Manual de Licitação em Contratos TCU
270 pág.

Manual de Licitação em Contratos TCU


DisciplinaDireito Administrativo IV484 materiais1.286 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Segunda Câmara
Observe, antes de contrair obrigações junto a fornecedores, a existência de 
recursos financeiros. 
Acórdão 254/2004 Segunda Câmara
Empenho
Empenho é ato formal, emanado de autoridade competente, que cria para o 
Estado obrigação de pagamento pendente ou não de implemento de condição. É 
privativo do ordenador de despesa que determina deduzir de dotação orçamentária 
própria o valor de despesa a ser executada. 
Empenhar significa reservar recursos suficientes para cobrir despesa a se 
realizar.
É garantia que se dá ao fornecedor de bem, executor de obra ou prestador de 
serviço, no valor da despesa contratada. É obrigação de pagamento futuro que 
poderá concretizar-se ou não. 
É vedada realização de despesa sem prévio empenho. 
 
Redução ou cancelamento de compromisso no 
exercício financeiro, implicará anulação parcial 
ou total do valor empenhado, revertendo-se a 
quantia correspondente à respectiva dotação.
Tribunal de Contas da União
686
Despesa pública é possível ser realizada somente após empenhada e o respectivo 
valor deduzido de dotação orçamentária própria. 
Poderá o valor do empenho ser alterado para mais ou para menos. Na hipótese 
de acréscimo, mediante emissão de nota de empenho de reforço; ou de decréscimo, 
nota de empenho de anulação. 
Em cada exercício financeiro, empenho de despesas contínuas deverá abranger 
apenas o valor a ser executado no período.
Para cada empenho será extraído documento denominado \u201cnota de empenho\u201d, 
que indicará, dentre outras informações: nome do credor, descrição do bem, da 
obra ou do serviço contratado, prazos de execução, valor da despesa, vinculação ao 
procedimento de contratação, dedução do valor do saldo de dotação própria etc.
Na elaboração de nota de empenho, de modo a deixar claro o objeto, devem 
estar claramente pormenorizados: especificação/descrição do bem ou serviço, 
preço unitário, valor do empenho e vinculação ao procedimento licitatório e/ou ao 
contrato respectivo.
Assim, processo administrativo para contratação de fornecimento de bem, 
execução de obra ou prestação de serviço poderá ser efetivado mediante prévio 
empenho e posterior emissão da nota de empenho correspondente.
Nota de empenho é documento que prova o 
comprometimento de verba orçamentária ou 
reserva de recursos em favor do contratado.
De acordo com o tipo de despesa a realizar-se, o empenho pode ser ordinário, 
estimativo e global e se aplica a despesas:
ordinário \u2013 com valor exato, que devem ser liquidadas e pagas de \u2022	
uma só vez;
estimativo \u2013 cujo montante não possa ser determinado durante o exercício. O \u2022	
valor total da despesa é estimado, podendo ser liquidado e pago em parcelas 
mensais, por exemplo;
global \u2013 contratuais e outras cujo valor total é conhecido, mas o pagamento \u2022	
é efetuado em etapas ou parcelas etc, em conformidade com o cronograma 
de execução previamente estabelecido. 
687
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
Valor de empenho de despesa não liquidada, total ou parcialmente, será anulado 
pela Administração em 31 de dezembro, exceto quando:
vigente o prazo para cumprimento da obrigação assumida pelo credor, nele \u2022	
estabelecida;
vencido o prazo de que trata o item anterior, mas esteja em curso a liquidação \u2022	
da despesa, ou seja de interesse da Administração exigir o cumprimento da 
obrigação assumida pelo credor;
destinar-se a atender transferências a instituições públicas ou privadas;\u2022	
corresponder a compromissos assumidos no exterior. \u2022	
No caso de investimento, é vedada celebração de contrato, convênio, acordo ou 
ajuste, cuja execução ultrapasse um exercício financeiro, sem a comprovação \u2013 que 
deverá integrar o respectivo termo \u2013 de que os recursos para atender a despesas em 
