AD1 Corpo Humano 1
1 pág.

AD1 Corpo Humano 1


DisciplinaCorpo Humano I20 materiais151 seguidores
Pré-visualização1 página
1- Baseado nas principais consequências da doença, sugira o provável período de gestação em que ocorreu a infecção e, qual seria o tecido primitivo embrionário mais afetado e porque (4 pontos).
R: A síndrome da Rubéola Congênita é causada pela infecção da mãe pelo vírus da rubéola. O vírus atravessa a membrana placentária e infecta o embrião. Quanto mais cedo for a infecção maior será o risco de malformação, devido ao fato de ser logo nas primeiras semanas o período da organogênise a qual ocorre a diferenciação dos tecidos e a formação dos órgãos.
A infecção deve ter acontecido entre a 4ª e 5ª semana. Levando em consideração que a tríade clássica afeta os olhos, o ouvido e o coração, creio que o tecido primitivo mais afetado seja o ectoderma, pois é a partir desse folheto que são formados o cristalino dos olhos, a orelha interna e a retina pela diferenciação do ectoderma em neuroectoderma.
2- Quais seriam as principais alterações teciduais embrionárias causadas pela doença (5 pontos)?
R: O vírus da rubéola é uma doença transplacentária que inibe a mitose, estimula a apoptose e apresenta uma frequência maior de rupturas cromossômicas, comprometendo a diferenciação dos tecidos e órgãos na organogênese.
As células fetais infectadas diminuem sua velocidade de multiplicação, logo produzem órgãos menores possuindo menos células. Esse atraso na organogênese acarreta no desenvolvimento hipoblástico do órgão produzindo as anomalias conhecidas. Todos esses eventos afetam os mecanismos básicos do nosso organismo que está em desenvolvimento, desregulando e causando interferências nas interações intercelulares, na biossíntese de enzimas e nutrientes, no balanço osmótico, no pH celular e na modulação da expressão gênica.
Rafaele
Rafaele fez um comentário
Faltaram as referências...
0 aprovações
Carregar mais