UFC   Quimica Geral   Lista 5   Cinetica e Equilibrio
4 pág.

UFC Quimica Geral Lista 5 Cinetica e Equilibrio


DisciplinaQuímica Geral I21.687 materiais351.761 seguidores
Pré-visualização3 páginas
H2O(g)\u2192 
CO2(g) + H2(g). Quais são as concentrações de equilíbrio 
de todas as substâncias e (b) qual e\u301 o valor de Kc em 
800 K? 
22. O carbamato de amônio sólido, NH4OCONH2, se 
decompõe facilmente, formando os gases NH3 e CO2. 
Em recipiente fechado, estabelece-se o equilíbrio. A 
20°C, a constante desse equilíbrio, em termos de 
concentração mol/L, é igual a 4x10\u20139. Um recipiente 
de 2 L, evacuado, contendo inicialmente apenas 
carbamato de amônio na quantidade de 4x10\u20133 mol 
foi mantido a 20°C até não se observar mais variação 
de pressão. Nessas condições, resta algum sólido 
dentro do recipiente? Justifique com cálculos. 
 
23. O equilíbrio representado pela reação a seguir tem, a 
370°C, constante KC igual a 64. 
 H2(g) + l2(g) \u21cc 2Hl(g) 
Incolor Violeta Incolor 
Para estudar esse equilíbrio, foram feitas duas experiências 
independentes, 1 e 2: 
1) 0,10 mol de cada gás, H2 e I2, foram colocados em um 
recipiente adequado de 1 L, mantido a 370°C até atingir o 
equilíbrio (a intensidade da cor não muda mais). 
2) 0,20 mol do gás HI foi colocado em um recipiente de 1 L, 
idêntico ao utilizado em A, mantido a 370°C até atingir o 
equilíbrio (a intensidade da cor não muda mais). 
a) Atingido o equilíbrio em 1 e em 2, é possível distinguir os 
recipientes pela intensidade da coloração violeta? 
Justifique. 
b) Para a experiência 1, calcule a concentração de cada gás 
no equilíbrio. Mostre, em um gráfico de concentração 
(no quadriculado ao lado), como variam, em função do 
tempo, as concentrações desses gases até que o 
equilíbrio seja atingido. Identifique as curvas no gráfico. 
 
 
 
 
 
 
24. Suponha a síntese a seguir: 
A(g) + B(g) \u21cc AB(g) 
Se as pressões iniciais de A (g) e B (g) forem, 
respectivamente, 3 atm e 2 atm, a pressão total, no 
equilíbrio, será 4,2 atm. Nas condições indicadas, 
responda (V) verdadeiro ou (F) falso, as alternativas 
abaixo: (Justifique) 
( ) A reação não pode atingir o equilíbrio 
( ) A pressão de A (g), no equilíbrio, será 2,2 atm; 
( ) A pressão de AB (g), no equilíbrio será 2,2 atm. 
( ) O grau de dissociação será 40% em relação a B. 
( ) A pressão de B (g), no equilíbrio, será 0,8 atm. 
25. Suponha que K1 e K2 são respectivamente as constantes 
de equilíbrio para as reações a seguir: 
XeF6(g) + HeO(g) XeOF4(g) + 2HF (g) 
XeO4(g) + XeF6(g) XeOF4(g) + XeO3F2(g) 
Apresente a constante de equilíbrio para reação a seguir 
em termos K1 e K2. 
XeO4(g) + 2HF(g) XeO3F2(g) + H2O(g) 
 
26. Monóxido de carbono (CO) substitui a molécula de O2 
na hemoglobina (Hb) oxigenada de acordo com a reação: 
HbO2(aq) + CO(aq) \u21cc HbCO(aq) + O2(aq). 
Use as reações abaixo e suas respectivas constantes de 
equilíbrio (temperatura corporal) para determinar a 
constante de equilíbrio da reação acima. 
Hb(aq)+ O2(aq) \u21cc HbO2(aq) Kc = 1,8 
Hb(aq) + CO(aq) \u21cc HbCO(aq) Kc= 306 
Suponha que um ambiente com o ar poluído contendo 
0,10% de de CO. Assumindo que no ar contém 20% O2 e 
que a razão de O2 e CO dissolvidos no sangue é a mesma 
presente no ar. Qual é a razão de HbCO e HbO2 no sangue. 
 
27. Verifica-se que 54,8% de uma amostra de 1,0 mol de 
CO2 em recipiente de 1,0 L se decompõem em CO e O2 a 
3000 K. Calcule o valor de Kc. 2CO2(g) 2CO(g) + O2(g). 
 
28. A reação 2 NOBr(g) 2 NO(g) + Br2(g) atinge o 
equilíbrio quando 34% do NOBr está dissociado. Sabendo-
se que a pressão total do sistema em equilíbrio é 0,25 atm 
e que a reação ocorre a 150°C calcule o valor de Kc. 
 
