uma barreira de entrada para concorrrentes, isto é seu diferencial competitivo possa ser mantido frente a possíveis concorrentes.

O valor do investimento não supere o limite se R$ 1 milhão. Se o valor do investimento que procura é superior a R$ 1 milhão, deve submeter para fundos de investimento, lembrando que os mesmos investem em empresas com faturamento de R$ 2 milhões/ano.
O investimento se destina exclusivamente para aporte da empresa, não poderá ser utilizado para pagamento de dividas.

Os empreendedores tenham as competências básicas necessárias para execução do negócio, pois o investidor se dedica a orientar e apoiar, não a executar.

Requisitos para o empreendedor

Deve demonstrar que tem conhecimento do seu negócio, o seu mercado e sobre aceitação do mesmo por clientes potenciais.

Apresentar sumário executivo que contenha as principais informações do seu negócio: Produto, mercado, concorrente, equipe, necessidades e uso do capital e se possível um plano de negócios.
E se possível ter um ou mais conselheiros para sua empresa.

Referências:

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/que-percentual-da-empresa-devo-ceder-ao-investidor
http://exame.abril.com.br/pme/noticias/qual-a-diferenca-entre-investidor-e-socio-capitalista
http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Entenda-a-diferen%C3%A7a-entre-s%C3%B3cio%E2%80%93capitalista-e-investidor-de-risco