Manual de Licitação em Contratos TCU
270 pág.

Manual de Licitação em Contratos TCU


DisciplinaDireito Administrativo IV484 materiais1.247 seguidores
Pré-visualização50 páginas
643
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
Contrato
645
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
ConCeito e noções gerAis
Contrato administrativo, de acordo com a Lei nº 8.666/1993, é todo e qualquer 
ajuste celebrado entre órgãos ou entidades da Administração Pública e particulares, 
por meio do qual se estabelece acordo de vontades, para formação de vínculo e 
estipulação de obrigações recíprocas.
Regulam-se os contratos pelas respectivas cláusulas, pelas normas da Lei de 
Licitações e pelos preceitos de direito público. Na falta desses dispositivos, regem-
se pelos princípios da teoria geral dos contratos e pelas disposições de direito 
privado.
Após concluído o processo licitatório ou os procedimentos de dispensa ou 
inexigibilidade de licitação, a Administração adotará as providências necessárias 
para celebração do contrato correspondente.
No contrato devem estar estabelecidas com clareza e precisão cláusulas que 
definam direitos, obrigações e responsabilidade da Administração e do particular. 
Essas disposições devem estar em harmonia com os termos da proposta vencedora, 
com o ato convocatório da licitação ou com a autorização para contratação direta 
por dispensa ou inexigibilidade de licitação.
Contratos celebrados entre a Administração e particulares são diferentes daqueles 
firmados no âmbito do direito privado. Isso ocorre porque nos contratos celebrados 
entre particulares vale como regra a disponibilidade da vontade, enquanto que 
naqueles em que a Administração é parte deve existir a constante busca pela plena 
realização do interesse público.
Essa distinção faz com que as partes do contrato administrativo não sejam 
colocadas em situação de igualdade. A Administração assume posição de supremacia 
e pode, por exemplo, modificar ou rescindir unilateralmente o contrato e impor 
sanções ao particular.
Prevalece no contrato administrativo o interesse da coletividade sobre o 
particular. Essa superioridade, no entanto, não permite que a Administração ao impor 
vontade própria ignore direitos do particular que com ela contrata. A Administração 
tem o dever de zelar pela justiça.
Não pode ser celebrado contrato com pessoas estranhas ao procedimento de 
licitação ou de contratação direta, sob pena de ser declarado nulo de pleno direito.
Tribunal de Contas da União
646
Contrato administrativo somente pode ser celebrado 
se houver efetiva disponibilidade de recursos 
orçamentários no exercício financeiro correspondente.
Com referência aos principais contratos celebrados pela Administração 
Pública amparados pela Lei nº 8.666/1993, podem ser citados aqueles cujo objeto 
refere-se:
contratos de compra \u2013 aquisição remunerada de bens para fornecimento de \u2022	
uma só vez ou parceladamente. Exemplo: aquisição de material de expediente, 
de suprimentos de informática, de microcomputadores, de móveis;
contratos de obras \u2013 construção, reforma, fabricação, recuperação ou \u2022	
ampliação. Exemplo: construção de hidrelétricas, pontes, estradas, reforma 
ou ampliação de edifícios;
contratos de serviços \u2013 demolição, conserto, instalação, montagem, operação, \u2022	
conservação, reparação, adaptação, manutenção, transporte, locação de bens, 
publicidade, seguro ou trabalhos técnico-profissionais. Exemplo: conserto 
de computadores, manutenção de jardins, locação de veículos, instalação 
de aparelhos de ar condicionado.
Minutas de contrato, previamente examinadas 
e aprovadas por assessoria jurídica da 
Administração, devem estar sempre anexadas 
ao ato convocatório da licitação.
DELIBERAÇÕES DO TCU
Em relação às contratações nas quais se verificou dano concreto ou potencial 
aos cofres da entidade, cabe converter o processo em tomada de contas 
especial, com base no disposto pelo art. 47, caput, do mencionado diploma.
