Manual de Licitação em Contratos TCU
270 pág.

Manual de Licitação em Contratos TCU


DisciplinaDireito Administrativo IV484 materiais1.284 seguidores
Pré-visualização50 páginas
contratual deve obedecer ao disposto nos arts. 60 e 
65 da lei referida.
Decisão 300/2002 Plenário
Devem ser regularizado, se já em execução o contrato, por meio de termo 
de aditamento, de forma a exigir a plena comprovação de regularidade do 
contratado para com a Fazenda Federal, Seguridade Social e FGTS, consoante 
os incisos III e IV do art. 29 da Lei nº 8.666/1993, § 3º do art. 195 da Constituição 
Federal e Decisão Plenária 377/1997 deste Tribunal.
Acórdão 260/2002 Plenário
Acompanhe tempestivamente a execução dos contratos firmados e realize 
licitações com a devida antecedência, para evitar que os serviços essenciais 
à Unidade sofram soluções de continuidade não recepcionadas pela 
legislação.
Acórdão 483/2006 Primeira Câmara
Cumpra e faça cumprir as cláusulas contratuais e editalícias na execução dos 
contratos, inclusive administrativos, em conformidade com os arts. 41 e 66 
da Lei nº 8.666/1993.
Decisão 361/2001 Segunda Câmara
Acompanhamento e Fiscalização
É dever da Administração acompanhar e fiscalizar o contrato para verificar 
o cumprimento das disposições contratuais, técnicas e administrativas, em 
todos os seus aspectos, consoante o disposto no art. 67 da Lei nº 8.666/1993. 
Acompanhamento e fiscalização de contrato são medidas poderosas colocadas à 
disposição do gestor na defesa do interesse público. 
Toda execução do contrato deve ser fiscalizada e acompanhada por representante 
da Administração, de preferência do setor que solicitou o bem, a obra ou o serviço. 
Deve ser mantida pela Administração, desde o início até o final da execução 
do contrato, equipe de fiscalização ou profissional habilitados, com experiência 
781
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
técnica necessária ao acompanhamento e controle do objeto contratado. Os 
fiscais designados podem ser servidores da própria Administração ou contratados 
especialmente para esse fim.
Durante a execução do objeto, deve o 
contratado manter no local da obra ou serviço, 
preposto aprovado pela Administração para 
representá-lo sempre que for necessário.
Exige a Lei nº 8.666/1993 que o representante da Administração anote em registro 
próprio as ocorrências relacionadas com a execução do contrato, determinando o que 
for necessário à regularização das faltas, falhas ou defeitos observados. Anotações 
efetuadas constituem importante ferramenta de acompanhamento e fiscalização 
da execução contratual.
Deve a Administração manter permanentemente, no 
local de execução de obra ou de prestação de serviços, 
registro apropriado para anotações relacionadas 
com a execução do contrato, Por exemplo: cumprimento 
dos prazos, desenvolvimento dos serviços, materiais 
empregados, locação de equipamentos, 
logística, mão-de-obra. 
 
