Resumo despesas públicas
89 pág.

Resumo despesas públicas


DisciplinaAdministração Financeira e Orçamentária I1.930 materiais16.577 seguidores
Pré-visualização20 páginas
APURAR a origem e o objeto do que se deve pagar e a importância exata a ser paga.
Q348579 A emissão do empenho na modalidade estimativa, para despesas com serviços de energia elétrica, não dispensa a realização da liquidação anterior ao pagamento
CORRETO. A despesa NUNCA troca de fases, e nunca pode ter pagamento antes de liquidar , entoa qualquer que seja o empenho , só haverá pagamento depois de liquidar.
Q330882 A liquidação da despesa consiste na verificação do direito adquirido pelo credor, com base nos títulos e documentos comprobatórios do respectivo crédito
Q351283 Suponha que uma escola municipal tenha adquirido, de forma emergencial, uma caixa de lápis e que, dado o valor irrisório da compra, não tenha havido licitação nem emissão da nota de empenho. Nessa situação, a liquidação da despesa terá por base o comprovante da entrega do material
CORRETO. Note que ela pode ter por base 3 coisas: o contrato / a nota de empenho / os comprovantes de entrega.
Q430543 A verificação do montante de créditos a serem comprometidos com o fornecedor faz parte do estágio da despesa denominado liquidação
FALSO. A liquidação apura a importância exata A SER PAGA , ou seja , quando de CAIXA/FINANCEIRO será comprometido. 
A questão descreveu o empenho , que é a atividade que somente \u201cdá baixa\u201d na dotação orçamentaria.
Q326403 No estágio da liquidação da despesa, devem-se apurar as condições em que determinado bem foi fornecido ou em que determinado serviço foi prestado
FALSO. Por mais que a gente saiba pela lei de licitações de que o objeto só é aceito depois de verificar se está tudo nos conformes , a legislação SECA sobre liquidação não diz isso. Note que a lei fria diz que será apurado A ORIGEM E O OBJETO que se deve pagar (nada diz sobre as condições do objeto).
Q543635 A apuração da quantia exata a ser paga em relação às despesas incorridas por um ente federativo ocorre na fase de pagamento, sendo vedada a adoção de regime de adiantamento com vistas a honrar o pagamento dessas despesas
FALSO. Dois erros: apurar a quantia é LIQUIDAÇÃO, e o regime de adiantamento É PERMITIDO.
Lei 4320 Art. 68. O regime de adiantamento é aplicável aos casos de despesas expressamente definidos em lei e consiste na entrega de numerário a servidor, sempre precedida de empenho na dotação própria para o fim de realizar despesas, que não possam subordinar-se ao processo normal de aplicação.
Q499002 Com a emissão da nota de empenho, a administração reconhece a dívida como líquida e certa; havendo, então, a partir desse documento, a obrigação de pagamento, desde que as cláusulas contratuais tenham sido efetivamente cumpridas
FALSO. Está tudo correto, basta trocar \u201cnota de empenho\u201d por LIQUIDAÇÃO. 
TCU: Nesse sentido, a liquidação da despesa - uma das mais importantes fases da despesa pública - é que permite à Administração reconhecer a dívida como líquida e certa, nascendo, a partir dela, a obrigação de pagamento DESDE QUE as cláusulas contratadas tenham sido efetivamente cumpridas. Enfim, é a avaliação objetiva do cumprimento contratual.
Teoria
Art. 63. A LIQUIDAÇÃO da despesa consiste na verificação do direito adquirido pelo credor tendo por base os títulos e documentos comprobatórios do respectivo crédito.
§ 1° Essa verificação tem por fim apurar:
I - a origem e o objeto do que se deve pagar;
II - a importância exata a pagar; 
 III - a quem se deve pagar a importância, para extinguir a obrigação.
§ 2º A liquidação da despesa por fornecimentos feitos ou serviços prestados TERÁ POR BASE:
I - o contrato, ajuste ou acordo respectivo;
II - a nota de empenho;
III - os comprovantes da entrega de material ou da prestação efetiva do serviço.
Não havendo tempo hábil, uma nota fiscal pode ser documento fiscal comprobatório de entrega, sem que se tenha uma nota de empenho.