Acórdão 78/2010 Plenário (Sumário)
Excepcionalmente, pode o Tribunal, em razão do interesse público envolvido 
na manutenção do contrato, da baixa materialidade envolvida e demais 
circunstâncias presentes no caso concreto, consentir na manutenção do 
647
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
contrato celebrado até seu término, vedando-se prorrogações, de modo a 
impedir a descontinuidade do serviço prestado.
Acórdão 2579/2009 Plenário (Sumário)
As contratações devem iniciar-se sempre com o diagnóstico, por parte da 
administração, de sua necessidade, seguindo-se a motivação do ato, que não 
está dispensada nas contratações diretas.
Nas contratações em que são pactuadas cláusulas de êxito, como remuneração 
pelos serviços prestados, deve haver correspondência direta entre o esforço e 
a dificuldade esperados do contratado e o prêmio acordado, sob pena de se 
configurar situação de desproporcionalidade entre serviço prestado e preço.
Acórdão 2684/2008 Plenário (Sumário)
As minutas de contrato referentes à área de publicidade e propaganda 
devem conter cláusulas que exijam das agências de publicidade a realização 
de negociações com veículos de comunicação e com fornecedores, com 
vistas à obtenção de descontos e bônus em função do volume de recursos 
despendido, além de prever a obrigatoriedade de participação de representante 
da Administração nas negociações, consoante o disposto no Acórdão 
2062/2006 Plenário
Acórdão 654/2007 Plenário (Sumário)
A satisfação do interesse público na execução dos contratos firmados 
pela Administração não pode ser demonstrada sem a comprovação da 
contraprestação, por parte da contratada, dos pagamentos realizados.
Os contratos devem estabelecer com clareza e precisão as condições para a 
sua execução.
Acórdão 648/2007 Plenário (Sumário)
É vedada a contratação de empresa de que é sócio servidor público da 
administração contratante.
Acórdão 77/2007 Plenário (Sumário)
A assinatura de contrato posteriormente ao início das obras, desacompanhada 
de outras irregularidades, não enseja proposta de paralisação de obras 
rodoviárias de caráter emergencial.
Acórdão 53/2007 Plenário (Sumário)
Disponibilize no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais 
(SIASG) os dados referentes aos contratos firmados, em observância ao art. 
19, §§ 2º a 5º, da Lei nº 11.768/2008.
Acórdão 265/2010 Plenário
Tribunal de Contas da União
648
Abstenha-se de prever ressarcimento de despesas de viagens, como diárias 
e passagens, de profissionais alocados pela contratada, uma vez que esse 
procedimento contraria o disposto nos art. 54, § 1º c/c art. 55, III, da Lei 
nº 8.666/1993, ao tornar indeterminado o valor efetivo da contratação.
Acórdão 2272/2009 Plenário 
Disponibilize as informações referentes aos contratos firmados pela entidade 
no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais - SIASG, em 
cumprimento ao art. 19 da Lei nº 11.768/2008 (LDO em vigor).
Acórdão 1745/2009 Plenário
Oriente suas unidades e subsidiárias no sentido de que se abstenham de 
promover negociações contratuais sem identificar a descrição detalhada dos 
serviços e materiais glosados ou adicionados, o que impossibilita a verificação 
dos valores finais que foram negociados.
Acórdão 1662/2009 Plenário 
Procure observar o disposto no art. 7º, § 4º, da Lei 8.666/1993, de forma a 
evitar que nos contratos haja fornecimentos sem previsão de preços ou 
quantitativos.
Acórdão 520/2009 Plenário
Elabore minuta contratual, anexa ao edital, de forma compatível com a 
natureza jurídica das entidades aptas a concorrerem na licitação, de modo 
a garantir que o instrumento contratual a ser formalmente assinado com a 
licitante vencedora seja aquele próprio e adequado à sua natureza jurídica, 
nos termos dos arts. 40, § 2º, inciso III, e 62, § 1º, da Lei nº 8.666/1993.
Acórdão 396/2009 Plenário
Atente para o disposto