questionario II didatica fundamental
8 pág.

questionario II didatica fundamental


DisciplinaDidática Fundamental Unip - Pedagogia563 materiais462 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Ao docente cabe desenvolver ou aprimorar diversas características, todas fundamentais para sua ação docente. De acordo com Perrenoud (2000), uma delas é a competência de \u201cconhecer, para determinada disciplina, os conteúdos a serem ensinados e sua tradução em objetivos de aprendizagem\u201d. Sobre essa competência, podemos afirmar que: 
I \u2013 Refere-se ao domínio dos conteúdos com suficiente fluência e distância dos conteúdos para construí-los em situações abertas e tarefas complexas.
II \u2013 É importante aproveitar ocasiões, partindo dos interesses dos alunos, explorando os acontecimentos.
III \u2013 Trata-se de propiciar mecanismos de memorização de conteúdos transmitidos pelo professor.
IV \u2013 Favorece a apropriação ativa e a transferência dos saberes, sem passar necessariamente por sua exposição metódica, na ordem prescrita por um sumário.
Estão corretas as afirmativas:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I, II e IV
	Respostas:
	a. 
I, II e III
	
	b. 
I, II, III e IV
	
	c. 
II, III e IV
	
	d. 
I, III e IV
	
	e. 
I, II e IV
	Feedback da resposta:
	Alternativa: E
Comentário: é necessário que o professor conheça sua disciplina assim como uma gama de metodologias e técnicas que pode lançar mão visando à aprendizagem de seu aluno.
	
	
	
Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Bernardes e Moura (2009) procuraram investigar as condições e as circunstâncias necessárias para que o ensino possa se constituir como instrumento possibilitador da transformação dos indivíduos, assim como da sociedade, a partir da superação do processo de alienação historicamente instituído nesta mesma sociedade e, em particular, no sistema educacional vigente. 
Para alcançar seu fim, os autores citados realizaram pesquisa de cunho experimental com alunos da 3a série (4o ano) do Ensino Fundamental, na qual analisaram qualitativamente a organização do ensino e fundamentaram sua análise e interpretação dos dados no materialismo histórico-dialético, na psicologia histórico-cultural e na teoria da atividade.
Leia as afirmativas a seguir:
I- A partir dos pressupostos do materialismo histórico-dialético, a intenção pode ser a de buscar compreender e explicitar como as relações entre ensino e aprendizagem podem promover a transformação das funções psíquicas superiores dos estudantes.
II- É possível analisar as possibilidades reais da construção do devir (vir a ser, tornar-se, transformar-se) na formação dos indivíduos a partir da psicologia histórico-cultural e da teoria da atividade na pesquisa mencionada.
III- A teoria da atividade só fará sentido se desconsiderarmos que quem elabora os conceitos é o sujeito da atividade. Nesse foco, ela foi inserida na pesquisa por conta de seus procedimentos de ordem metodológica.
IV- Só é possível analisar as possibilidades reais da construção do devir na formação dos alunos a partir do materialismo histórico-dialético que tem a intencionalidade de ser um método de pesquisa prática e de coleta de dados.
A partir da leitura está incorreto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
III e IV
	Respostas:
	a. 
I, II e III
	
	b. 
I e II
	
	c. 
III e IV
	
	d. 
Somente II
	
	e. 
Somente IV
	Feedback da resposta:
	Alternativa: C
Comentário: é impossível construir um bom trabalho docente desconsiderando o aluno, sujeito da aprendizagem.
	