exercícios seguintes estejam assegurados no Plano Plurianual, ou por prévia lei que 
o autorize e fixe o montante das dotações que anualmente constarão do orçamento, 
durante o prazo de execução.
DELIBERAÇÕES DO TCU
O empenho por estimativa é utilizado nos casos em que a administração não 
pode determinar o montante exato da despesa. No caso sob apreciação, a 
utilização dessa modalidade de empenho afigura-se correta, pois, no início 
do exercício, somente existia a previsão do montante a ser gasto.
A utilização do empenho por estimativa não se traduz em carta branca para o 
gestor extrapolar o limite de 25% previsto no art. 65, §1º, da Lei de Licitações. 
Ademais, Convém acrescentar que o empenho não se confunde com o contrato. 
A permissão dada nesse dispositivo refere-se à fase do contrato, ou seja, é um 
freio para o administrador não aditar contratos indiscriminadamente. Conclui-
se, então, que, independentemente da modalidade de empenho utilizada, 
deve a administração respeitar o mencionado limite.
Acórdão 412/2008 Plenário (Voto do Ministro Relator) 
Emita empenho e efetue pagamentos somente a fornecedores que estejam em 
plena regularidade fiscal para com as Fazendas Federal, Estadual e Municipal, 
nos termos dos arts. 29, inciso III, 55, incisos III e xIII, e 71 da Lei nº 8.666/1993, 
e 63, § 2°, inciso I, da Lei nº 4.320/1964.
Acórdão 645/2007 Plenário
Deve ser precedido de prévio empenho, o pagamento de obrigações relativas 
ao fornecimento de bens, locações, obras e prestação de serviços, efetivado 
conforme a ordem cronológica das datas das respectivas exigências e 
Tribunal de Contas da União
688
suportado por disponibilidade orçamentária comprovada, a teor do que 
dispõem o art. 7º, § 2º, inciso III, da Lei nº 4.320/1964, e arts. 5º e 7º, § 2º, inciso 
III, da Lei nº 8.666/1993.
Não realize despesa sem prévio empenho, por contrariar o disposto no art. 
60 da Lei nº 4.320/1964.
Acórdão 599/2007 Plenário
Cumpra o art. 60 da Lei nº 4.320/1964 e o parágrafo único do art. 60, c/c o art. 
62, da Lei nº 8.666/1993, deixando de realizar despesa sem a prévia emissão 
de empenho.
Acórdãos 251/2005 Plenário 
Proceda, ao efetuar suas compras, à emissão de uma nota de empenho 
para cada empresa contratada e por ocasião da contratação, anteriormente 
ao recebimento da fatura, conforme preceituam os arts. 58 a 65 da Lei 
nº 4.320/1964.
Decisão 955/2002 Plenário 
Indique, no termo contratual, a nota de empenho cuja dotação assegure 
os pagamentos previstos para o exercício financeiro em curso, indicação 
esta que evita a assunção de obrigações diretas que excedam os créditos 
orçamentários ou adicionais, nos termos do art. 167, inciso II, da Constituição 
Federal, conforme os arts. 45, inciso V, da Lei nº 8.666/1993, e 30, caput, do 
Decreto nº 93.872/1986.
Acórdão 108/1999 Plenário
Observe o exato cumprimento do estabelecido § 2º do art. 65 da Lei nº 
8.666/1993, quanto à necessidade da nota de empenho de despesa, utilizada 
em substituição ao instrumento de contrato, conter as cláusulas necessárias 
estabelecidas no art. 55 da mesma lei.
Acórdão 1438/2004 Primeira Câmara
Faça constar dos contratos e de seus aditivos a nota de empenho que será 
suficiente para garantir o pagamento de todas as obrigações deles decorrentes, 
de forma a promover melhor gestão orçamentário-financeira dos recursos e 
dar eficácia ao que dispõe o art. 30 do Decreto nº 93.872/1986.
Acórdão 3667/2009 Segunda Câmara 
Registre os empenhos no Siafi com o devido enquadramento legal, em particular 
para inexigibilidade e dispensa de licitação, de acordo com os critérios definidos 
nos artigos 24 a 25 da Lei nº 8.666/1993, respectivamente, abstendo-se de 
689
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
registrar empenhos de mesma natureza ora com fundamento em inexigibilidade 
ora em dispensa, e mesmo fugindo ao devido procedimento licitatório.
Acórdão 263/2006 Segunda Câmara 
Proceda à fiscalização do contrato