Bioética e suas implicações para a Neurociêcias
51 pág.

Bioética e suas implicações para a Neurociêcias


DisciplinaEducação Inclusiva13.279 materiais116.529 seguidores
Pré-visualização12 páginas
1 
 
Disciplina: Bioética e suas implicações para a Neurociência 
Autores: M.e Willyans Maciel 
Revisão de Conteúdos: Esp. Marcelo Alvino da Silva 
Revisão Ortográfica: Jacqueline Morissugui Cardoso 
Ano: 2017 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Copyright © - É expressamente proibida a reprodução do conteúdo deste material 
integral ou de suas páginas em qualquer meio de comunicação sem autorização escrita 
da equipe da Assessoria de Marketing da Faculdade São Braz (FSB). O não cumprimento 
destas solicitações poderá acarretar em cobrança de direitos autorais. 
 
 
2 
 
Willyans Maciel 
 
 
 
 
Bioética e suas implicações 
para a Neurociência 
1ª Edição 
 
 
 
 
 
 
 
 
2017 
Curitiba, PR 
Editora São Braz 
 
 
 
 
3 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FICHA CATALOGRÁFICA 
 
 
 
MACIEL, Willyans. 
Bioética e suas implicações para a Neurociência / Willyans Maciel. \u2013 
Curitiba, 2017. 
51 p. 
Revisão de Conteúdos: Marcelo Alvino da Silva. 
Revisão Ortográfica: Jacqueline Morissugui Cardoso. 
Material didático da disciplina de Bioética e suas implicações para a 
Neurociência \u2013 Faculdade São Braz (FSB), 2017. 
 ISBN: 978-85-94439-52-9 
 
 
 
 
 
 
4 
 
PALAVRA DA INSTITUIÇÃO 
 
Caro(a) aluno(a), 
Seja bem-vindo(a) à Faculdade São Braz! 
 
 Nossa faculdade está localizada em Curitiba, na Rua Cláudio 
Chatagnier, nº 112, no Bairro Bacacheri, criada e credenciada pela Portaria nº 
299 de 27 de dezembro 2012, oferece cursos de Graduação, Pós-Graduação e 
Extensão Universitária. 
 A Faculdade assume o compromisso com seus alunos, professores e 
comunidade de estar sempre sintonizada no objetivo de participar do 
desenvolvimento do País e de formar não somente bons profissionais, mas 
também brasileiros conscientes de sua cidadania. 
 Nossos cursos são desenvolvidos por uma equipe multidisciplinar 
comprometida com a qualidade do conteúdo oferecido, assim como com as 
ferramentas de aprendizagem: interatividades pedagógicas, avaliações, plantão 
de dúvidas via telefone, atendimento via internet, emprego de redes sociais e 
grupos de estudos o que proporciona excelente integração entre professores e 
estudantes. 
 
 
Bons estudos e conte sempre conosco! 
Faculdade São Braz 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
Apresentação da disciplina 
A bioética é um dos mais importantes e amplos campos da ética. Nela 
estudamos as questões relativas à vida, ao meio ambiente e a saúde, não 
apenas humanas, mas de todos os seres vivos. Esta é uma disciplina com uma 
grande gama de conteúdos teóricos e diversas associações conceituais serão 
necessárias. Por essa razão é importante que você estudante esteja atento às 
mídias que serão apresentadas ao longo da disciplina, bem como se mantenha 
ativo em sua interação no ambiente virtual de aprendizagem. Será uma 
disciplina empolgante e com muitas possibilidades. 
Nesta disciplina abordaremos os principais tópicos da bioética e seu 
campo específico, a neuroética, com a finalidade de desenvolver o aparato 
conceitual necessário para a aplicação responsável dos conceitos, métodos e 
resultados da bioética. Para tanto, faremos uma abordagem detalhada dos 
fundamentos conceituais da bioética, sua história e como ela foi influenciada 
pelos resultados da neurociência para desenvolver-se na forma como se 
apresenta hoje. 
Abordaremos diversas discussões que aparecem ao longo da história da 
bioética, muitas delas ainda ativas em pesquisa e debate. Nesse processo 
procuraremos explorar a forma como pesquisadores e clínicos devem utilizar 
os conceitos e métodos da neurociência de modo responsável e favorecendo o 
desenvolvimento humano, mantendo o respeito pela dignidade da vida, a 
individualidade da pessoa humana e a autonomia dos sujeitos. 
 
