Resumo Lei de Responsabilidade Fiscal
103 pág.

Resumo Lei de Responsabilidade Fiscal


DisciplinaAdministração Financeira e Orçamentária I1.930 materiais16.569 seguidores
Pré-visualização26 páginas
adotadas e a adotar, e as ações de fiscalização e cobrança.
RGF
Q354897 De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, o tribunal de contas do estado deverá emitir o relatório da gestão fiscal a cada quadrimestre.
CORRETO. Aqui emitir é no sentido de que o Tribunal de Contas TAMBÉM ESTÁ SUJEITO A LRF, portanto o próprio TC vai emitir o seu RREO e o seu RGF normalmente. Fiquei na dúvida desse \u201cemitir\u201d sendo algum parecer ou algo do tipo, mas aqui é no sentido do Tribunal de Conas como um ÓRGÃO (Que na LRF integra o legislativo).
I) Não confundir com o RREO, este somente o executivo irá emitir, englobando todo mundo.
Q199265 O relatório de gestão fiscal do Ministério Público da União bem como o do Ministério Público nos estados não integram o relatório apresentado pelos titulares do Poder Executivo de cada ente.
CORRETO. 
I) O RREO é conjunto, é somente 1 relatório que abrange todos os poderes e o MP \u2013 será divulgado pelo EXECUTIVO em até 30 dias do encerramento do bimestre
II) RGF esse é individual para cada órgão que vai auferir os seus limites.
Q354050 Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e o Ministério Público devem publicar o demonstrativo da disponibilidade de caixa e o demonstrativo da despesa com pessoal, no primeiro e no segundo quadrimestres de cada exercício
FALSO. Ambos os demonstrativos trazidos pela questão compõem o RGF, mas a periodicidade de cada um é diferente. 
- O Demonstrativo de despesa com pessoal estará presente em todos os RGF, ou seja, quadrimestralmente.
- O Demonstrativo da disponibilidade de caixa só comporá o RGF do último quadrimestre, pois apresentará justamente a disponibilidade de caixa em 31 de dezembro.
Q869233 O relatório de gestão fiscal, de periodicidade quadrimestral, deverá conter a avaliação do cumprimento do limite para a dívida consolidada e indicará as medidas a serem adotadas caso o limite seja descumprido.
Parte superior do formulário
CORRETO. Avaliação do cumprimento do limite nada mais é que os comparativos que constam no RGF.
Características: 
- Criado e detalhado pela LRF (CUIDADO: O RREO foi criado na CF e detalhado na LRF , já o RGF foi criado na LRF)
- Quadrimestral (RREO é bimestral)
- Acompanha o controle dos limites estabelecidos na LRF (RREO demonstra execução de receitas e despesas)
- Elaborado por cada Poder ou órgão (RREO é somente o poder executivo)
Regular 
- Comparativos com os limites da LRF: Pessoal / Dívida consolidada e mobiliária / Garantia / Operações de crédito
- Medidas adotadas ou a adotar, caso algum dos limites tenha sido ultrapassado.
Conteúdo adicional (último quadrimestre) (DI ARO RAP)
- Disponibilidades em 31 de dezembro 
- Quitação da ARO no prazo e não contratação no último ano de mandato do chefe do Poder Executivo.
- Demonstrativo da INSCRIÇÃO em restos a pagar, indicando as despesas: liquidadas; / empenhadas e não liquidadas, inscritas até o limite do saldo da disponibilidade de caixa; / não inscritas por falta de disponibilidade de caixa e cujos empenhos foram cancelados;
Art. 54. Ao final de cada quadrimestre será emitido pelos titulares dos Poderes e órgãos referidos no art. 20 Relatório de Gestão Fiscal, ASSINADO PELO:
I - Chefe do Poder Executivo;
II - Presidente e demais membros da Mesa Diretora ou órgão decisório equivalente, conforme regimentos internos dos órgãos do Poder Legislativo;
III - Presidente de Tribunal e demais membros de Conselho de Administração ou órgão decisório equivalente, conforme regimentos internos dos órgãos do Poder Judiciário;
IV - Chefe do Ministério Público, da União e dos Estados.
Parágrafo único. O relatório TAMBÉM Será Assinado pelas autoridades responsáveis pela administração financeira e pelo controle interno, bem como por outras definidas por ato próprio de cada Poder ou órgão referido no art. 20.
