Projeto NBR 13280densidade aparente
2 pág.

Projeto NBR 13280densidade aparente


DisciplinaEngenharia Civil7.715 materiais24.493 seguidores
Pré-visualização1 página
\ufffd\ufffd\ufffd\ufffd\ufffd
\ufffd\ufffd	Projeto NBR 13280:2001
Projeto NBR 13280:2001\ufffd\ufffd	
 ICS 91.100.10
AGO 2001
reunião de 06/08/01
 Projeto NBR 13280 
Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação da densidade de massa aparente no estado endurecido 
Origem: NBR 13280:1995
ABNT/CB-18 \u2013 Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados 
CE-18:406.03 \u2013 Comissão de Estudo de Métodos de Ensaios para Argamassas para Assentamento e Revestimento
Projeto NBR 13280 - Mortar - Determination of the specific gravity in the hardened stage - Method of test
Descriptors: Mortar. Wall covering
Esta Norma substituí a NBR 13280:1995
Palavra(s)-chave:
Argamassa. Revestimento de parede. Revestimento de teto
 2 páginas
\ufffd
\ufffd
Sumário \ufffd
Objetivo
Referências normativas
Condições ambientais do laboratório
Aparelhagem
Execução do ensaio
Resultados
Prefácio\ufffd
A ABNT \u2013 Associação Brasileira de Normas Técnicas \u2013 é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setorial (ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (ABNT/CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).
Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos ABNT/CB e ONS circulam para Consulta Pública entre os associados da ABNT e demais interessados.
Objetivo\ufffd
Esta Norma prescreve o método para a determinação da densidade de massa aparente de argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos, no estado endurecido.
\ufffd
Referências normativas\ufffd
As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.
NBR 13279:1995 \u2013 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos \u2013 Determinação da resistência à flexão e compressão 
Condições ambientais do laboratório
O laboratório deve apresentar temperatura do ar de (23 ± 2)ºC e umidade relativa do ar de (60 ± 5)%. 
Aparelhagem \ufffd
A aparelhagem necessária à execução do ensaio é a seguinte:
balança com resolução de 0,1 g e capacidade mínima de 1000 g;
paquímetro com resolução de 0,1 mm;
molde prismático (4x4x16)cm, conforme NBR 13279;
utensílios de laboratório.
Execução do ensaio
Corpos-de-prova
Neste ensaio são utilizados três corpos-de-prova moldados conforme a NBR 13279.
Ensaio
Aos 28 dias de idade, o corpo-de-prova, preparado para este ensaio conforme a NBR 13279. 
Determinar, com auxílio do paquímetro, a altura, a largura e o comprimento do corpo-de-prova em duas posições em centímetros.
Pesar o corpo-de-prova na balança com resolução de 0,1 g e registrar sua massa (M).
Resultados
Calcular o volume (V) do corpo-de-prova, em cm3, a partir das medidas da largura (I), da altura (h) e do comprimento (c), e da seguinte equação: 
NOTA \u2013 expressar o resultado em kg/m2, arredondando ao número inteiro mais próximo.
\ufffdPAGE \# "'Página: '#'\ufffd'" \ufffd\ufffdO sumário é um elemento preliminar opcional, mas necessário para permitir uma visão global da norma e facilitar sua consulta. Deve conter uma lista das seções e dos anexos. Todos os elementos listados devem ser relacionados com seus títulos completos.
\ufffdPAGE \# "'Página: '#'\ufffd'" \ufffd\ufffdO prefácio deve constar de todas as normas; não devendo conter requisitos, figuras ou tabelas.
O texto-padrão acima deve ser acrescido das seguintes informações, quando pertinentes:
indicação de modificações técnicas e significativas em relação à edição anterior da norma;
relação da norma com outra norma ou outros documentos;
indicação do caráter normativo ou informativo dos diversos anexos.
\ufffdPAGE \# "'Página: '#'\ufffd'" \ufffd\ufffdEste elemento deve constar no início de cada norma, a fim de definir, sem ambigüidade, o assunto da norma e os aspectos abrangidos, indicando ao mesmo tempo os limites de aplicabilidade da norma ou de partes específicas da norma. Não deve conter requisitos.
\ufffdPAGE \# "'Página: '#'\ufffd'" \ufffd\ufffdEste elemento deve conter uma lista completa de todos os documentos normativos (normas, na maioria dos casos), com seus títulos e datas de publicação, cujas referências são feitas no texto de forma que as tornem indispensáveis na aplicação da norma.
A lista deve ser introduzida pelo seguinte texto:
\u201cAs normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.\u201d
O texto acima deve ser modificado no caso de referência única e de normas publicadas em partes.
\ufffdPAGE \# "'Página: '#'\ufffd'" \ufffd\ufffdEste é um elemento opcional que contém as definições necessárias à compreensão de certos termos usados na norma. As definições devem precedidas pelo seguinte cabeçalho, conforme o caso:
\u201cPara os efeitos desta Norma, aplicam-se as seguintes definições:\u201d, ou
\u201cPara os efeitos desta Norma, aplicam-se as definições da NBR XXXX e as seguintes:\u201d, ou
\u201cPara os efeitos desta Norma, aplicam-se as definições da NBR XXXX.\u201d
\ufffd
_1060610543.unknown
_990866127.doc