	
	
Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	De acordo com Nogueira (2001), o trabalho com projetos tem sido encarado atualmente mais como um modismo na área educacional, do que como uma forma de organização do trabalho docente. Praticamente todas as escolas dizem trabalhar com projetos e a falta de conhecimento sobre essa prática tem levado o professor a conduzir atividades sem sentido denominadas de projeto. O autor pretende romper com essa visão reducionista de projeto e ampliar essa visão. Na visão ampliada do autor, pode-se dizer sobre os projetos:
I. Os projetos devem direcionar o trabalho do professor com seus alunos. Devem ser rígidos para que o professor não se perca e transforme o projeto em mera aplicação de trabalhos desconectados.
II. Os projetos trazem a possibilidade de integração entre os alunos e da construção da autonomia. Segundo o autor, os projetos são sempre indicados como a melhor metodologia para se trabalhar com o Ensino Fundamental.
III. Os projetos estão em moda, pois se traduzem em um trabalho criativo, não diretivo, atual e totalmente pertinente com as novas tecnologias. 
IV. A possibilidade de incorporar o trabalho com projetos no Ensino Fundamental implica em uma ação coordenada de direção e coordenação pedagógica da escola, que deve indicar o tema mais apropriado para o projeto.
V. Os projetos não são e não serão os salvadores do sistema educacional, mas ampliam as possibilidades de trabalhar com os conteúdos, indo além da forma conceitual e articulando diferentes áreas do conhecimento.
Estão corretas, apenas as alternativas:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
III e V
	Respostas:
	a. 
I e II
	
	b. 
II e III
	
	c. 
III, IV e V
	
	d. 
III e V
	
	e. 
IV e V
	Feedback da resposta:
	Alternativa: D
Comentário: os projetos estão em moda, pois se traduzem em um trabalho criativo, não diretivo, atual e totalmente pertinente com as novas tecnologias. Vale ressaltar que não podem ser desenvolvidos apenas por estarem na moda, mas como foco em suas possibilidades. Ainda é necessário que o educador tenha bem claro que os projetos não são e não serão os salvadores do sistema educacional. Sua função é de ampliar as possibilidades de trabalhar com os conteúdos indo além da forma conceitual e articulando diferentes áreas do conhecimento.
	
	
	
Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Em determinada escola de Ensino Fundamental e Médio, os professores se reúnem sempre às sextas-feiras à tarde para planejar as atividades da semana seguinte. Uma das professoras, Marlene, propôs que cada professor, todos na faixa etária de 40 anos de idade, trouxessem pelo menos duas fotos suas, quando crianças, junto às suas famílias e as mostrassem aos alunos.
O objetivo era observar as diferenças entre a família do professor da turma e a dos próprios alunos. Propôs analisar a foto a partir dos seguintes aspectos:
- quantidade de pessoas/familiares (irmãos/irmãs);
- tipos de vestuário que a família trajava;
- como eram os cortes de cabelos/penteados;
- locais em que a família estava;
- se possível, tipo de mobiliário, cores, formas etc;
- objetos (ex.: telefone, televisão, rádio).
Assim os professores fizeram. Como resultado, obtiveram como respostas que os alunos perceberam, imediatamente, as grandes diferenças entre \u201caquele tempo\u201d e os dias atuais. Muitos questionaram as diferenças, quiseram saber detalhes de certos objetos e da vida de seus professores quando crianças. Alguns citaram que hoje temos computadores, telefones celulares, TVs coloridas, de plasma/LCD, que os carros são modernos e mais bonitos, mais rápidos etc.
O aluno Luís disse que seus patins não têm 2 rodas na frente e 2 atrás, como os que viu em uma das fotos, mas 4 rodas todas na mesma direção e ficou impressionado como a professora Glória conseguia patinar.
Dessa atividade pode-se constatar que a ideia é oriunda de uma concepção de que o conhecimento é construído. As assertivas a seguir se referem a observações a respeito da construção desse tipo de conhecimento, exceto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a.
A construção do conhecimento é exclusivamente de responsabilidade do aluno, ou seja, não há necessidade da intervenção do professor e nem tampouco de outro aluno para que a mesma aconteça.
	Respostas:
	a.
A construção do conhecimento é exclusivamente de responsabilidade do aluno, ou seja, não há necessidade da intervenção do professor e nem tampouco de outro aluno para que a mesma aconteça.
	
	b.
Existem construções \u201cinformais\u201d do nosso ser e que acontecem