 
 
 
 
 
Copyright © - É expressamente proibida a reprodução do conteúdo deste material 
integral ou de suas páginas em qualquer meio de comunicação sem autorização escrita 
da equipe da Assessoria de Marketing da Faculdade São Braz (FSB). O não cumprimento 
destas solicitações poderá acarretar em cobrança de direitos autorais. 
 
 
 
6 
 
Aula 1 \u2013 Bioética e neurociência 
Apresentação da aula 
Nesta aula abordaremos as origens conceitual e histórica da bioética, 
sua evolução no Século XX, bem como os pontos relevantes que influenciaram 
seu desenvolvimento. Trataremos também da neuroética, a intersecção entre a 
bioética e a neurociência, apresentando algumas relações entre o cérebro e o 
processamento moral dos seres humanos. 
Nosso principal ponto, no entanto, é a apresentação do processo de 
criação da bioética e de seu funcionamento. Estudaremos juntos a moral, a 
ética, o direito e como esses três elementos, em conjunto com as 
transformações na sociedade, levam ao surgimento da bioética. 
 
1. Bioética e neurociência 
Não se pode falar em bioética, ou em seu campo específico na 
neurociência, a neuroética, sem explorar as suas origens como um ramo da 
ética e com forte relação com o funcionamento da moral e o impacto na 
sociedade. O fluxo do processamento das informações relativas ao que é bom, 
correto, legal e benéfico, inicia-se na moral, como a mais individual expressão 
desse processamento, passa pelo diálogo em sociedade promovido pela ética, 
desenvolve-se nas leis e normas do direito e finalmente coaduna-se com as 
descobertas mais recentes da ciência cognitiva, neurociência e filosofia da 
mente, formando a neuroética. 
 
1.1 Moral, a base da ação e julgamento humanos 
A expressão Moral tem sua origem em duas expressões do latim "mos\u201d e 
"mores\u201d, desenvolvendo-se para uma terceira, a "moralis" que significa 
"caráter" ou "comportamento próprio". Indica o conjunto de normas e princípios 
mais básicos do ser humano, que regem o julgamento e ação de um indivíduo. 
Através da moral julgamos as ações humanas como boas ou más, tanto as 
ações que cometemos ou pretendemos cometer, quanto as ações de outros 
seres humanos. Da mesma forma, os outros seres humanos são dotados de 
 
 
7 
 
moral e fazem o mesmo em relação às nossas ações. Embora a moral, por ser 
individual, possa variar de pessoa para pessoa, em geral, há um padrão 
aproximado em comunidades. A ciência ainda investiga a extensão do impacto 
da cultura na formação da moral, mas atualmente se aceita que os aspectos 
mais fundamentais e comuns a todos sejam evolutivos e baseados na estrutura 
neural humana. 
 
1.2 Comparando com a psicopatologia 
Uma boa forma de compreender o funcionamento da moral é compará-la 
com um tipo de indivíduo moralmente patológico. Psicopatas são uma pequena 
porcentagem da população humana considerada amoral. Não são dotados de 
empatia, a capacidade de identificar-se com os outros seres humanos, e por 
isso sua capacidade de sentir e compreender os sentimentos humanos, 
compaixão, é comprometida. 
Nem todos os psicopatas causam danos à sociedade, existem diversos 
níveis de psicopatia e a maioria passa despercebida. Alguns autores estimam 
que cerca de 5% da população humana possa ser incluída nessa categoria. 
As causas ainda são investigadas, entre elas as principais suposições 
são razões evolutivas e de estrutura da mente. A empatia e compaixão são 
benéficas para a sobrevivência humana, mas uma vez bem estruturada uma 
comunidade humana, psicopatas podem aproveitar-se da compaixão dos 
outros indivíduos e sobreviver mesmo sem essas