Resumo orçamento técnicas e conceitos
53 pág.

Resumo orçamento técnicas e conceitos


DisciplinaAdministração Financeira e Orçamentária I1.930 materiais16.577 seguidores
Pré-visualização13 páginas
uma espécie de transição para o orçamento de programa. 
Programas de trabalho 
Havia um foco nos resultados (FOCO NO OBJETIVO), mas sem vinculação com o instrumento central de governo.
Ainda não havia planejamento no orçamento, mas apresentava propósitos e objetivos para os quais os gastos se faziam necessários.
Mudar o foco de com o que o Estado gasta, para qual a finalidade do gasto. Quer saber as coisas que o governo FAZ e não as coisas que o governo compra. 
Um orçamento de desempenho é aquele que apresenta os propósitos e objetivos para os quais os créditos se fazem necessários, os custos dos programas propostos para atingir àqueles objetivos e dados quantitativos que meçam as realizações e o trabalho levado a efeito em cada programa
Sua característica fundamental é trazer para o Orçamento uma dimensão programática aliada com a explicação detalhada dos gastos de cada unidade, buscando atender à população com eficiência e economia, sem, entretanto, vincular os objetivos governamentais de longo prazo, ou seja, seu Planejamento Estratégico ao Orçamento
Minha interpretação: o orçamento de desempenho tem muito a ver com os fundamentos do orçamento programa \u2013 seria um orçamento programa SEM PLANEJAMENTO. Mas as ideias básicas de analisar propósitos e objetivos dos gastos , medir as realizações (resultados) , a ideia de programas \u2013 tudo isso já surge no orçamento de desempenho.
PROBLEMAS INTRANSPONÍVEIS se colocaram na trajetória de implantação do PPBS: 
A crise econômica com a consequente escassez de recursos para novos empreendimentos
A falta de técnicos especializados 
Dificuldades políticas, já que o órgão legislativo via com desconfiança um orçamento proposto pelo Executivo, excessivamente amparado em argumentos \u201ctécnicos\u201d
	