- É realizada no SIAFI, por meio da Nota de Lançamento (NL), nos casos de despesas federais
- É na fase de liquidação que é cobrada a prestação dos serviços ou a entrega dos bens, ou, ainda, a realização da obra, evitando, dessa forma, o pagamento sem o implemento de condição.
Pagamento: 
Q526364 Pagamento é caracterizado pela emissão de ORDEM BANCÁRIA!
Q868695 O pagamento é o último estágio da despesa pública e só será realizado após a regular liquidação da despesa.
CORRETO.
Q874848 Pessoa jurídica que tenha prestado serviço ao poder público terá direito ao pagamento correspondente independentemente da realização do estágio de liquidação da despesa. 
CORRETO. CUIDADO que a regra é efetuar o pagamento somente depois da liquidação. Mas note que a questão diz que ele \u201cTERÁ DIREITO AO PAGAMENTO\u201d. A redação foi bastante infeliz, mas é para interpretar no sentido de que ele teria um \u201cdireito subjetivo de pagamento\u201d, não importando o estágio da liquidação.
I) sabemos que quem confere esse direito subjetivo ao pagamento É O EMPENHO! (Então basta empenhar que o credor já teria \u201cdireito ao pagamento\u201d. Agora RECEBER O PAGAMENTO ai sim somente com a liquidação
Q93758 O dispêndio de recursos financeiros oriundos do orçamento geral da União ocorre exclusivamente por meio de ordem bancária
FALSO. O via de regra é ser por ordem bancária mesmo , mas existem outros tipos , como utilizar o cartão de pagamento do governo , para suprimentos de fundos , isso não é ordem bancária
Art. 62. O PAGAMENTO da despesa só será efetuado quando ordenado após sua regular liquidação.
Art. 64. A ordem de pagamento é o despacho exarado por autoridade competente, determinando que a despesa seja paga.
Parágrafo único. A ordem de pagamento só poderá ser exarada em documentos processados pelos serviços de contabilidade 
Art. 65. O pagamento da despesa será efetuado por tesouraria ou pagadoria regularmente instituídos por estabelecimentos bancários credenciados e, em casos excepcionais, por meio de adiantamento.
Art. 67. Os pagamentos devidos pela Fazenda Pública, em virtude de sentença judiciária, far-se-ão na ordem de apresentação dos precatórios e à conta dos créditos respectivos, sendo proibida a designação de casos ou de pessoas nas dotações orçamentárias e nos créditos adicionais abertos para êsse fim.
É o despacho exarado por autoridade competente, determinando que a despesa liquidada seja paga. 
O pagamento é feito no SIAF, não se vê nenhum dinheiro dentro dos órgãos.
Em termos de União, é realizado via SIAFI, mediante ordem bancária correspondente à respectiva dívida líquida.
A Ordem Bancária \u2013 OB é o documento do SIAFI utilizado para o pagamento de compromissos, bem como para a liberação de recursos para fins de suprimento de fundos
Consiste no pagamento por meio de cheque nominativo, ordens de pagamentos ou crédito em conta, E SÓ PODE SER EFETUADO APÓS A REGULAR LIQUIDAÇÃO DA DESPESA.
Decreto 93872: Art. 38. Não será permitido o pagamento antecipado de fornecimento de materiais, execução de obra, ou prestação de serviço, inclusive de utilidade pública, ADMITINDO-SE, TODAVIA, mediante as indispensáveis cautelas ou garantias, o pagamento de parcela contratual na vigência do respectivo contrato, convênio, acordo ou ajuste, segundo a forma de pagamento nele estabelecida, prevista no edital de licitação ou nos instrumentos formais de adjudicação direta
NÃO CONFUNDA: Limite de empenho (ou limite \u201ctotal\u201d) com limite de pagamento
1- Limite de empenho é o máximo de crédito que o ordenador de despesas possui para realizar seus empenhos.
O limite de empenho só depende do que foi fixado na LOA , aqui pouco importa como está se desenvolvendo a arrecadação de receitas.
2- Limite de pagamento é quanto TEM EM CAIXA para poder pagar.
O limite de pagamento depende da arrecadação de receitas ao longo do exercícios , depende de ter caixa suficiente para pagar.