ativosmanu
13 pág.

ativosmanu


Disciplina<strong>fachada</strong> Vidro1 materiais3 seguidores
Pré-visualização13 páginas
MMAANNUUAALL DDEE RREEVVEESSTTIIMMEENNTTOO
DDEE

FFAACCHHAADDAA

Salvador/2006

 1

Índice

1 Introdução.........................................................................................2

2 Comunidade da Construção ...........................................................2

3 Metodologia de Trabalho.................................................................3

4 Detalhamento da Fachada...............................................................4

4.1 Projeto de Arquitetura .................................................................................. 6
4.2 Projeto de Estrutura ..................................................................................... 9
4.3 Projeto de Compatibilização para paginação de Alvenaria ........................ 11
4.4 Detalhamento do Revestimento Externo \u2013 Projeto de produto .................. 11

5 Escolha dos Materiais ...................................................................13

5.1 Sistemas de Produção ............................................................................... 14
5.2 Dosagem das Argamassas de Revestimento ............................................ 18
5.3 Painel teste ................................................................................................ 19
5.4 Selante ....................................................................................................... 26

6 Planejamento da Produção ...........................................................27

6.1 Escolha e Contratação dos Recursos ........................................................ 28
6.2 Seleção e Treinamento da Equipe ............................................................. 31

6.2.1 Treinamento da mão-de-obra.............................................................. 33

6.3 Logística do Sistema.................................................................................. 36
6.4 Plano de ação ............................................................................................ 56

7 Execução ........................................................................................60

8 Controles ........................................................................................70

8.1 Dosagem da argamassa ............................................................................ 70
8.2 Resistência de argamassa ......................................................................... 71
8.3 Resistência de aderência à tração ............................................................. 71
8.4 Consumo de argamassa ............................................................................ 71
8.5 Rastreabilidade da argamassa................................................................... 73
8.6 Locais com som cavo................................................................................. 73
8.7 Controle do planejamento .......................................................................... 74
8.8 Obtenção dos índices de produtividade ..................................................... 75

9 Considerações Finais ....................................................................75

 2

1 INTRODUÇÃO
Este Manual apresenta etapas e ferramentas necessárias para a implantação de
uma atividade extremamente importante na construção de edifícios \u2013 o Projeto de
Revestimento de Fachadas, que por si só engloba os projetos propriamente ditos, a
escolha dos materiais e equipamentos, o plano de trabalho, a execução e o controle
do processo.

O know how aqui descrito resulta da vivência de profissionais experientes e do
acompanhamento minucioso de uma obra verdadeira, o edifício Residencial
Granville, da construtora Concreta, de Salvador, Bahia, escolhido como estudo de
caso dentro do Programa de Melhorias de Desempenho \u2013 Sistema Revestimento,
realizado pela Comunidade da Construção de Salvador em seu 2º Ciclo, entre 2004
e 2006.

A transformação dessa experiência em manual de procedimentos era uma das
metas da Comunidade nessa etapa, uma vez que é seu objetivo permanente a
difusão de boas práticas dos sistemas construtivos à base de cimento. Portanto, as
orientações processuais descritas neste trabalho podem ser aplicadas em qualquer
edificação de múltiplos andares que venham a utilizar revestimento de argamassa
na fachada externa.

2 COMUNIDADE DA CONSTRUÇÃO

Em cada cidade onde está instalada, a Comunidade da Construção é formada por
representantes de construtoras, projetistas, professores, fornecedores e outros
profissionais integrantes da cadeia produtiva, grupo liderado pela Associação
Brasileira de Cimento Portland (ABCP) em parceria com o Sindicato da Indústria da
Construção Civil (Sinduscon).

Assim organizada, a Comunidade coloca em prática seus programas visando a
melhoria de desempenho dos sistemas construtivos à base de cimento.

Em Salvador, a união desses agentes (e de um projetista de revestimento) se deu
no acompanhamento do Residencial Granville e na busca de transformar esse
trabalho em uma experiência multiplicável.

 3

3 METODOLOGIA DE TRABALHO
Para executar um revestimento externo adequado são necessárias as seguintes
etapas:

ƒ Detalhamento da fachada (desenhos), que envolve análise dos projetos de
arquitetura, estrutura, instalações, vedações e paginação de alvenaria (caso a
empresa venha a contratar este projeto).

ƒ Escolha dos materiais a serem utilizados para execução desta atividade.

ƒ Planejamento para execução do revestimento externo.

o Treinamento da mão-de-obra que irá realizar tal atividade.

o Logística para recebimento e aplicação dos materiais.

ƒ Execução do revestimento externo.

ƒ Acompanhamento dos indicadores.

ƒ Controle tecnológico das argamassas aplicadas.

Atribuições de responsabilidade

Dentro da cadeia produtiva para execução de um revestimento externo de boa
qualidade estão desde o projetista até a mão-de-obra que irá executá-lo, portanto
são discriminadas na Tabela 1 as atribuições de cada um deles, com base em
CEOTTO et al. (2005).

 4

TABELA 1 - Atribuições dos envolvidos na execução de revestimento externo.

Solicitar todas as informações técnicas necessárias (administração da obra e aos fornecedores
de insumos).

Fazer o projeto dentro das diretrizes fixadas pela construtora e pelos demais projetistas.
PROJETISTA

Definir claramente os intervalos aceitáveis para os parâmetros especificados no projeto.

Fornecer ao projetista todas as informações técnicas relevantes sobre os procedimentos e
controles utilizados pela construtora, assim como todos os projetos necessários (arquitetura,
estrutura, vedações etc.).

Definir o sistema de produção: produção no canteiro ou argamassa industrializada, fornecimento
em silos ou em sacos, central de produção ou argamassadeira nos andares.

Fazer uma análise crítica do projeto, apontando necessidade de modificações ou adequações em
função do sistema de produção.

CONSTRUTORA

Retroalimentar o projetista com as informações fornecidas pela mão-de-obra referente à
trabalhabilidade.

Fornecer as informações técnicas sobre o desempenho e características tecnológicas de seus
produtos. FORNECEDORES DE

INSUMOS
Fornecer treinamento à mão-de-obra para aplicação dos produtos.

MÃO-DE-OBRA
Fornecer ao engenheiro informações que contribuam com a construtibilidade e produtividade da
obra por intermédio da equipe técnica da obra.

4 DETALHAMENTO DA FACHADA
A elaboração do projeto de revestimento é fundamental para obtenção de um
desempenho satisfatório ao longo do tempo, refletindo no aumento da qualidade e
produtividade, redução das falhas, desperdícios e custos. Tem como finalidade a
determinação dos materiais, geometria, juntas, reforços, acabamentos,
procedimento de execução