Obviamente, o fracasso do PPBS não representou uma proposta de retorno ao orçamento tradicional, nem abalos sérios ao conceito moderno de orçamento. O orçamento continua sendo, marcadamente, um instrumento básico de administração e, como tal, deve cumprir múltiplas funções. O que parece estar novamente acontecendo são alterações na importância dessas funções, como forma de o orçamento adaptar-se às novas realidades. 
Impositivo
Orçamento impositivo: Está previsto na CF. 
São emendas ao projeto da LOA, que são propostas somente por parlamentares , individualmente, para poder adicionar algum gasto à lei orçamentaria.
- As emendas individuais ao projeto da LOA serão APROVADAS no limite de 1,2% da receita corrente liquida PREVISTA no projeto da LOA.
- Após a aprovação do projeto de LOA, será obrigatória a EXECUÇÃO orçamentaria e financeira das emendas propostas no limite de 1,2% da receita corrente liquida do EXERCÍCIO ANTERIOR. 
Sendo que metade deste valor será destinada a ações e serviços públicos de SAÚDE. 
E também este montante destinado a saúde será computado para fins do cumprimento do orçamento previsto para a saúde (vai debitar do total que o governo teria que repassar para a Saúde).
\u201cOs restos a pagar poderão ser considerados para fins de cumprimento desse percentual, mas, nesse caso, o limite será de 0,6% da RCL do ano anterior\u201d
CUIDADO: Não há obrigação de execução caso haja impedimento de ordem técnica. Também quando há frustração de receita pode contingenciar essas emendas individuais, a fim de garantir o cumprimento dos resultados primários estabelecidos na LDO.
VEDAÇÕES
- Qualquer receita proveniente das emendas individuais não pode ser somada a receita corrente liquida da União/Estados/Municípios/DF caso o assunto seja pagamento de pessoal ou encargos sociais. 
- Também não se pode fazer emenda individual para utilizar com pagamento de pessoal ou encargos sociais.
Por resultados
Q883597 A ideia central do orçamento por resultados é que os cidadãos devem explicitar quais os resultados que querem em contrapartida aos recursos repassados ao setor público.
Q643627 O orçamento por resultados melhora a aceitação dos governos, reforça a confiança nas instituições públicas estabelecidas e contribui para o desenvolvimento socioeconômico, bem como para a eficiência, a eficácia e a efetividade da gestão pública.
O Orçamento por resultados produz ligações entre o planejamento estratégico, o planejamento financeiro de longo prazo, as medidas de desempenho, o orçamento e a avaliação. Igualmente, liga os recursos aos objetivos no início do processo orçamentário, de modo que o foco principal é sobre os resultados e não sobre estrutura organizacional
A ideia central do orçamento por resultados repousa numa questão prática: ao sustentarem a administração pública por meio dos impostos, os cidadãos devem sentar no banco da direção e explicitar quais os resultados que eles querem em contrapartida aos recursos repassados ao setor público. 
Nesse sentido, os orçamentos devem basear-se em resultados e a administração pública deve ser controlada e responsabilizada por eles.
OS AUTORES PROPÕEM 3 PASSOS em progressão necessários para a adoção do enfoque orçamentário baseado em resultados:
Passo 1 - Determinar as prioridades do governo, ou seja, os resultados que importam para a maioria dos cidadãos;
Passo 2 - Estabelecer o preço de cada um dos resultados; e
Passo 3- Decidir a melhor forma de entregar cada resultado pelo preço estabelecido.
PONTO DE PARTIDA: 
Preço do governo: quanto os cidadãos estão dispostos a gastar pelos serviços públicos
FOCO: 
\u201cComprar\u201d resultados que são importantes para os cidadãos em relação às ofertas de concorrentes.
8 PASSOS para a transição do orçamento tradicional para o orçamento por resultados.
1. Determine o montante de recurso financeiro disponível: O orçamento deve ser construído sobre a receita esperada. Isso inclui as receitas usuais, eventuais, novas fontes de receita e o potencial de saldos de balanço.
2. Priorize resultados: Os resultados que mais IMPORTAM AOS CIDADÃOS devem ser definidos. Os líderes eleitos devem determinar quais programas são mais importantes para os seus eleitores.
3. Aloque os recursos entre os resultados de alta prioridade: As alocações devem ser feitas de forma justa e objetiva.
4. Mediante análise, determine quais as estratégias, programas e atividades que melhor produzam os resultados desejados.
5. Comprometa os recursos disponíveis nos programas e atividades mais significativos: O objetivo é maximizar os benefícios dos recursos disponíveis.
6. Estabeleça medidas anuais de acompanhamento e monitoramento e feche o ciclo de feedback: Essas medidas devem explicitar os resultados esperados e como eles serão mensurados.
7. Verifique o que realmente aconteceu: Isso envolve o uso de medidas de desempenho para comparar os resultados planejados com os alcançados.
8. Divulgue os resultados do desempenho: Todos os interessados, internos e externos, devem ser informados dos resultados, numa apresentação compreensível.
Programa
Questões
Q934524 A modalidade orçamentária atualmente em uso pelos entes públicos brasileiros é uma evolução do orçamento de desempenho
CORRETO. O orçamento programa foi desenvolvido fazendo \u201cupgrades\u201d no orçamento de desempenho.
O Orçamento Programa é o atual e mais moderno Orçamento Público, está intimamente ligado ao planejamento, e constitui o maior nível de classificação das ações governamentais. Representa uma evolução do Orçamento Tradicional e de desempenho, vinculando-o ao planejamento. Possibilita melhor controle da execução dos programas de trabalho, identificação dos gastos, das funções, da situação, das soluções, dos objetivos, recursos etc.
Q893246 O objetivo principal dos orçamentos públicos modernos é mostrar à sociedade a natureza do gasto governamental.
FALSO. O orçamento moderno tem como principal objetivo mostrar a FINALIDADE do gasto \u2013 é mostrar com qual finalidade o governo está gastando: é exatamente a ideia dos programas. 
Q80723 O orçamento-programa discrimina as despesas segundo sua natureza, dando ênfase aos fins, de modo a demonstrar