29. Cloreto de iodo decompõe em alta temperatura em 
iodo e cloro 2ICl(g) I2(g) +Cl2(g) 
O Equilibrio é estabelecido quando as pressões parciais de 
ICl, I2 e Cl2 são respectivamente 0,43, 0,16 e 0,27 (em 
atmosferas). A) Calcule Kp. B)Se uma quantidade de I2 
condensa decrescendo sua pressão parcial para 0,10 atm 
 
em qual direção a reação prosseguirá? Quais as novas 
pressões de equilíbrio? 
30. A 1000K, Kp= 19,9 para a reação Fe2O3(s) + 3CO(g) 
2 Fe(s) + 3CO2(g). Qual a pressão parcial no equilíbrio de CO 
e CO2, se CO é o único gás presente inicialmente com 
pressão parcial de 0,98 atm? 
 
31. A 1000K o valor de Kc para reação PCl5(g) PCl3(g) + 
Cl2(g) é 4,0x10-2. Os compostos foram colocados em um 
recipiente de maneira que as concentrações iniciais de cada 
composto eram: [PCl5]=2x10-2 molL-1; [PCl3]=3x10-2molL-1 e 
[Cl2] = 5x10-2molL-1. Baseado nessas informações descubra 
se o sistema se encontra em equilíbrio e em caso negativo 
determine as concentrações dos compostos quando o 
equilíbrio for atingido. 
 
32. Quando a reação H2(g) + I2(g) 2HI(g) está em 
equilíbrio a 175 K as pressões parciais de H2, I2 e HI são, 
respectivamente, 0,958, 0,877 e 0,02 atm. Qual será a 
massa de HI (no equilíbrio) obtida a partir da mistura de 
126,9g de I2 e 1,0g de H2 em um recipiente de 5L a 175 K. 
 
33. Um recipiente foi submetido à pressão reduzida (vácuo) 
para logo em seguida ser adicionada uma amostra de 12,8g 
de SO3. Essa amostra sofreu decomposição a 600°C de 
acordo com a reação: 
SO3(g) SO2(g) + ½ O2(g) 
Quando o equilíbrio foi atingido a pressão total do 
recipiente era de 1,80 atm e a densidade igual a 1,60g L-1. 
Baseado nessas informações calcule o valor de Kp. 
 
34. Considere a reação: 2H2S(g) + SO2(g) \u21cc 3S(s) + 2H2O(g) 
\u394H = -234,11 kJ 
Descreva como o sistema em equilíbrio se comporta após 
as seguintes perturbações: remoção de SO2(g); adição de S(s); 
aumento da pressão e diminuição da temperatura. 
 
35. Na fase gasosa, o iodo reage com o ciclopentano (C5H8) 
formando ciclopentadieno (C5H6) e iodeto de hidrogênio. 
Explique como cada um dos seguintes efeitos afeta a 
quantidade de HI (g) presente na mistura reacional no 
equilíbrio: 
I2(g) + C5H8(g) C5H6(g) + 2HI(g) \uf044H°= 92,5 kJ 
a. Aumentando a temperatura da mistura 
b. Introduzindo mais C5H6; 
c. Dobrando o volume do recipiente; 
d. Adicionando um catalisador apropriado; 
e. Adicionando um gás inerte como o He a 
volume constante da mistura reacional. 
 
36 A 25°C, a pressão parcial de equilíbrio de NO2 e N2O4 é 
0,15 atm e 0,20 atm, respectivamente. Se o volume 
duplicar à temperatura constante, calcule as pressões 
parciais dos gases quando se atinge um novo estado de 
equilíbrio. 
37. Uma amostra de N2O4(g) foi colocada em um cilindro 
vazio a 25 \uf0b0C. Após o equilibro ter sido atingido, a pressão 
total do sistema é de 1,5atm e 16% (por mols) da amostra 
original N2O4(g) foi dissociada em NO2(g). a) Calcule o Kp e o 
Kc para esta reação de dissociação. (b) Se o volume do 
cilindro aumentar até que a pressão total seja 1,0 atm (a 
temperatura do sistema permanece constante), calcule a 
pressão do equilíbrio para os gases N2O4 e NO2 
 
38. Considere a reação em fase gasosa em que um 
composto incolor C produz um composto azul B: 2C 
 B. Após atingir o equilíbrio, o tamanho do frasco é 
reduzido pela metade. Que mudança de coloração (se 
houver) será observada imediatamente após a redução de 
volume? Que mudança de coloração (se houver) será 
observada quando o equilíbrio for restabelecido? Justifique 
suas respostas. 
 
39. Para o sistema N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g) \u394H <0, discuta 
o que ocorre com o equilíbrio quando: a) aumenta-se a 
pressão (reduz o volume) no recipiente; b) aumenta-se a 
temperatura; c) duplica-se a quantidade de N2 presente e 
simultaneamente duplica-se o volume do recipiente onde 
ocorre a reação; d) aumenta-se a pressão mantendo-se 
volume constante pela introdução de gás inerte. 
 
40. Em um frasco de 5,0L foram adicionados 79,2 g de gelo 
seco (CO2 sólido) e 30,0 g de grafite (carbono) e a mistura 
foi aquecida até o equilíbrio: CO2(g) + C(s) 2CO(g). 
(a) Qual é o valor de Kp a 1000K se a densidade dos gases é 
16,3 g/L? (b)