Art. 55. O relatório conterá:
I - COMPARATIVO com os limites de que trata esta Lei Complementar, dos seguintes montantes:
a) despesa total com pessoal, distinguindo a com inativos e pensionistas;
b) dívidas consolidada e mobiliária; (SÓ EXECUTIVO)
c) concessão de garantias; (SÓ EXECUTIVO)
d) operações de crédito, INCLUSIVE por antecipação de receita; (SÓ EXECUTIVO)
e) despesas de que trata o inciso II do art. 4o; não existe.
Q547872 Os limites da LRF estabelecidos para despesas com pessoal, concessão de garantias e contratação de operações de crédito são definidos em percentuais da receita corrente líquida e devem ser divulgados no relatório de gestão fiscal
Q91091 O Relatório de Gestão Fiscal divulga as dívidas consolidada e mobiliária, a concessão de garantias e as operações de crédito, exceto as advindas de antecipação de receita
FALSO. Note que embora as ARO sejam receitas extraorçamentárias, ELAS INTEGRAM SIM O RGF , junto com as operações de credito.
II - indicação das medidas corretivas adotadas ou a adotar, se ultrapassado qualquer dos limites;
Q430549 O relatório de gestão fiscal, instituído pelo artigo 54 da LRF, conterá a indicação de medidas corretivas quando os limites definidos na lei forem ultrapassados
III - demonstrativos, NO ÚLTIMO QUADRIMESTRE:
a) do montante das disponibilidades de caixa em 31 de dezembro;
b) da inscrição em Restos a Pagar, das despesas:
1) liquidadas;
2) empenhadas e não liquidadas, inscritas por atenderem a uma das condições do inciso II do art. 41; (VETADO)
3) empenhadas e não liquidadas, inscritas até o limite do saldo da disponibilidade de caixa;
4) não inscritas por falta de disponibilidade de caixa e cujos empenhos foram cancelados;
c) do cumprimento do disposto no inciso II e na alínea b do inciso IV do art. 38.
- II do 38 é demonstrar que liquidou todas as ARO até 10 de dezembro
- b do inciso IV que não pegou nenhuma ARO no último ano de mandato do presidente. 
Q337486 Relatório de gestão fiscal emitido a cada quadrimestre pelos titulares dos Poderes e dos órgãos conterá o montante das disponibilidades de caixa
FALSO. SÓ NO ULTIMO RGF que vai ter disponibilidade de caixa. Os RGF normais SOMENTE tem os demonstrativos comparando com os limites.
§ 1o O relatório dos titulares dos órgãos mencionados nos incisos II, III e IV do art. 54 CONTERÁ APENAS AS INFORMAÇÕES relativas à alínea a do inciso I, e os documentos referidos nos incisos II e III.
SÓ O RGF EXECUTIVO é que precisa ter todos os comparativos do RGF
QUEM NÃO FOR EXECUTIVO não precisa ter comparativo de: dividas / concessões de garantias / operação de credito / despesas 
Q595853 O relatório de gestão fiscal do Poder Legislativo deve conter um comparativo da dívida consolidada e mobiliária com os limites previstos na LRF.
FALSO. É justamente essa pegadinha, quem não leu isso aqui cai feio. O RGF do poder legislativo só precisa ter 1 comparativo que é o de despesa de pessoal.
§ 2o O relatório será PUBLICADO até 30 dias após o encerramento do período a que corresponder, com amplo acesso ao público, inclusive por meio eletrônico.
§ 3o O descumprimento do prazo a que se refere o § 2o sujeita o ente à sanção prevista no § 2odo art. 51.
Art. 51. O Poder Executivo da União promoverá, até o dia trinta de junho, a consolidação, nacional e por esfera de governo, das contas dos entes da Federação relativas ao exercício anterior, e a sua divulgação, inclusive por meio eletrônico de acesso público.
 § 2o O descumprimento dos prazos previstos neste artigo impedirá, até que a situação seja regularizada, que o ente da Federação receba transferências voluntárias e contrate operações de crédito, exceto as destinadas ao refinanciamento do principal atualizado da dívida mobiliária.
Q595853 O fato de o município não atender o prazo para a publicação do relatório de gestão fiscal lhe gera a mesma espécie de sanção prevista na LRF para a conduta de não encaminhar tempestivamente suas contas ao Poder Executivo da União. 
CORRETO. É a mesma sanção. 
§ 4o Os relatórios referidos nos arts. 52 e 54 deverão ser elaborados de forma padronizada, segundo modelos que poderão