Referido registro pode ser livro de capa dura, 
caderno, folhas impressas em computador, 
ou qualquer outro meio de anotação que 
possam ter folhas numeradas, rubricadas, 
datadas e assinadas pelo representante da 
Administração e preposto do contratado. 
Decisões e providências que não forem da competência do representante 
deverão ser solicitadas ao superior, em tempo hábil, para a adoção de medidas que 
entender convenientes.
São de responsabilidade do contratado os danos causados diretamente à 
Administração ou a terceiros, decorrentes de culpa ou dolo na execução do contrato. 
Tribunal de Contas da União
782
Acompanhamento e fiscalização do contrato pela Administração não excluem ou 
reduzem essa responsabilidade.
É dever do contratado facilitar a fiscalização, permitir amplo acesso ao objeto em 
execução e atender prontamente às solicitações da Administração.
Contratação de profissional ou empresa para 
auxiliar a fiscalização do contrato é procedimento 
admitido e recomendável, especialmente em 
contratos complexos ou de valor elevado.
DELIBERAÇÕES DO TCU
A apresentação extemporânea do livro \u201cdiário de obras\u201d, quando solicitado 
previamente pela área técnica desta Corte, não tem o condão de constituir 
prova contrária à irregularidade atinente à fiscalização deficiente de obra 
pública, sujeitando-se o gestor público às cominações legais cabíveis.
Acórdão 1731/2009 Plenário (Sumário)
Designe, em atenção à disposição legal contida no art. 67 da Lei nº 8.666/1993, 
representantes da administração para acompanhar e fiscalizar a execução dos 
serviços e mantenha essa designação atualizada.
Aperfeiçoe os mecanismos existentes tornando-os transparentes, seguros e 
rastreáveis de modo a permitir verificar quantidade e qualidade dos serviços 
prestados e somente pague os serviços prestados na totalidade, mediante 
evidência documental da realização dos serviços contratados, de acordo com 
a qualidade prevista no edital da licitação e após o efetivo controle dos fiscais 
do contrato, conforme disposto nos arts. 66 e 67 da Lei nº 8.666/1993.
Exija formalmente das empresas contratadas a designação de preposto a 
ser mantido no local dos serviços, para representá-las durante a execução 
do contrato de prestação de serviços, em atenção à disposição contida no 
art. 68 da Lei nº 8.666/1993 e ao disposto no Decreto nº 2.271/1997, art. 4º, 
inciso IV.
Acórdão 265/2010 Plenário 
Adote medidas para que a fiscalização dos contratos sob sua alçada esteja de 
acordo com o art. 67 da Lei nº 8.666/1993, de modo a garantir a qualidade do 
produto final e o pagamento apenas dos serviços efetivamente executados.
783
Licitações e Contratos - Orientações e Jurisprudência do TCU
Exija dos fiscais a elaboração de diário de obras, registrando tempestivamente 
as ocorrências relacionadas à execução do contrato (materiais, equipamentos 
e mão-de-obra utilizados, bem assim a localização precisa dos serviços 
executados etc.), em atenção ao § 1º do art. 67 da Lei nº 8.666/1993.
Acórdão 1731/2009 Plenário 
Alterações dos projetos de engenharia, sem a necessária aprovação do órgão 
concedente, podem inviabilizar a tarefa de controle e fiscalização, uma vez 
que se passa a não dispor de parâmetros adequados para aferir a correta e 
regular execução física e financeira das obras, configurando irregularidade 
passível de aplicação de multa.
Mantenha, em todas as contratações ou execuções diretas, diário de obras em 
que sejam anotadas as ocorrências relacionadas com a sua implementação, de 
forma a se manter registro atualizado do seu acompanhamento e fiscalização, 
consoante o disposto no art. 67, § 1º, da Lei n. 8.666/1993.
Acórdão 1685/2009 Plenário 
Instrua os fiscais de contrato quanto à forma de verificar e medir a execução 
de serviços e o recebimento de bens, observando os preceitos dos arts. 73 e 
76 da Lei nº 8.666/1993, alertando-os para a responsabilidade pessoal pelos 
\u201catestos\u201d emitidos.
Acórdão 1488/2009 Plenário 
Estabeleça formalmente, nas contratações de serviços relativos a tecnologia 
da informação, mecanismos para que a fiscalização do ajuste seja realizada 
com participação das áreas administrativa e de tecnologia da informação, 
bem como dos setores requisitantes dos serviços
Acórdão 1453/2009 Plenário 
Fiscalize a execução dos contratos de prestação de serviços, em especial no que 
diz respeito à obrigatoriedade de a contratada arcar com todas as despesas 
decorrentes de obrigações trabalhistas relativas a seus empregados, de modo 
a evitar a responsabilização subsidiária da entidade pública, uma vez que a 
ausência de pendência por ocasião da assinatura do contrato não assegura 
que isso não venha a ocorrer durante a execução do contrato.
Acórdão 1391/2009 Plenário 
Fiscalize periodicamente o efetivo pagamento dos valores salariais lançados 
na proposta contratada, mediante a verificação das folhas de pagamento 
referentes aos meses de realização dos