DISC 2 CHAMADA.docx Administração, Sistemas e Ambiente
3 pág.

DISC 2 CHAMADA.docx Administração, Sistemas e Ambiente


DisciplinaAdministração, Sistemas e Ambientes499 materiais849 seguidores
Pré-visualização1 página
Disciplina(s): 
Administração, Sistemas e Ambiente
Questão 1/5
Em uma pesquisa realizada com 20 indústrias inglesas, Burns e Stalker verificaram a relação existente entre as práticas administrativas e o ambiente externo dessas organizações. Eles concluíram que as organizações seguem dois tipos de procedimentos organizacionais, que resulta ou em um sistema mecanicista ou em um sistema orgânico.
Caracterize cada um desses sistemas, apontando ao menos uma característica que os diferenciem.
	Espera-se que os itens abaixo, constem na resposta.
- O sistema mecanicista, é aquele no qual as especialidades funcionais têm uma classificação rígida, bem como as obrigações, responsabilidades e o poder.
- O sistema orgânico, por sua vez, apresenta maior flexibilidade, com responsabilidades, obrigações e poder mais adaptáveis.
 Espera-se que ao menos um dos itens abaixo, conste na resposta.
 A hierarquia do comando é bem definida, sustentando um fluxo de comunicação que transmite informações de forma ascendente e ordens em um fluxo descendente.
A comunicação ocorre em fluxo contínuo, ascendente e descendente. O sistema orgânico é adequado às condições de mudança, que dão origem constantemente a novos problemas e necessidades imprevistas de ação que não podem ser discriminadas ou distribuídas automaticamente a partir dos papéis funcionais definidos dentro de uma estrutura hierárquica. Nessa perspectiva, uma organização com sistemas mecânicos é adequada a ambientes estáveis, enquanto que a um sistema orgânico se mostra mais flexível a novas situações ambientais.
Questão 2/5
O processo de busca pela excelência é um esforço contínuo das organizações. Sendo assim é relevante as organizações considerarem a qualidade como um fator essencial para o alcance da vantagem competitiva. A história da administração da qualidade total se confunde com a história do modelo japonês de administração, pois este é uma combinação dos princípios de técnicas da qualidade total, da administração científica e das tradições culturais japonesas.
Elabore um texto de 4 a 7 linhas, explicando quais tradições japonesas contribuíram para o sucesso do modelo japonês de qualidade total, bem como a influência do contexto histórico japonês no referido modelo.
	Espera-se que os itens abaixo, constem na resposta.
- O Japão foi destruído na Segunda Guerra.
- Escassez de recursos causada pela Segunda Guerra Mundial.
- A cultura japonesa é fortemente pautada no espírito de equipe, princípios de disciplina e ética das relações. Esta combinação possibilitou organizações com objetivos compartilhados entre seus membros e coesas, diferentemente da cultura individualista presente nos países ocidentais.
- A história do processo de industrialização do Japão foi marcado pela busca da transferência de tecnologias das ações ocidentais mais avançadas, particularmente Estados Unidos e Alemanha, tanto antes do período da Primeira Guerra Mundial, quanto após a Segunda Guerra Mundial.
- O país destruído e precisando se reerguer implantou em seus setores produtivos o conceito fundamental de evitar o desperdício e de buscar a melhoria contínua, aprimorando sempre seus produtos por meio do \u201cfazer bem feito e na primeira vez\u201d.
- O trabalho em equipe está enraizado desde seus tempos imemoriais, no sistema feudal japonês havia a necessidade de associação para manutenção de sua identidade e amor próprio.
Questão 3/5
Na perspectiva da Teoria dos Sistemas a organização não é mais vista apenas como um único sistema no qual os níveis hierárquicos fazem com que o fluxo de decisões se dê em um único sentido (de cima para baixo), mas podem conter sub-sistemas em inter-relação.
Com base nisso, apresente dois exemplos de sub-sistemas que podem coexistir dentro de uma organização e explique como eles podem se inter-relacionar.
	Espera-se que o aluno apresente os elementos abaixo na resposta:
- é possível criar departamentos que tenham com seus próprios padrões e estruturas, que se inter-relacionam entre si;
- o que liga esses sub-sistemas é a busca por objetivos comuns.
Exemplos: produção, marketing, contabilidade, finanças, Tecnologia da Informação, entre outros - espera-se que o alunos relacione ao menos dois deles. A produção tem sua prórpia estrutura, assim como o departamento de marketing. No entanto, ambos precisam trabalhar em conjunto para oferecer aquilo que o mercado está demandando.
Fonte: Coltro, Alex. teoria geral da Administração. Intersaberes, 2015)
Questão 4/5
O pensamento em termos de sistemas, desempenha um papel dominante em uma ampla série de campos, que vão das empresas industriais e dos armamentos até tópicos esotéricos da ciência pura, sendo-lhe dedicadas inumeráveis publicações, conferências, simpósios e curso [...]. Assim, afirma-se que os sistemas estão em toda parte, não importa em qual campo de atuação possa se pesquisar, na física, na psicologia, na tecnologia, entre outros.
 
BATISTA, G.; MURBACK, F. G. R. Estudo sobre a aplicação da teoria geral dos sistemas nas organizações brasileiras. X Congresso Brasileiro de Sistemas, 2014.
 
A respeito da Teoria Geral dos Sistemas, no contexto da gestão, descreva suas características e destaque suas vantagens.
	A Teoria Geral de Sistemas baseia-se no conceito do homem funcional, que tem um papel dentro das organizações e se relaciona com os demais indivíduos, como um sistema aberto. Dessa forma, podemos evidenciar como principal vantagem da abordagem sistêmica as relações da organização com o seu meio ambiente. Mesmo assim, alguns autores criticam este ponto de vista na medida em que não são elencadas aplicações práticas para o funcionamento das empresas, pois não há uma única fórmula que sirva para todas. Entre as principais críticas, podemos citar as próprias características básicas da análise sistêmica, o confronto entre sistema aberto e sistema fechado e o efeito sinergético das organizações.
Questão 5/5
O conceito de sistema proporciona uma visão compreensiva, abrangente e holística (as totalidades representam mais que a soma de suas partes) e gestáltica (o todo é maior que a soma das partes) de um conjunto de coisas complexas, dando-lhes uma configuração e identidade total. Ou seja, pode-se pensar globalmente e agir localmente.
CAPRA, F. A teia da Vida: Uma nova compreensão cientifica dos sistemas vivos. 11 ed. SP: Editora Cultrix, 1996.
Sobre os sistemas, no contexto da gestão e das organizações, diferencie o sistema aberto do sistema fechado.
	Os sistemas fechados são aqueles não influenciados por aquilo que os cerca e que não se integram ao meio em que estão. 
Os sistemas abertos interagem continuamente com o meio em que se inserem.